Publicado por: roquesatiro | Maio 21, 2015

SERMÃO ESCATOLÓGICO

 

MARANATA!

Não sei se dá tempo concluir este livro, se a Igreja ainda estará aqui quando ele estiver de mão em mão para se conferir se exato ou não quanto as suas informações proféticas, ou se Deus me dará saúde suficiente para adiar a canseira e o enfado que se aproximam de mim cinco anos à frente; antes que eu presuma que não valha apena falar para surdos ou a voz do meu canto se baixar e cessar, e eu não possa mais me fazer ser ouvido. Apesar de tudo, correndo com paciência, não contra o tempo, porque o Tempo é Deus mesmo; solicito ao Senhor e a todos quantos lerem este livro se assim nos for possível, que tenham pressa em divulgá-lo, uma vez que mesmo não se tendo alcançado um terço de terço sequer da mensagem do Apocalipse, não se fique surdo à Mesma Voz que diz: Eis que cedo venho! Presumindo eu estar fazendo a Vontade de Deus, inicio a construção de mais um livro aguardando que Deus seja glorificado nele e “O Apocalupse”, “O Apocalipse”, “O Explodir da Luz” chamado Jesus Cristo o Filho do Deus Vivo, seja lido, sentido, e visto por suas palavras, as quais certamente darão vida a estas mensagens e estas falas; falas de Deus em vaso de barro. MARANATA!

 APRESENTAÇÃO:

 Em se tratando de Apocalipse e sua interpretação mais aproximada da satisfatória, se recomendaria o observar que se trata da revelação de Nosso Senhor Jesus Cristo em palavras escritas. É extremamente importante que seja lembrado durante toda a leitura do livro que Jesus Cristo se manifesta “É”, sendo, presente, hoje, exatamente no momento em que as revelações são lidas ou ouvidas; “ERA” toda a tipologia, metáforas, analogias e figuras já foram usadas, acontecidas, experimentadas ou profetizadas antes; todas as ações do passado foram exatamente procedidas dele, e por ele; “HÁ DE VIR”, ou seja: há de ser manifesto, há de se descobrir, há de se compreender, há de se concluir ou se projetar no futuro; podendo todas as analogias, e figuras, e metáforas atuais e passadas se repetirem de forma mais real, mais abrangente ou de forma mais definitiva para sempre. Assim: Apocalipse não é um livro que faculte a nenhum leitor colocar a ordem cronológica de seus capítulos e presumir que cada episódio acontecerá capítulo após capítulo; haverá sempre uma roda dentro de outra roda e uma roda maior cheia de olhos por todos os lados. E numa linguagem mais simples: nada há de novo debaixo do sol. Aquilo que foi tornará a ser; aquilo que virá já foi num tempo passado do esquecimento humano; e tudo se repete como o nascer contínuo do sol e a renovação do dia em todas as manhãs; tudo nesta vida gira da direita para a esquerda em torno de si mesmo e em torno de alguma grandeza maior; até que o Mesmo Senhor Princípio seja O Senhor Fim de tudo na terra, no seu Hoje no seu Dia. Calcular o número da besta é lógico que se trata de um cálculo à altura e capacidade do homem; mas o dia e hora da volta de Jesus Cristo ninguém sabe. É um improviso de Deus. E o máximo de Deus que alcançamos é JESUS CRISTO-HOMEM; e Ele já disse que O Filho do Homem não sabe; ou seja: ainda não concretizou isto no futuro; está acima do que o Homem poderia compreender; cumpri-se á numa rapidez que os tempos humanos não alcançarão. Quanto à expressão “tempo, tempos e metade de tempo” fora posta exatamente para desvairar os cálculos humanos; e para que todos os tempos estivessem exatamente sob a Soberania de Deus, não de um calendário que ordenasse as ações de Deus. Quando se fala tempo determinado, ai, sim, quem tiver ouvidos para ouvir ou lhe for revelado, se lhes dará até mesmo dia e hora. Mas dentro de todos os tempos de Apocalipse, devemos considerar que Ele disse: O Filho do Homem virá à hora em que não penseis; vem como um laço sobre a terra. Em Ele voltando Hoje, será cedo para alguns e tarde demais para outros. Mas para quem tem ouvidos para ouvir Ele disse: Eis que CEDO Venho!

MARANATA! Ora Vem Senhor Jesus.

Não nos deixaremos ser levados em rodo com os projetos humanos de um mundo melhor, mais humano e mais próspero; o Senhor já nos preveniu que ajuntaríamos em celeiros, padejaríamos os nossos mais preciosos bens terrenos, mas não levaríamos nenhum deles daqui para ali. Já está escrito contra nossas possíveis ilusões de um mundo futuro melhor, nas palavras que nos advertiu: “Tu os padejarás e o vento os levará, e o tufão os espalhará; ma tu te alegrarás no Senhor e te gloriarás no santo de Israel”. O pior que nos aconteceria não seria morrer ou ser mortos, uma vez que haverá o tempo em que qualquer nos matar cuidará fazer um serviço a Deus. E, depois de Ismael contra Isaque, desde o ventre Jacó luta contra Esaú e Israel contra Edom; hoje isto refletido como se Alá estivesse contra Jeová e Maomé contra Cristo, e o Corão contra a Bíblia. Mas temos a fiel promessa que O Nosso Senhor, Salvador, e Redentor, no Seu Poder Total recebido no Céu e na Terra, nos garantiu, dizendo:

Porque eu, O Senhor teu Deus, te tomo pela tua mão direita; e te digo: Não temas, eu te ajudo. Não temas, tu vermezinho de Jacó, povozinho de Israel; eu te ajudo, diz O Senhor, e o teu redentor é o Santo de Israel.

Eis que te preparei trilho novo, que tem dentes agudos; aos montes trilharás e moerás; e aos outeiros tornarás como folhelho (pragana). Tu os padejarás e o vento os levará, e o tufão (redemoinho) os espalhará; mas tu te alegrarás no Senhor e te gloriarás no Santo de Israel.

Os aflitos e necessitados buscam águas, e não há, e a sua língua se seca de sede; eu o SENHOR os ouvirei, eu, o Deus de Israel não os desampararei. Abrirei rios em lugares altos, e fontes no meio dos vales; tornarei o deserto em tanques de águas, e a terra seca em mananciais. “Plantarei no deserto o cedro, a acácia, e a murta, e a oliveira; porei no ermo juntamente a faia, o pinheiro e o álamo; para que todos vejam, e saibam, e considerem, e juntamente entendam que a mão do Senhor fez isto, e o Santo de Israel o criou”.

Não nos deixaremos iludir com a tecnologia que se avoluma para ser usada contra tudo quanto se chama Deus e se adora. Não permitiremos que nos iludam com os objetivos naturais dos mestres do cristianismo sem cruz e sem cristos. O mundo está acabando, marchando para um fim inevitável. O Arrebatamento pode ser a qualquer momento e não desestruturará o sermão escatológico de Cristo. [Poderia ter sido a Mil Anos Atrás ou ser ainda num futuro ainda muito longe]. Em qualquer tempo que o Arrebatamento se cumprir, não alterará jamais o que saiu da boca de Deus. Ele disse: “Eis que Cedo Venho!”.

Temos aguardado O Arrebatamento para Hoje; ele será o maior de todos os bens para alguns, e um laço terrível para muitos outros. O Senhor virá como vem o ladrão à noite. Quando se acorda, a vítima já está roubada. Mas feliz o que entende de uma vez por todas que Cristo não tomará a sua Igreja de assalto; não disputará ela com outrem; não o fará por um assalto espetacular nem uma engenhosa batalha; será “um roubo, à noite”; o mais autêntico roubo. Felizes os que se fizeram pérolas escondidas num campo, tesouros intocáveis e ocultos, despojos preciosos do Homem mais Valente, e noivas de candeias mais brilhantes. Felizes os que foram santificados, e tornados santos porque O Senhor É.

Maranata!

O SERMÃO ESCATOLÓGICO

ÍNDICE

 I – QUESTIONÁVEIS:

 II – ÍNDICE DO SERMÃO ESCATOLÓGICO

 III – DETALHES ESCATOLÓGICOS

 IV – SERMÃO ESCATOLOGICO EM DANIEL

 V – SERMÃO ESCATOLÓGIDO EM MATEUS

 VI – SERMÃO ESCATOLÓGICO EM MARCOS

 VII – SERMÃO ESCATOLÓGICO EM LUCAS

 VIII – SERMÃO ESCATOLÓGICO EM ROMANOS

 IX – SERMÃO ESCATOLÓGICO EM APOCALIPSE

 X – HISTÓRICO TEOLÓGICO E ESCATOLÓGICO

 XI – SERMÃO ESCATOLÓGICO

 XII – REFLEXÕES:

 XIII – CHAVE BÍBLICA

 I – QUESTIONÁVEIS:

 Venceu para abrir o livro o livro e desatar os selos. Mesmo se considerando que o tempo de Deus não é o nosso e que Deus não necessita de calendário humano para fazer ou ter feito o bem dentro de seu Tempo e Dia Eternos; “vencer para abrir o livro” rege uma sequência cumprindo-se ou a cumprir-se e por se cumprir, afunilando para caber no nosso tempo; assim que ele ressuscitou pode como vitorioso Abrir o Selo. Ficaria assim se esquecêssemos do Cordeiro morto desde a fundação do mundo e do rol de membros.

 

Quando começou o Novo Testamento? Sempre que estamos em discussão ou contendas e demandas em relação a Lei, e nela usos e costumes, necessitamos delinear ou delimitar entre os Testamentos. Contendemos muito para estabelecer se o que Jesus Cristo falou estava no Velho ou no Novo Testamento. E desde o coral de anjos, ou antes, desde a anunciação de João Batista e Maria, até o cálice no sangue, está consumado ou o momento de ressurreição oculto aos olhos humanos; julgamos tudo isto, e nos esquecemos do eterno.

 

Acerca daquele dia e hora ninguém sabe. Não bastou aos nossos exegetas Jesus Cristo dizer que será um dia de improviso. Não pararam para pensar neste dia, nesta palavra, esconderam-se na metáfora em decorrência dos limites das expressões idiomáticas e pensaram tratar-se somente de uma forma de nos incitar à porfia ou modelar-nos pressurosos a isto. Mas faz bem ao prudente pensar que quando Deus improvisa, pode ser igual a criar uma coisa nova, conforme foi registrados nas Escrituras Sagradas.

 

E houve silêncio no Céu por quase meia hora. São três elementos de difícil definição: Silêncio, Céu, e hora, tempo. Esse grito silencioso fica acima de sons e palavras. Mas aconteceu. Quando da terra olhamos o universo em volta, nada ouvimos do que resta longe de nós, mesmo sabendo que estrelas emitem sons e que o deslocamento dos astros, planetas, meteoros ou meteoritos emitem sons tanto acima quanto abaixo do limite de nossa capacidade de percepção auditiva. Então, alcançamos a admissão de silêncio nos Céus pelo indescritível humano.

 

Vindo de Grande Tribulação; e vindo da grande tribulação. Os participantes da Grande Tribulação sofrerão por meio dela a separação ou efeitos da separação do homem com Deus. A grande Tribulação não purificará nem aperfeiçoará ninguém, será exatamente contra os que tiveram tempo de buscar ao Senhor e se deixaram perder dele. Mas os que sofreram grandes tribulações por causa do nome do Senhor, para ser santo nele, certamente se purificarão e serão luz com a sua luz para sempre.

Cumprir-se-á o segredo de Deus com os homens. Quando exegetas tentem falar sobre esse segredo de Deus, costumam afirmar que é o arrebatamento da Igreja. Mas o teu Pai que de vê em secreto, que te olha em secreto, que te ouve em secreto tem algo secreto a revelar aos homens como se tivera sido além do que está escrito. Mas o homem será transformado ou revestido no ser que entendeu ser.

 

II – ÍNDICE DO SERMÃO ESCATOLÓGICO

 

001 – O Livro Selado:

002 – A Palavra Selada:

003 – É, Era, e Há de Vir:

004 – As Sete Igrejas da Ásia:

005 – 1º Selo:

006 – 2º Selo:

007 – 3º Selo:

008 – 4º Selo:

009 – 5º Selo:

010 – A Besta Que Emerge do Mar:

011 – O Arrebatamento:

012 – 6º Selo:

013 – Grandes Abalos:

014 – Os Quatro Ventos:

015 – Os Assinalados:

016 – A Besta Que Emerge da Terra:

017 – Cai O Catolicismo:

018 – A Grande Babilônia:

019 – 7º Selo:

020 – Paz e Segurança:

021 – Repentina Destruição:

022 – A 1ª Trombeta:

023 – A 2ª Trombeta:

024 – A 3ª Trombeta:

025 – A 4ª Trombeta:

026 – A 5ª Trombeta:

027 – O Tormento dos Gafanhotos:

028 – A 6ª Trombeta

029 – Jesus Aparece Como Um Anjo:

030 – Tempo Abreviado:

031 – Os Sete Trovões: (O Segredo de Deus)

032 – As Duas Testemunhas:

033 – Morrem As Duas Testemunhas:

034 – A Ressurreição:

035 – A Restauração da Fé:

036 – O Fim do Tempo dos Gentios:

037 – A Mulher e O Dragão:

038 – 144 Mil Completos Reinando Com Cristo

039 – A Grande Multidão:

040 – A Ceia do Cordeiro:

041 – Caem As Escamas dos Judeus:

042 – A Queda de Babilônia:

043 – Precipitado do Céu:

044 – A Pedra Cortada Sem Mãos:

045 – Satanás Preso:

046 – Milênio; Paz Milenar:

047 – Do Éden Às Trevas:

048 – Fim do Milênio:

049 – A Congregação Má:

050 – Gogue e Magogue:

051 – Os Remanescentes:

052 – As Tranqueiras:

053 – A 7ª Trombeta:

054 – A 1ª Salva Ou Taça:

055 – A 2ª Salva Ou Taça:

056 – A 3ª Salva Ou Taça:

057 – A 4ª Salva Ou Taça:

058 – A 5ª Salva Ou Taça:

059 – A 6ª Salva Ou Taça:

060 – A Batalha Do Armagedom:

061 – A 7ª Salva Ou Taça:

062 – A Ceifa e A Vidima:

063 – A Ceia do Grande Deus:

064 – O Lagar de Sangue:

065 – O Lago de Fogo:

066 – Assopro da Boca de Deus:

067 – A Espada da Boca de Deus:

068 – O Trono Branco:

069 – O Juízo Final:

070 – Vinde, Benditos!:

071 – A Visão dos Salvos:

072 – O Novo Céu e A Nova Terra:

073 – A Nova Jerusalém:

074 – A Felicidade Eterna:

075 – Eis Que Cedo Venho:

076 – Maranata:

077 – Sim, e Amém:

 

III – DETALHES ESCATOLÓGICOS

001 – Escatologia: O Pó volte a terra como era e o espírito a Deus que o deu; Ec.12:1-9.

002 – O Livro Selado: Ninguém foi achado digno de ler, nem de olhar para ele; Ap.5:1-5.

003 – A Palavra Selada: Fecha estas palavras e sela este livro, até ao fim; Dn.12:1-4.

004 – É, Era, e Há de Vir: Escreve da parte daquele que é, e que era, e que há de vir; Ap.1:1-8.

005 – As Sete Igrejas da Ásia: As que tens visto, que são, e as que depois vão acontecer: Ap.1:19-20.

006 – 1º Selo; Cavalo Branco: Sobre ele um arco e uma coroa; saiu pra vencer; Ap.6:1-2.

007 – 2º Selo: Cavalo Vermelho: Pra tirar a paz da terra e se matassem; grande espada. Ap.6:3-4.

008 – 3º Selo: Cavalo Preto: A medida; trigo por 1 dinheiro; 3 de cevada por 1; azeite; Ap.6:5-6.

009 – 4º Selo: Cavalo Amarelo: Morte; inferno o seguia; pra matar 4ª parte, com espada; Ap.6:7-8.

010 – 5º Selo: Almas sob O Altar: Ninguém subiu ao céu, senão o que desceu do céu; Ap.6:9-11.

011 – O Arrebatamento: Daquele dia e hora ninguém sabe; nem mesmo O Filho; Mt.24:36-37.

012 – 6º Selo: Grande tremor; sol negro como saco de cilício, e a lua como sangue. Ap.5:12-17.

013 – Grandes Abalos: Homem desmaia de terror, na expectação que sobrevirá ao mundo. Lc.21:25-26.

014 – Os Quatro Ventos; 4 anjos sobre 4 cantos da terra, retendo 4 ventos da terra; Ap.7:1-3.

015 – Os Assinalados: Até que hajamos assinalado na testa os servos do nosso Deus; Ap.7:1-8.

016 – A Besta Subiu do Mar: 7 cabeças, 10 chifres, 10 diademas, nome blasfemo; Ap.13:1-10.

017 – A Besta que Subiu da Terra: Faz grandes sinais, até fogo faz descer do céu a terra; Ap.13:11-14.

018 – A Besta 666: Somente poderá comprar, e vender, quem tiver o sinal e número; Ap.13:15-18.

019 – O Domínio do Anticristo: Deus manda a operação do erro, e que creiam a mentira; 2Ts.2:7-12.

020 – Cai O Catolicismo: Os 10 da besta aborrecerão a prostituta, porão desolada e nua; Ap.17:16-17.

021 – A Nova Era Assume: A mulher a grande cidade reina sobre os reis da terra; Ap.17:13-18.

022 – A Grande Babilônia: Caiu! A grande Babilônia se tornou morada de demônios; Ap.18:1-4.

023 – 7º Selo: E, havendo aberto o 7º selo, fez-se silêncio no céu quase por meia hora; Ap.8:1-6.

024 – Paz e Segurança: O valente guarda, armado, sua casa, seguro está tudo quanto tem; Lc.11:21-22.

025 – Repentina Destruição: Como o ladrão de noite; ao dizerem há paz e segurança; ITs.5:1-3.

026 – A 1ª Trombeta: Fogo com sangue, na terra queimada num 1/3 árvores e erva;          Ap.8:6-7.

027 – A 2ª Trombeta: Grande monte em fogo, em sangue 1/3 do mar. Morre 1/3 no mar; Ap.8:8-9.

028 – A 3ª Trombeta: 1/3 das águas torna-se absinto, homens morreram das águas; Ap.8:10-11.

029 – A 4ª Trombeta: Ferida 1/3 do sol, da lua, das estrelas, e escuro 1/3 do dia; é 1º Ai; Ap.8:12-13.

030 – A 5ª Trombeta: A fumaça escurece o sol e o ar; gafanhotos como escorpiões; Ap.9:1-12.

031 – O Tormento dos Gafanhotos: Homem busca a morte, não acha; deseja morrer; Ap.9:1-6.

032 – A 6ª Trombeta: Cavalos com cauda de serpentes, com cabeça de homem; Ap.9:13-21.

033 – Jesus Aparece Anjo: Vestido de nuvem; com o arco celeste; rosto como o sol; Ap.10:1-4.

034 – Tempo Abreviado: Jurou por Aquele que Vive para sempre, não haveria demora; Ap.10:5-6.

035 – Sem Demora: E jurou, que depois de um tempo, de tempos e metade de um tempo, Dn.12:6-7.

036 – Os Sete Trovões: Uma voz dizia: Sela o que os sete trovões falaram e não escrevas. Ap.10:3-4.

037 – As 2 Testemunhas: Estas são as 2 Oliveiras e os 2 Castiçais que estão diante de Deus; Ap.11:1-4.

038 – Morrem as 2 Testemunhas: Besta sobe do abismo e fará guerra, as vencerá, e matará. Ap.11:5-10.

039 – A Ressurreição das Testemunhas: Depois daqueles 3/2 dias o espírito entra neles; Ap.11:11-12.

040 – Deram glória ao Deus do Céu: Muito atemorizados com o terremoto; é 2º e.3ºAi; Ap.11:13-14.

041 – A Restauração da Fé: Tu, cortado do zambujeiro, enxertado; quanto mais os, natos; Rm.11:1-32.

042 – Finda O Tempo dos Gentios: Jerusalém pisada, até que os tempos se completem; Lc.21:24-24.

043 – A Mulher e O Dragão: Ele parou diante da que ia de dar à luz, e tragar filho. É 4ºAi; Ap.12:1-17.

044 – 144.000 Comprados da terra em sua testa tinham escrito o nome dele e o de seu Pai. Ap.14:1-5.

045 – A Grande Multidão: Estes vieram de grande tribulação, lavaram as suas no sangue; Ap.7:9-17.

046 – A Ceia do Cordeiro: Bem-aventurados aqueles que são chamados às do Cordeiro. Ap.19:7-9.

047 – Cântico Novo: Cantavam um cântico novo diante do trono, dos 4 animais e anciãos; Ap.14:1-5.

048 – Caem As Escamas dos Judeus: Sua queda, riqueza do mundo; diminuição, gentios; Rm.11:1-32.

049 – Pedra Cortada sem Mãos: Feriu a estátua nos pés de ferro e barro; é 5ºAi Ap18:10             Dn.2:30-45.

050 – Queda de Babilônia: Julgou a grande prostituta; cumpre-se o 6º Ai. Ap.18:16, 7ºAi.Ap18:19        Ap.19:1-6.

051 – Precipitado do Céu: O grande dragão, antiga serpente, o diabo, Satanás que engana; Ap.12:8-9.

052 – A Primeira Ressurreição. Bem-aventurado aquele que tem parte na 1ª ressurreição. Ap.20:4-6.

053 – Satanás Preso: E prendeu o dragão, antiga serpente, diabo e Satanás, por mil anos. Ap.20:1-3.

054 – O Milênio: A terra assolada ficou como Jardim do Éden; fortalecida e habitada. Ez.36:33-38.

055 – Fim do Milênio: Acabando-se mil anos, Satanás é solto da sua prisão; sai a enganar; Ap.20:7-9.

056 – Do Éden às Trevas: A terra diante dele é um jardim do Éden, atrás dele, deserto; Jl.2:1-3.

057 – Negam A Fé: Gogue e Magogue, número como a areia do mar, ajuntar em batalha. Ap.20:7-8.

058 – A Congregação Má: Eles vão ao encontro dos reis de todo o mundo para a batalha; Ap.16:13-14.

059 – Gogue e Magogue: Cujo número é como a areia do mar, para ajuntá-la em batalha. Ap.20:8-9.

060 – Aves Convocadas: Para comer carne dos reis, tribunos, fortes, livres, e servos; Ap.19:17-21.

061 – Os Remanescentes: Ainda o número como areia do mar, o remanescente é salvo. Rm.9:22-29.

062 – As Tranqueiras: As ruas e tranqueiras se reedificarão, mas em tempos angustiosos. Dn.9:25-27.

063 – A Verdade Lançada por Terra: E lançou a verdade por terra; fez isso e prosperou; Dn.8:8-12.

064 – Morrem Os Fiéis: Se leva em cativeiro, irá; se matar à espada, que seja morto.         Ez.7:1-11.

065 – A 7ª Trombeta: Está feito; grande voz do templo e do trono, dizendo: Está feito! Ap.16:17-21.

066 – A 1ª Salva ou Taça: Fez-se chaga má e maligna nos que tinham o sinal da besta; Ap.16:1-2.

067 – A 2ª Salva ou Taça: O mar se tornou em sangue de um morto, morreu toda alma; Ap.16:v-3.

068 – A 3ª Salva ou Taça: Derramou a taça nos rios, e fontes e se tornaram em sangue; Ap.16:4-7.

069 – A 4ª Salva ou Taça: Permitido que abrasasse com fogo e calores, e blasfemaram; Ap.16:8-9.

070 – A 5ª Salva ou Taça: Reino tenebroso; os homens mordiam a língua de dor e chagas; Ap.16:10-11.

071 – A 6ª Salva ou Taça: Rio Eufrates; secou-se, a que preparasse caminho dos reis do Oriente. Ap.16:12-16.

072 – A Batalha do Armagedom: Congregaram no lugar que se chama Armagedom. Ap.16:16-20.

073 – A 7ª Salva ou Taça: A grande cidade fendeu-se em três partes, da grande Babilônia; Ap.16:17-21.

074 – O Encontro dos Reis do Mundo: Para congregar à batalha, naquele grande Dia; Ap.16:v-14.

075 – Congregados em Megido: Será grande pranto como o de Hadade-Rimom no vale; Ap.16:v-16.

076 – Pre Armagedom: Reunir pra fazer guerra ao que estava assentado sobre o cavalo. Ap.19:v-19.

077 – Guerra contra Cristo e Igreja: Por seu entendimento, prosperará o engano na mão; Dn.8:v-25.

078 – Cercam O Arraial dos Santos: Ao virdes Jerusalém cercada sabei, é a sua desolação. Lc.21:20-24.

079 – A Ceifa e A Vindima: Mortos pela espada da boca do assentado sobre o cavalo; Ap.19:v-21.

080 – A Ceia do Grande Deus: Todas as aves pelo meio do céu: Vinde, ajuntai-vos à ceia; Ap.19:17-18.

081 – O Lagar de Sangue: Saiu sangue do lagar até aos freios dos cavalos, 1600 estádios. Ap.14:19-20.

082 – Lançados Vivos no Lago de Fogo: O diabo que enganava, a besta e o falso profeta; Ap.20:v-9.

083 – O Lago de Fogo: A morte e o inferno foram lançados no lago. Esta é a 2ª morte. Ap.20:9-10.

084 – O Assopro da Boca de Deus: Revelará o iníquo que O Senhor desfará e aniquilará; 2Ts:2:v-8.

085 – A Palavra Como Espada: Isto diz Aquele que tem a espada aguda de dois fios: Ap.1:16;2:12.

086 – Fogem de Deus Terra e Céu: Não se achou lugar para eles; mortos grandes e pequenos. Ap.20:v-11.

087 – O Trono Branco: E vi um grande trono branco e O Que estava assentado sobre ele. Ap.20:11-12.

088 – Abrem-se Os Livros: Abriu-se outro livro, o da vida. Mortos julgados pelos escritos; Ap.20:v-12.

089 – O Juízo Final: E foram julgados, cada um segundo as suas obras. Mt.25:14-46. Ap.20:v-12.

090 – Vinde, Benditos! Possui por herança o reino que vos está preparado desde a fundação do mundo. Mt.25:v-34.

091 – Apartai-Vos de Mim, Malditos! Para o fogo eterno preparado pro Diabo e anjos. Mt.25:v-41.

092 – O Novo Céu e A Nova Terra: Porque já o 1º céu e a 1ª terra passaram, e o mar; Ap.21:v-1.

093 – A Nova Jerusalém: Mostrou a grande cidade, a santa Jerusalém, que descia do céu. Ap.21:v-9.

094 – A Felicidade Eterna: Ali nunca haverá maldição; ali o trono de Deus e do Cordeiro; Ap.22:1-2.

095 – Eis Que Cedo Venho: Guarda o que tu tens para que ninguém tome a tua coroa. Ap.22:20-21.

096 – Maranata: O Espírito e a Esposa dizem: Vem! Quem ouça diga Vem! Amém. Ap.22:v-20.

097 – Sim, e Amém: Ora vem Senhor Jesus! Ele vem Hoje! Certamente nos arrebatará. Ap.22:20-21.

098 – Reflexões: Como foi nos dias de Noé, assim será a vinda do Filho do Homem; Mt.24:36-44.

099 – Reflexões: Como foi em Sodoma e Gomorra, será a vinda do Filho do Homem; Jd.1:v-7.

100 – Reflexões: Será tomado um e deixado o outro será levada uma e deixada outra; Mt.24:40-41.

IV – SERMÃO ESCATOLOGICO EM DANIEL

Entender a Visão: Estando eu ainda falando, e orando, e confessando o meu pecado e o pecado do meu povo Israel, e lançando a minha súplica perante a face do Senhor, meu Deus, pelo monte santo do meu Deus, estando eu, digo, ainda falando na oração, o varão Gabriel, que eu tinha visto na minha visão ao princípio, veio voando rapidamente e tocou-me à hora do sacrifício da tarde. E me instruiu, e falou comigo, e disse: Daniel, agora, saí para fazer-te entender o sentido. No princípio das tuas súplicas, saiu a ordem, e eu vim, para to declarar, porque és mui amado; toma, pois, bem sentido na palavra e entende a visão.

 

Setenta Semanas estão determinadas sobre o teu povo e sobre a tua santa cidade, para extinguir a transgressão, e dar fim aos pecados, e expiar a iniqüidade, e trazer a justiça eterna, e selar a visão e a profecia, e ungir o Santo dos santos.

 

Restauração de Jerusalém: Sabe e entende: desde a saída da ordem para restaurar e para edificar Jerusalém, até ao Messias, o Príncipe, sete semanas e sessenta e duas semanas; as ruas e as tranqueiras se reedificarão, mas em tempos angustiosos.

 

Tirado O Messias: E, depois das sessenta e duas semanas, será tirado o Messias e não será mais; e o povo do príncipe, que há de vir, destruirá a cidade e o santuário, e o seu fim será com uma inundação; e até ao fim haverá guerra; estão determinadas assolações.

 

Asas das Abominações: E ele firmará um concerto com muitos por uma semana; e, na metade da semana, fará cessar o sacrifício e a oferta de manjares; e sobre a asa das abominações virá o assolador, e isso até à consumação; e o que está determinado será derramado sobre o assolador.

 

Uma Guerra Prolongada: No ano terceiro de Ciro, rei da Pérsia, foi revelada uma palavra a Daniel, cujo nome se chama Beltessazar; e a palavra é verdadeira e trata de uma guerra prolongada; e ele entendeu essa palavra e teve entendimento da visão. Naqueles dias, eu, Daniel, estive triste por três semanas completas. Manjar desejável não comi, nem carne nem vinho entraram na minha boca, nem me ungi com ungüento, até que se cumpriram as três semanas.

 

O Homem Vestido de Linho: E, no dia vinte e quatro do primeiro mês, eu estava à borda do grande rio Hidéquel; e levantei os meus olhos, e olhei, e vi um homem vestido de linho, e os seus lombos, cingidos com ouro fino de Ufaz. E o seu corpo era como turquesa, e o seu rosto parecia um relâmpago, e os seus olhos, como tochas de fogo, e os seus braços e os seus pés, como cor de bronze açacalado; e a voz das suas palavras, como a voz de uma multidão.

 

E só eu, Daniel, vi aquela visão; os homens que estavam comigo não a viram; não obstante, caiu sobre eles um grande temor, e fugiram, escondendo-se. Fiquei, pois, eu só e vi esta grande visão, e não ficou força em mim; e transmudou-se em mim a minha formosura em desmaio, e não retive força alguma. Contudo, ouvi a voz das suas palavras; e, ouvindo a voz das suas palavras, eu caí com o meu rosto em terra, profundamente adormecido.

 

E eis que uma mão me tocou e fez que me movesse sobre os meus joelhos e sobre as palmas das minhas mãos. E me disse: Daniel, homem mui desejado, está atento às palavras que te vou dizer e levanta-te sobre os teus pés; porque eis que te sou enviado. E, falando ele comigo esta palavra, eu estava tremendo.

 

Então, me disse: Não temas, Daniel, porque, desde o primeiro dia, em que aplicaste o teu coração a compreender e a humilhar-te perante o teu Deus, são ouvidas as tuas palavras; e eu vim por causa das tuas palavras. Mas o príncipe do reino da Pérsia se pôs defronte de mim vinte e um dias, e eis que Miguel, um dos primeiros príncipes, veio para ajudar-me, e eu fiquei ali com os reis da Pérsia. Agora, vim para fazer-te entender o que há de acontecer ao teu povo nos derradeiros dias; porque a visão é ainda para muitos dias.

 

Ele me tocou os lábios: E, falando ele comigo essas palavras, abaixei o meu rosto e emudeci. E eis que uma como semelhança dos filhos dos homens me tocou os lábios; então, abri a minha boca, e falei, e disse àquele que estava diante de mim: Senhor meu, por causa da visão, sobrevieram-me dores, e não me ficou força alguma. Como, pois, pode o servo deste meu senhor falar com aquele meu senhor? Porque, quanto a mim, desde agora não resta força em mim, e não ficou em mim fôlego.

 

Tocou Outra Vez: E uma como semelhança de um homem me tocou outra vez e me confortou. E disse: Não temas, homem mui desejado! Paz seja contigo! Anima-te, sim, anima-te! E, falando ele comigo, esforcei-me e disse: Fala, meu senhor, porque me confortaste.

 

E disse: Sabes por que eu vim a ti? Eu tornarei a pelejar contra o príncipe dos persas; e, saindo eu, eis que virá o príncipe da Grécia. Mas eu te declararei o que está escrito na escritura da verdade; e ninguém há que se esforce comigo contra aqueles, a não ser Miguel, vosso príncipe.

 

Eu, pois, no primeiro ano de Dario, medo, levantei-me para o animar e fortalecer. E, agora, te declararei a verdade: Eis que ainda três reis estarão na Pérsia, e o quarto será cumulado de grandes riquezas mais do que todos; e, esforçando-se com as suas riquezas, agitará todos contra o reino da Grécia.

 

Quatro Ventos do Céu: Depois, se levantará um rei valente, que reinará com grande domínio e fará o que lhe aprouver. Mas, estando ele em pé, o seu reino será quebrado e será repartido para os quatro ventos do céu; mas não para a sua posteridade, nem tampouco segundo o poder com que reinou, porque o seu reino será arrancado e passará a outros. E se fortalecerá o rei do Sul, e um de seus príncipes; e este se fortalecerá mais do que ele e reinará, e domínio grande será o seu domínio.

 

Mas, ao cabo de anos, eles se aliarão; e a filha do rei do Sul virá ao rei do Norte para fazer um tratado; mas não conservará a força de seu braço; nem ele persistirá, nem o seu braço, porque ela será entregue, e os que a tiverem trazido, e seu pai, e o que a fortalecia naqueles tempos.

 

Mas, do renovo das suas raízes, um se levantará em seu lugar, e virá com o exército, e entrará nas fortalezas do rei do Norte, e operará contra elas, e prevalecerá. E também, os seus deuses com a multidão das suas imagens e com os seus utensílios preciosos de prata e ouro, os levarão cativos para o Egito; e, por alguns anos, ele persistirá contra o rei do Norte.

 

E entrará no reino do rei do Sul e tornará para a sua terra. Mas seus filhos intervirão e reunirão grande número de exércitos; e um deles virá apressadamente, e inundará, e passará; e, voltando, levará a guerra até à sua fortaleza.

 

Então, o rei do Sul se exasperará, e sairá, e pelejará contra ele, contra o rei do Norte; ele porá em campo grande multidão, e a multidão será entregue em suas mãos. E, aumentando a multidão, o seu coração se exaltará; mas, ainda que derribará muitos milhares, não prevalecerá.

 

Porque o rei do Norte tornará, e porá em campo uma multidão maior do que a primeira, e, ao cabo de tempos, isto é, de anos, virá à pressa com grande exército e com muita fazenda. E, naqueles tempos, muitos se levantarão contra o rei do Sul; e os filhos dos prevaricadores do teu povo se levantarão para confirmar a visão; mas eles cairão.

 

E o rei do Norte virá, e levantará baluartes, e tomará a cidade forte; e os braços do Sul não poderão subsistir, nem o seu povo escolhido, pois não haverá força que possa subsistir. O que, pois, há de vir contra ele fará segundo a sua vontade, e ninguém poderá permanecer diante dele; e estará na terra gloriosa, e por sua mão se fará destruição.

E porá o seu rosto para vir com a força de todo o seu reino, e com ele os retos, e fará o que lhe aprouver; e lhe dará uma filha das mulheres, para a corromper; mas ela não subsistirá, nem será para ele.

 

Depois, virará o seu rosto para as ilhas e tomará muitas; mas um príncipe fará cessar o seu opróbrio contra ele e ainda fará tornar sobre ele o seu opróbrio.

 

Virará, então, o seu rosto para as fortalezas da sua própria terra, mas tropeçará, e cairá, e não será achado. E, em seu lugar, se levantará quem fará passar um arrecadador pela glória real; mas em poucos dias será quebrantado, e isso sem ira e sem batalha.

 

Um Homem Vil: Depois, se levantará em seu lugar um homem vil, ao qual não tinham dado a dignidade real; mas ele virá caladamente e tomará o reino com engano. E, com os braços de uma inundação, serão arrancados de diante dele; e serão quebrantados, como também o príncipe do concerto.

 

E, depois do concerto com ele, usará de engano; e subirá e será fortalecido com pouca gente. Virá também caladamente aos lugares mais férteis da província e fará o que nunca fizeram seus pais, nem os pais de seus pais; repartirá entre eles a presa, e os despojos, e a riqueza e formará os seus projetos contra as fortalezas, mas por certo tempo. E suscitará a sua força e o seu coração contra o rei do Sul, com um grande exército, e o rei do Sul se envolverá na guerra com um grande e mui poderoso exército; mas não subsistirá, porque formarão projetos contra ele. E os que comerem os seus manjares o quebrantarão; e o exército dele se derramará, e cairão muitos traspassados.

 

Também esses dois reis terão o coração atento para fazerem o mal e a uma mesma mesa falarão a mentira; ela, porém, não prosperará, porque o fim há de ser no tempo determinado. Então, tornará para a sua terra com grande riqueza, e o seu coração será contra o santo concerto; e fará o que lhe aprouver e tornará para a sua terra.

 

No tempo determinado, tornará a vir contra o Sul; mas não será na última vez como foi na primeira. Porque virão contra ele navios de Quitim, que lhe causarão tristeza; e voltará, e se indignará contra o santo concerto, e fará como lhe apraz; e ainda voltará e atenderá aos que tiverem desamparado o santo concerto.

 

A Abominação Desoladora: E sairão a ele uns braços, que profanarão o santuário e a fortaleza, e tirarão o contínuo sacrifício, estabelecendo a abominação desoladora. E aos violadores do concerto ele, com lisonjas, perverterá, mas o povo que conhece ao seu Deus se esforçará e fará proezas.E os sábios entre o povo ensinarão a muitos; todavia, cairão pela espada, e pelo fogo, e pelo cativeiro, e pelo roubo, por muitos dias.

 

Provados, Purificados, e Embranquecidos: E, caindo eles, serão ajudados com pequeno socorro; mas muitos se ajuntarão a eles com lisonjas. E alguns dos sábios cairão para serem provados, e purificados, e embranquecidos, até ao fim do tempo, porque será ainda no tempo determinado.

 

Contra O Deus dos deuses: E esse rei fará conforme a sua vontade, e se levantará, e se engrandecerá sobre todo deus; e contra o Deus dos deuses falará coisas incríveis e será próspero, até que a ira se complete; porque aquilo que está determinado será feito. E não terá respeito aos deuses de seus pais, nem terá respeito ao amor das mulheres, nem a qualquer deus, porque sobre tudo se engrandecerá. Mas ao deus das fortalezas honrará em seu lugar; e a um deus a quem seus pais não conheceram honrará com ouro, e com prata, e com pedras preciosas, e com coisas agradáveis. E haver-se-á com os castelos fortes com o auxílio do deus estranho; aos que o reconhecerem multiplicará a honra, e os fará reinar sobre muitos, e repartirá a terra por preço.

 

E, no fim do tempo, o rei do Sul lutará com ele, e o rei do Norte o acometerá com carros, e com cavaleiros, e com muitos navios; e entrará nas terras, e as inundará, e passará. E entrará também na terra gloriosa, e muitos países serão derribados, mas escaparão das suas mãos estes:

 

Edom, e Moabe, e as primícias dos filhos de Amom. E estenderá a sua mão às terras, e a terra do Egito não escapará. E apoderar-se-á dos tesouros de ouro e de prata e de todas as coisas desejáveis do Egito; e os líbios e os etíopes o seguirão.

 

Mas os rumores do Oriente e do Norte o espantarão; e sairá com grande furor, para destruir e extirpar a muitos. E armará as tendas do seu palácio entre o mar grande e o monte santo e glorioso; mas virá ao seu fim, e não haverá quem o socorra.

 

Um Tempo de Angústia: E, naquele tempo, se levantará Miguel, o grande príncipe, que se levanta pelos filhos do teu povo, e haverá um tempo de angústia, qual nunca houve, desde que houve nação até àquele tempo; mas, naquele tempo, livrar-se-á o teu povo, todo aquele que se achar escrito no livro.

 

Ressuscitar para a Vida Eterna: E muitos dos que dormem no pó da terra ressuscitarão, uns para a vida eterna e outros para vergonha e desprezo eterno. Os sábios, pois, resplandecerão como o resplendor do firmamento; e os que a muitos ensinam a justiça refulgirão como as estrelas, sempre e eternamente.

 

A Ciência se Multiplicará: E tu, Daniel, fecha estas palavras e sela este livro, até ao fim do tempo; muitos correrão de uma parte para outra, e a ciência se multiplicará.

 

Um Tempo, de Tempos e Metade de Um Tempo E eu, Daniel, olhei, e eis que estavam outros dois, um desta banda, à beira do rio, e o outro da outra banda, à beira do rio. E ele disse ao homem vestido de linho, que estava sobre as águas do rio: Que tempo haverá até ao fim das maravilhas?E ouvi o homem vestido de linho, que estava sobre as águas do rio, quando levantou a sua mão direita e a sua mão esquerda ao céu e jurou, por aquele que vive eternamente, que depois de um tempo, de tempos e metade de um tempo, e quando tiverem acabado de destruir o poder do povo santo, todas essas coisas serão cumpridas.

 

Seladas Até ao Tempo do Fim: Eu, pois, ouvi, mas não entendi; por isso, eu disse: Senhor meu, qual será o fim dessas coisas? E ele disse: Vai, Daniel, porque estas palavras estão fechadas e seladas até ao tempo do fim.

 

Os Sábios Entenderão: Muitos serão purificados, e embranquecidos, e provados; mas os ímpios procederão impiamente, e nenhum dos ímpios entenderá, mas os sábios entenderão.

 

Haverá Mil Duzentos e Noventa Dias: E, desde o tempo em que o contínuo sacrifício for tirado, e posta a abominação desoladora, haverá mil duzentos e noventa dias. Bem-aventurado o que espera e chega até mil trezentos e trinta e cinco dias. – Tu, porém, vai até ao fim; porque repousarás e estarás na tua sorte, no fim dos dias.

 

V – SERMÃO ESCATOLÓGICO EM MATEUS

 

Pedra Sobre Pedra: E, quando Jesus ia saindo do templo, aproximaram-se dele os seus discípulos para lhe mostrarem a estrutura do templo. Jesus, porém, lhes disse: Não vedes tudo isto? Em verdade vos digo que não ficará aqui pedra sobre pedra que não seja derribada.

 

O Fim do Mundo: E, estando assentado no monte das Oliveiras, chegaram-se a ele os seus discípulos, em particular, dizendo: Dize-nos quando serão essas coisas e que sinal haverá da tua vinda e do fim do mundo? E Jesus, respondendo, disse-lhes: Acautelai-vos, que ninguém vos engane, porque muitos virão em meu nome, dizendo: Eu sou o Cristo; e enganarão a muitos.

 

Rumores de Guerras: E ouvireis de guerras e de rumores de guerras; olhai, não vos assusteis, porque é mister que isso tudo aconteça, mas ainda não é o fim.

 

O Princípio das Dores: Porquanto se levantará nação contra nação, e reino contra reino, e haverá fomes, e pestes, e terremotos, em vários lugares. Mas todas essas coisas são o princípio das dores.

 

Falsos Profetas: Então, vos hão de entregar para serdes atormentados e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as gentes por causa do meu nome. Nesse tempo, muitos serão escandalizados, e trair-se-ão uns aos outros, e uns aos outros se aborrecerão. E surgirão muitos falsos profetas e enganarão a muitos.

 

Pregado em Todo O Mundo: E, por se multiplicar a iniqüidade, o amor de muitos se esfriará. Mas aquele que perseverar até ao fim será salvo. E este Evangelho do Reino será pregado em todo o mundo, em testemunho a todas as gentes, e então virá o fim.

 

A Abominação da Desolação Quando, pois, virdes que a abominação da desolação, de que falou o profeta Daniel, está no lugar santo (quem lê, que atenda*), então, os que estiverem na Judéia, que fujam para os montes; e quem estiver sobre o telhado não desça a tirar alguma coisa de sua casa; e quem estiver no campo não volte atrás a buscar as suas vestes.

 

Grande Aflição: Mas ai das grávidas e das que amamentarem naqueles dias! E orai para que a vossa fuga não aconteça no inverno nem no sábado, porque haverá, então, grande aflição, como nunca houve desde o princípio do mundo até agora, nem tampouco haverá jamais. E, se aqueles dias não fossem abreviados, nenhuma carne se salvaria; mas, por causa dos escolhidos, serão abreviados aqueles dias.

 

Falsos Profetas: Então, se alguém vos disser: Eis que o Cristo está aqui ou ali, não lhe deis crédito, porque surgirão falsos cristos e falsos profetas e farão tão grandes sinais e prodígios, que, se possível fora, enganariam até os escolhidos. Eis que eu vo-lo tenho predito.

 

Como O Relâmpago: Portanto, se vos disserem: Eis que ele está no deserto, não saiais; ou: Eis que ele está no interior da casa, não acrediteis. Porque, assim como o relâmpago sai do oriente e se mostra até ao ocidente, assim será também a vinda do Filho do Homem.

 

Cadáveres e Águias: Pois onde estiver o cadáver, aí se ajuntarão as águias.

 

Potências dos Céus Abaladas: E, logo depois da aflição daqueles dias, o sol escurecerá, e a lua não dará a sua luz, e as estrelas cairão do céu, e as potências dos céus serão abaladas.

 

Os Quatro Ventos: Então, aparecerá no céu o sinal do Filho do Homem; e todas as tribos da terra se lamentarão e verão o Filho do Homem vindo sobre as nuvens do céu, com poder e grande glória. E ele enviará os seus anjos com rijo clamor de trombeta, os quais ajuntarão os seus escolhidos desde os quatro ventos, de uma à outra extremidade dos céus.

 

Não Passará Esta Geração: Aprendei, pois, esta parábola da figueira: quando já os seus ramos se tornam tenros e brotam folhas, sabeis que está próximo o verão. Igualmente, quando virdes todas essas coisas, sabei que ele está próximo, às portas. Em verdade vos digo que não passará esta geração sem que todas essas coisas aconteçam.

 

Ninguém Sabe, O céu e a terra passarão, mas as minhas palavras não hão de passar. Porém daquele Dia e hora ninguém sabe, nem os anjos dos céus, nem o Filho, mas unicamente meu Pai.

 

Dias Anteriores ao Dilúvio: E, como foi nos dias de Noé, assim será também a vinda do Filho do Homem. Porquanto, assim como, nos dias anteriores ao dilúvio, comiam, bebiam, casavam e davam-se em casamento, até ao dia em que Noé entrou na arca, e não o perceberam, até que veio o dilúvio, e os levou a todos, assim será também a vinda do Filho do Homem.

 

Não Sabeis a Que Hora: Então, estando dois no campo, será levado um, e deixado o outro; Estando duas moendo no moinho, será levada uma, e deixada outra. Vigiai, pois, porque não sabeis a que hora há de vir o vosso Senhor.

 

À Hora em Que Não Penseis: Mas considerai isto: se o pai de família soubesse a que vigília da noite havia de vir o ladrão, vigiaria e não deixaria que fosse arrombada a sua casa. Por isso, estai vós apercebidos também, porque o Filho do Homem há de vir à hora em que não penseis.

 

O Meu Senhor Tarde Virá: Quem é, pois, o servo fiel e prudente, que o Senhor constituiu sobre a sua casa, para dar o sustento a seu tempo? Bem-aventurado aquele servo que o Senhor, quando vier, achar servindo assim. Em verdade vos digo que o porá sobre todos os seus bens. Porém, se aquele mau servo disser consigo: O meu senhor tarde virá, e começar a espancar os seus conservos, e a comer, e a beber com os bêbados, virá o senhor daquele servo num dia em que o não espera e à hora em que ele não sabe, e separá-lo-á, e destinará a sua parte com os hipócritas; ali haverá pranto e ranger de dentes.

 

Será Semelhante: Então, o Reino dos céus será semelhante a dez virgens que, tomando as suas lâmpadas, saíram ao encontro do esposo. E cinco delas eram prudentes, e cinco, loucas. As loucas, tomando as suas lâmpadas, não levaram azeite consigo. Mas as prudentes levaram azeite em suas vasilhas, com as suas lâmpadas.

 

Aí Vem O Esposo! E, tardando o esposo, tosquenejaram todas e adormeceram. Mas, à meia-noite, ouviu-se um clamor: Aí vem o esposo! Saí-lhe ao encontro! Então, todas aquelas virgens se levantaram e prepararam as suas lâmpadas. E as loucas disseram às prudentes: Dai-nos do vosso azeite, porque as nossas lâmpadas se apagam.

 

E Fechou-se A Porta: Mas as prudentes responderam, dizendo: Não seja caso que nos falte a nós e a vós; ide, antes, aos que o vendem e comprai-o para vós. E, tendo elas ido comprá-lo, chegou o esposo, e as que estavam preparadas entraram com ele para as bodas, e fechou-se a porta.

 

Vos Não Conheço: E, depois, chegaram também as outras virgens, dizendo: Senhor, senhor, abre-nos a porta! E ele, respondendo, disse: Em verdade vos digo que vos não conheço. Vigiai, pois, porque não sabeis o Dia nem a hora em que o Filho do Homem há de vir.

 

Partindo Para Fora da Terra: Porque isto é também como um homem que, partindo para fora da terra, chamou os seus servos, e entregou-lhes os seus bens, e a um deu cinco talentos, e a outro, dois, e a outro, um, a cada um segundo a sua capacidade, e ausentou-se logo para longe. E, tendo ele partido, o que recebera cinco talentos negociou com eles e granjeou outros cinco talentos. Da mesma sorte, o que recebera dois granjeou também outros dois. Mas o que recebera um foi, e cavou na terra, e escondeu o dinheiro do seu senhor.

 

Ajustou Contas com Eles: E, muito tempo depois, veio o senhor daqueles servos e ajustou contas com eles. Então, aproximou-se o que recebera cinco talentos e trouxe-lhe outros cinco talentos, dizendo: Senhor, entregaste-me cinco talentos; eis aqui outros cinco talentos que ganhei com eles.

 

Servo Bom e Fiel: E o seu senhor lhe disse: Bem está, servo bom e fiel. Sobre o pouco foste fiel, sobre muito te colocarei; entra no gozo do teu senhor. E, chegando também o que tinha recebido dois talentos, disse: Senhor, entregaste-me dois talentos; eis que com eles ganhei outros dois talentos. Disse-lhe o seu senhor: Bem está, bom e fiel servo. Sobre o pouco foste fiel, sobre muito te colocarei; entra no gozo do teu senhor.

 

Um Homem Duro: Mas, chegando também o que recebera um talento disse: Senhor, eu conhecia-te, que és um homem duro, que ceifas onde não semeaste e ajuntas onde não espalhaste; e, atemorizado, escondi na terra o teu talento; aqui tens o que é teu.

 

Mau e Negligente Servo: Respondendo, porém, o seu senhor, disse-lhe: Mau e negligente servo; sabes que ceifo onde não semeei e ajunto onde não espalhei; devias, então, ter dado o meu dinheiro aos banqueiros, e, quando eu viesse, receberia o que é meu com os juros. Tirai-lhe, pois, o talento e dai-o ao que tem os dez talentos.

 

Trevas Exteriores: Porque a qualquer que tiver será dado, e terá em abundância; mas ao que não tiver, até o que tem ser-lhe-á tirado. Lançai, pois, o servo inútil nas trevas exteriores; ali, haverá pranto e ranger de dentes.

 

Bodes e Ovelhas: E, quando o Filho do Homem vier em sua glória, e todos os santos anjos, com ele, então, se assentará no trono da sua glória; e todas as nações serão reunidas diante dele, e apartará uns dos outros, como o pastor aparta dos bodes as ovelhas. E porá as ovelhas à sua direita, mas os bodes à esquerda.

 

Vinde, Benditos: Então, dirá o Rei aos que estiverem à sua direita: Vinde, benditos de meu Pai, possuí por herança o Reino que vos está preparado desde a fundação do mundo; porque tive fome, e destes-me de comer; tive sede, e destes-me de beber; era estrangeiro, e hospedastes-me; estava nu, e vestistes-me; adoeci, e visitastes-me; estive na prisão, e fostes ver-me.

 

A Mim O Fizestes: Então, os justos lhe responderão, dizendo: Senhor, quando te vimos com fome e te demos de comer? Ou com sede e te demos de beber? E, quando te vimos estrangeiro e te hospedamos? Ou nu e te vestimos? E, quando te vimos enfermo ou na prisão e fomos ver-te? E, respondendo o Rei, lhes dirá: Em verdade vos digo que, quando o fizestes a um destes meus pequeninos irmãos, a mim o fizestes.

 

Para O Fogo Eterno: Então, dirá também aos que estiverem à sua esquerda: Apartai-vos de mim, malditos, para o fogo eterno, preparado para o diabo e seus anjos; porque tive fome, e não me destes de comer; tive sede, e não me destes de beber; sendo estrangeiro, não me recolhestes; estando nu, não me vestistes; e estando enfermo e na prisão, não me visitastes.

 

Para A Vida Eterna: Então, eles também lhe responderão, dizendo: Senhor, quando te vimos com fome, ou com sede, ou estrangeiro, ou nu, ou enfermo, ou na prisão e não te servimos?Então, lhes responderá, dizendo: Em verdade vos digo que, quando a um destes pequeninos o não fizestes, não o fizestes a mim. E irão estes para o tormento eterno, mas os justos, para a vida eterna.

 

VI – SERMÃO ESCATOLÓGICO EM MARCOS

Pedra Sobre Pedra: E, saindo ele do templo, disse-lhe um dos seus discípulos: Mestre! Olha que pedras e que edifícios! E, respondendo Jesus, disse-lhe: Vês estes grandes edifícios? Não ficará pedra sobre pedra que não seja derribada.

 

Que Sinal Haverá: E, assentando-se ele no monte das Oliveiras, defronte do templo, Pedro, e Tiago, e João, e André lhe perguntaram em particular: Dize-nos quando serão essas coisas e que sinal haverá quando todas elas estiverem para se cumprir.

 

Ninguém Vos Engane: E Jesus, respondendo-lhes, começou a dizer: Olhai que ninguém vos engane, porque muitos virão em meu nome, dizendo: Eu sou o Cristo; e enganarão a muitos.

 

O Princípio de Dores: E, quando ouvirdes de guerras e de rumores de guerras, não vos perturbeis, porque assim deve acontecer; mas ainda não será o fim. Porque se levantará nação contra nação, e reino, contra reino, e haverá terremotos em diversos lugares, e haverá fomes. Isso será o princípio de dores.

 

Mas olhai por vós mesmos, porque vos entregarão aos concílios e às sinagogas; sereis açoitados e sereis apresentados diante de governadores e reis, por amor de mim, para lhes servir de testemunho.

 

Pregado em Todas As Nações: Mas importa que o evangelho seja primeiramente pregado entre todas as nações: Quando, pois, vos conduzirem para vos entregarem, não estejais solícitos de antemão pelo que haveis de dizer; mas o que vos for dado naquela hora, isso falai; porque não sois vós os que falais, mas o Espírito Santo.

 

Perseverar Até ao Fim: E o irmão entregará à morte o irmão, e o pai, o filho; e levantar-se-ão os filhos contra os pais e os farão morrer. E sereis aborrecidos por todos por amor do meu nome; mas quem perseverar até ao fim, esse será salvo.

 

Abominação da Desolação: Ora, quando vós virdes a abominação do assolamento, que foi predito, estar onde não deve estar (quem lê, que entenda), então, os que estiverem na Judéia, que fujam para os montes; e o que estiver sobre o telhado, que não desça para casa, nem entre a tomar coisa alguma de sua casa; e o que estiver no campo, que não volte atrás, para tomar a sua veste.

 

Mas ai das grávidas e das que criarem naqueles dias! Orai, pois, para que a vossa fuga não suceda no inverno, porque, naqueles dias, haverá uma aflição tal, qual nunca houve desde o princípio da criação, que Deus criou, até agora, nem jamais haverá. E, se o Senhor não abreviasse aqueles dias, nenhuma carne se salvaria; mas, por causa dos escolhidos que escolheu, abreviou aqueles dias.

 

Enganarem até Os Escolhidos: E, então, se alguém vos disser: Eis aqui o Cristo, ou: Ei-lo ali, não acrediteis. Porque se levantarão falsos cristos e falsos profetas e farão sinais e prodígios, para enganarem, se for possível, até os escolhidos. Mas vós vede; eis que de antemão vos tenho dito tudo.

 

Forças dos Céus Abaladas: Ora, naqueles dias, depois daquela aflição, o sol se escurecerá, e a lua não dará a sua luz. E as estrelas cairão do céu, e as forças que estão nos céus serão abaladas. E, então, verão vir o Filho do Homem nas nuvens, com grande poder e glória. E ele enviará os seus anjos e ajuntará os seus escolhidos, desde os quatro ventos, da extremidade da terra até a extremidade do céu.

 

Está Perto, às Portas: Aprendei, pois, a parábola da figueira: quando já o seu ramo se torna tenro, e brotam folhas, bem sabeis que já está próximo o verão. Assim também vós, quando virdes sucederem essas coisas, sabei que já está perto, às portas. Na verdade vos digo que não passará esta geração sem que todas essas coisas aconteçam.

 

Passará o céu e a terra, mas as minhas palavras não passarão. Mas, daquele Dia e hora, ninguém sabe, nem os anjos que estão no céu, nem o Filho, senão o Pai. Olhai, vigiai e orai, porque não sabeis quando chegará o tempo.

 

Não Sabeis Quando Virá: É como se um homem, partindo para fora da terra, deixasse a sua casa, e desse autoridade aos seus servos, e a cada um, a sua obra, e mandasse ao porteiro que vigiasse. Vigiai, pois, porque não sabeis quando virá o senhor da casa; se à tarde, se à meia-noite, se ao cantar do galo, se pela manhã, para que, vindo de improviso, não vos ache dormindo. E as coisas que vos digo digo-as a todos: Vigiai.

VII – SERMÃO ESCATOLÓGICO EM LUCAS

 

Pedra Sobre Pedra: E, dizendo alguns a respeito do templo, que estava ornado de formosas pedras e dádivas, disse: Quanto a estas coisas que vedes, dias virão em que se não deixará pedra sobre pedra que não seja derribada.

 

Que Sinal Haverá: E perguntaram-lhe, dizendo: Mestre, quando serão, pois, essas coisas? E que sinal haverá quando isso estiver para acontecer?

 

Não Vos Enganem: Disse, então, ele: Vede que não vos enganem, porque virão muitos em meu nome, dizendo: Sou eu, e o tempo está próximo; não vades, portanto, após eles.

 

Guerras e Sedições: E, quando ouvirdes de guerras e sedições, não vos assusteis. Porque é necessário que isso aconteça primeiro, mas o fim não será logo.

 

Grandes Sinais do Céu: Então, lhes disse: Levantar-se-á nação contra nação, e reino, contra reino; e haverá, em vários lugares, grandes terremotos, e fomes, e pestilências; haverá também coisas espantosas e grandes sinais do céu.

 

Boca e Sabedoria: Mas, antes de todas essas coisas, lançarão mão de vós e vos perseguirão, entregando-vos às sinagogas e às prisões e conduzindo-vos à presença de reis e governadores, por amor do meu nome. E vos acontecerá isso para testemunho. Proponde, pois, em vosso coração não premeditar como haveis de responder, porque eu vos darei boca e sabedoria a que não poderão resistir, nem contradizer todos quantos se vos opuserem.

 

Não Perecerá Um Único Cabelo: E até pelos pais, e irmãos, e parentes, e amigos sereis entregues; e matarão alguns de vós. E de todos sereis odiados por causa do meu nome. Mas não perecerá um único cabelo da vossa cabeça. Na vossa paciência, possuí a vossa alma.

 

Dias de Vingança Mas, quando virdes Jerusalém cercada de exércitos, sabei, então, que é chegada a sua desolação. Então, os que estiverem na Judéia, que fujam para os montes; os que estiverem no meio da cidade, que saiam; e, os que estiverem nos campos, que não entrem nela. Porque dias de vingança são estes, para que se cumpram todas as coisas que estão escritas.

 

Mas ai das grávidas e das que criarem naqueles dias! Porque haverá grande aflição na terra e ira sobre este povo. E cairão a fio de espada e para todas as nações serão levados cativos; e Jerusalém será pisada pelos gentios, até que os tempos dos gentios se completem.

 

E haverá sinais no sol, e na lua, e nas estrelas, e, na terra, angústia das nações, em perplexidade pelo bramido do mar e das ondas; homens desmaiando de terror, na expectação das coisas que sobrevirão ao mundo, porquanto os poderes do céu serão abalados.

 

Olhai Para Cima: E, então, verão vir o Filho do Homem numa nuvem, com poder e grande glória. Ora, quando essas coisas começarem a acontecer, olhai para cima e levantai a vossa cabeça, porque a vossa redenção está próxima.

 

Passará O Céu e A Terra: E disse-lhes uma parábola: Olhai para a figueira e para todas as árvores. Quando já começam a brotar, vós sabeis por vós mesmos, vendo-as, que perto está já o verão. Assim também vós, quando virdes acontecer essas coisas, sabei que o Reino de Deus está perto. Em verdade vos digo que não passará esta geração até que tudo aconteça. Passará o céu e a terra, mas as minhas palavras não hão de passar.

 

E olhai por vós, para que não aconteça que o vosso coração se carregue de glutonaria, de embriaguez, e dos cuidados da vida, e venha sobre vós de improviso aquele dia. Porque virá como um laço sobre todos os que habitam na face de toda a terra.

 

Havidos por Dignos Vigiai, pois, em todo o tempo, orando, para que sejais havidos por dignos de evitar todas essas coisas que hão de acontecer e de estar em pé diante do Filho do Homem.

VIII – SERMÃO ESCATOLÓGICO EM ROMANOS

Sua Própria Justiça: Irmãos, o bom desejo do meu coração e a oração a Deus por Israel é para sua salvação. Porque lhes dou testemunho de que têm zelo de Deus, mas não com entendimento. Porquanto, não conhecendo a justiça de Deus e procurando estabelecer a sua própria justiça, não se sujeitaram à justiça de Deus.

 

Porque o fim da lei é Cristo para justiça de todo aquele que crê. Ora, Moisés descreve a justiça que é pela lei, dizendo: O homem que fizer estas coisas viverá por elas.

 

Mas a justiça que é pela fé diz assim: Não digas em teu coração: Quem subirá ao céu (isto é, a trazer do alto a Cristo)? Ou: Quem descerá ao abismo (isto é, a tornar a trazer dentre os mortos a Cristo)? Mas que diz? A palavra está junto de ti, na tua boca e no teu coração; esta é a palavra da fé, que pregamos, a saber: Se, com a tua boca, confessares ao Senhor Jesus e, em teu coração, creres que Deus o ressuscitou dos mortos, serás salvo.

 

Não Será Confundido: Visto que com o coração se crê para a justiça, e com a boca se faz confissão para a salvação. Porque a Escritura diz: Todo aquele que nele crer não será confundido.

 

Aquele Que Invocar: Porquanto não há diferença entre judeu e grego, porque um mesmo é o Senhor de todos, e rico para com todos os que o invocam. Porque todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo.

 

Formosos Os Pés: Como, pois, invocarão aquele em quem não creram? E como crerão naquele de quem não ouviram? E como ouvirão, se não há quem pregue? E como pregarão se não forem enviados? Como está escrito: Quão formosos os pés dos que anunciam a paz, dos que anunciam coisas boas!

 

Mas nem todos obedecem ao Evangelho; pois Isaías diz: Senhor, quem creu na nossa pregação? De sorte que a fé é pelo ouvir, e o ouvir pela palavra de Deus.

 

Vos Meterei em Ciúmes: Mas digo: Porventura, não ouviram? Sim, por certo, pois por toda a terra saiu a voz deles, e as suas palavras até aos confins do mundo. Mas digo: Porventura, Israel não o soube? Primeiramente, diz Moisés: Eu vos meterei em ciúmes com aqueles que não são povo, com gente insensata vos provocarei à ira.

 

Povo Rebelde e Contradizente: E Isaías ousadamente diz: Fui achado pelos que me não buscavam, fui manifestado aos que por mim não perguntavam. Mas contra Israel diz: Todo o dia estendi as minhas mãos a um povo rebelde e contradizente.

 

Deus Não Rejeitou: Digo, pois: porventura, rejeitou Deus o seu povo? De modo nenhum! Porque também eu sou israelita, da descendência de Abraão, da tribo de Benjamim. Deus não rejeitou o seu povo, que antes conheceu.

 

Sete Mil Varões: Ou não sabeis o que a Escritura diz de Elias, como fala a Deus contra Israel, dizendo: Senhor, mataram os teus profetas e derribaram os teus altares; e só eu fiquei, e buscam a minha alma? Mas que lhe diz a resposta divina? Reservei para mim sete mil varões, que não dobraram os joelhos diante de Baal.

 

Espírito de Profundo Sono: Assim, pois, também agora neste tempo ficou um resto, segundo a eleição da graça. Mas, se é por graça, já não é pelas obras; de outra maneira, a graça já não é graça. Pois quê? O que Israel buscava não o alcançou; mas os eleitos o alcançaram, e os outros foram endurecidos. Como está escrito: Deus lhes deu espírito de profundo sono: olhos para não verem e ouvidos para não ouvirem, até ao dia de hoje.

 

Olhos Para Não Verem; e Davi diz: Torne-se-lhes a sua mesa em laço, e em armadilha, e em tropeço, por sua retribuição; escureçam-se-lhes os olhos para não verem, e encurvem-se-lhes continuamente as costas. Digo, pois: porventura, tropeçaram, para que caíssem? De modo nenhum! Mas, pela sua queda, veio a salvação aos gentios, para os incitar à emulação. E, se a sua queda é a riqueza do mundo, e a sua diminuição, a riqueza dos gentios, quanto mais a sua plenitude!

 

Incitar à Emulação: Porque convosco falo, gentios, que, enquanto for apóstolo dos gentios, glorificarei o meu ministério; para ver se de alguma maneira posso incitar à emulação os da minha carne e salvar alguns deles.

 

Raiz e da Seiva da Oliveira: Porque, se a sua rejeição é a reconciliação do mundo, qual será a sua admissão, senão a vida dentre os mortos? E, se as primícias são santas, também a massa o é; se a raiz é santa, também os ramos o são. E se alguns dos ramos foram quebrados, e tu, sendo zambujeiro, foste enxertado em lugar deles e feito participante da raiz e da seiva da oliveira, não te glories contra os ramos; e, se contra eles te gloriares, não és tu que sustentas a raiz, mas a raiz a ti.

 

Estás em Pé pela Fé: Dirás, pois: Os ramos foram quebrados, para que eu fosse enxertado. Está bem! Pela sua incredulidade foram quebrados, e tu estás em pé pela fé; então, não te ensoberbeças, mas teme. Porque, se Deus não poupou os ramos naturais, teme que te não poupe a ti também.

 

Deus Os Tornar Enxertar: Considera, pois, a bondade e a severidade de Deus: para com os que caíram, severidade; mas, para contigo, a benignidade de Deus, se permaneceres na sua benignidade; de outra maneira, também tu serás cortado. E também eles, se não permanecerem na incredulidade, serão enxertados; porque poderoso é Deus para torná-los a enxertar. Porque, se tu foste cortado do natural zambujeiro e, contra a natureza, enxertado na boa oliveira, quanto mais esses, que são naturais, serão enxertados na sua própria oliveira!

 

A Plenitude dos Gentios: Porque não quero, irmãos, que ignoreis este segredo (para que não presumais de vós mesmos): que o endurecimento veio em parte sobre Israel, até que a plenitude dos gentios haja entrado. E, assim, todo o Israel será salvo, como está escrito: De Sião virá o Libertador, e desviará de Jacó as impiedades.

 

Dons e vocação sem arrependimento: E este será o meu concerto com eles, quando eu tirar os seus pecados. Assim que, quanto ao evangelho, são inimigos por causa de vós; mas, quanto à eleição, amados por causa dos pais. Porque os dons e a vocação de Deus são sem arrependimento.

 

Misericórdia pela desobediência deles: Porque assim como vós também, antigamente, fostes desobedientes a Deus, mas, agora, alcançastes misericórdia pela desobediência deles, porque assim como vós também, antigamente, fostes desobedientes a Deus, mas, agora, alcançastes misericórdia pela desobediência deles, assim também estes, agora, foram desobedientes, para também alcançarem misericórdia pela misericórdia a vós demonstrada. Porque Deus encerrou a todos debaixo da desobediência, para com todos usar de misericórdia.

IX – SERMÃO ESCATOLÓGICO EM APOCALIPSE

  1. Digno é o Cordeiro de receber a glória honra. Ap.5.1-14
  2. É-me dado todo o poder no céu e na terra. Mt.28:18-20
  3. 1º SELO: Cristo conhecido e glorificado na terra. Ap.6:1-2
  4. 2º SELO: Rumores de guerra, perseguições. Ap.6:3-4
  5. 3° SELO: Comércio desenvolvido e ciência. Ap 6:5-6
  6. 4° SELO: Segundo guerra mundial e completa. Ap.6:7-8
  7. 5° SELO: Anticristo; dores perseguições. Ap.6:9-11
  8. Sereis odiados de todas as gentes por causa do meu nome; Mt.24:1-14
  9. 6º SELO: E houve grande tribulação na terra como. Ap.6:12-17
  10. Se não abreviados aqueles dias, nenhuma carne salvaria; Mt.24:15-35.
  11. Até que hajamos selados nas suas testas os escolhidos; Ap.7:8-17
  12. Depois destas coisas olhei e eis aqui uma multidão; Ap 8:1-6
  13. 7º-SELO: Novas pragas assim como nos dias de Noé; Ap.8:7-8
  14. 1ª TROMBETA: Saraiva e fogo misturado com sangue; Ap.8:7-8
  15. 2ª TROMBETA: Feito em sangue a 3º parte dos rios; Ap.8:8-9
  16. 3ª TROMBETA: Terça parte das águas amargas; Ap.8:10-11
  17. 4ª TROMBETA: Terça parte do sol e da lua escurece; Ap.8:12-13
  18. 5ª TROMBETA: A praga dos gafanhotos, que assusta; Ap.9:1-12
  19. 6ª TROMBETA: 3ª parte morre de fogo função… Ap.9:13-21
  20. Cumpre-se o mistério de Deus, as 2 Testemunhas; Ap.10:1 11
  21. As Duas Oliveiras vistas no Velho Testamento. Ap.11;Zc.4:
  22. 7º TROMBETA: Jerusalém domina e restaura; Ap.11:15-1
  23. Filho do homem este é o lugar do meu trono; Ez.43:1-9
  24. 1ª PRAGA: Castigos para quem adorou a besta; Ap.16:1-2
  25. 2ª PRAGA: Morre no mar toda alma vivente; Ap.16:1-3
  26. 3ª PRAGA: Os rios se tornam em sangue, e um terço; Ap.16:4-7
  27. 4ª PRAGA: Forte calor abrasa aos homens, blasfemam; Ap.16:8-9
  28. 5ª PRAGA: Os homens mordem a língua pela dor; Ap.16:10-1
  29. 6ª PRAGA: Vão a armagedom convocam à guerra; Ap.16:12-1
  30. Filho do homem dirige o teu rosto contra; Ez.38e39
  31. 7ª PRAGA: A queda de babilônia a grande; Ap.16:17-2
  32. Fugi do meio de babilônia e livre cada um a sua alma. Jr.50e.51
  33. Ruína e deterioração das organizações seculares; Ap.17e18
  34. Festa nos Céus, bodas Cordeiro 14400 completos; Ap.19:1-10
  35. Castigo dos infiéis da terra e Seguidores de Satã; Ap.19:11-2
  36. Satanás preso por mil anos. Paz na terra. Milênio. Ap.20:1-6-
  37. Habitarão no deserto seguramente e dormirão; Ez.34:22-31
  38. Satanás solto por um pouco de tempo. Arrebanha; Ap.20:7-10
  39. Juízo final, livro da vida, lago de fogo, vestes brancas; Ap.20:11-1
  40. Novos céus e uma nova terra, Tabernáculo de Deus; Ap.21:21-2

Os Sete Ais

1º Ai. Ouvi um anjo voar pelo meio do céu, com grande voz: Ai! Ai! Ai dos habitantes Ap.8:13

2º Ai. Passado é já um ai; eis que depois disso vêm ainda dois ais. Ap.9:12

3ºAi. É passado o segundo ai; eis que o terceiro ai cedo virá. Ap.11:14

4ºAi. Pelo que alegrai-vos, ó céus, e vós que neles habitais. Ai dos que habitam na terra; Ap.12:

5ºAi. Estarão de longe pelo temor do seu tormento, dizendo: Ai! Ai daquela grande; Ap.18:10

6ºAi. Ai! Ai daquela grande cidade, que estava vestida de linho fino, púrpura, e escarlata, Ap.18:16

7ºAi. Lançaram pó sobre a cabeça, clamaram, chorando, lamentando, e dizendo: Ai! Ai Ap.18:19

X – HISTÓRICO ESCATOLÓGICO

009 – História Universal – Paralelos

Antiga: Mesopotâmia, Abraão; Egito, Jacó; Assíria, Israel; Babilônia, Pérsia, Grécia, Roma;

 

Medieval: Queda Romana, Viagens de descobrimentos; Domínio Papal; Bárbaros e Piratas;

 

Moderna: Colonização das Américas, Jesuítas, Inquisição, Domínios Português e Espanhol.

 

010 – Períodos Históricos – Referenciais

 

Período Romano: Igreja em Jerusalém e em Roma, Tiago, Perseguições, Cristianização forçada;

 

Período Medieval: Crescimento Papal, Igreja Estatal, Igreja Militarizada, Maomé e Islamismo;

 

Período Moderno: Cisma Papal; Reforma Protestante; Igreja Or. e Oc.; Guerra Santa; Inquisição.

 

011 – Eventos Cristãos Mais Importantes

 

Cristianização do Império Romano: A conversão de Constantino e o poder de Teodósio

 

A Invasão dos Bárbaros: Romanos e Aldeães. Conversão ao Cristianismo gera paganismo e idolatria.

 

A Luta contra A Idolatria: A guerra Santa organizada por Maomé era contra a idolatria.

 

Domínio Totalitário Papal: Os S. Pontífices, Feudais, Poder Absoluto Estatal, divinos Imperadores.

 

Reforma Protestante: Movimento anti-papa. Lutero, Perseguição, tortura, fogueira, arena cruz e forca.

 

Movimento Missionário Mundial: Episcopado, Luteranismo, Anabaptismo, Anglicanismo, Calvinismo.

 

012 – Ramos da Cristandade

 

Apostólicos: Religiões que abraçam totalmente os Ensinos Apostólicos como única regra de fé.

 

Romanos: Igrejas submissas ao domínio e doutrinas do Vaticano e dos Papas apesar das escrituras.

 

Protestantes: Grupos religiosos que aceitam somente a Bíblia como regra de sua fé e prática.

 

Católico Grego: Igreja Católica sob influência pagã, e com liturgia sacerdotal da Grécia antiga.

 

013 – Os Triunviratos

 

O Primeiro Triunvirato:

Crasso: Morreu em combate, na Pérsia. 54 A.C.

Pompeu: Entrou em desacordo com César e abandonou Roma. 49 A.C.

César: Assumiu sozinho o domínio de Roma em 49 A.C.

 

O Segundo Triunvirato:

Marco Antônio: que era General conhecido;

Otávio: que era sobrinho de César; e

Lépido. Otávio nomeou-se “Augusto”, abandonou o sistema de República e estabeleceu o Império Romano.

 

014 – Os Doze Césares

 

Júlio César: 46 a 44 AC. Dominador do mundo romano;

 

Augusto César: 31 A.C. a 14 D.C. Época do nascimento de João Batista e de Cristo Jesus.

 

Tibério César: 14-37 E.C. Época do Ministério de Cristo, Calvário, Morte e Ressurreição; terror;

 

Calígula: 37-41 E.C. Roma pornô. O império dos sentidos vivido em alta classe. Morreu assassinado.

 

Cláudio: 41-54 E.C. Expulsou os judeus de Roma.

 

Nero: 54-58 E.C. Executou o Apóstolo Paulo. Tocou fogo em Roma. E pôs a culpa sobre os Cristãos.

 

Galba: 58-69 E.C. Governou apenas sete meses.

 

Oto = Otão: 69-69 E.C. Fora clemente e hábil.

 

Vitélio: 69-69 E.C. Famoso por sua crueldade.

 

Vespasiano: 69-79 E.C. Destruiu Jerusalém; iniciou a construção do Coliseu, foi trabalhador e enérgico.

 

Tito: 79-81 E.C. Filho de Vespasiano e inaugurou o Coliseu. Herculano e Pompéia destruídas: o Vesúvio.

 

Domiciano: 81-96 E.C. Filho de Vespasiano. Bom administrador. Despótico e cruel. Executou João de Apocalipse.

 

015 – O Declínio Romano

 

Sétimo Severo:193 E.C. Perseguiu os Cristãos;

 

Caracala: 211E.C. Tolerou o Cristianismo, no seu Império;

 

Eliogábalo: 218 E.C. Tolerou o Cristianismo, no seu Império;

 

Alexandre Severo: 222 E.C. Foi favorável ao Cristianismo, no seu Império;

 

Maximiano: 235 E.C. Perseguiu os Cristãos;

 

Felipe: 244 E.C. Foi muito favorável ao Cristianismo, no seu Império;

 

Décio: 249 E.C. Perseguiu furiosamente aos Cristãos, no seu Império;

 

Valeriano: 253 E.C. Perseguiu os Cristãos;

 

Galiano: 260 E.C. Favoreceu ao Cristianismo;

 

Aureliano: 270 E.C. Perseguiu os Cristãos;

 

Diocleciano: 284 E.C. Perseguiu furiosamente os cristãos;

 

Constantino: 306 E.C. Converteu-se; fez do Cristianismo Religião Oficial.

 

Teodósio: 378 E.C. Tornou o Cristianismo a Religião Oficial e obrigatória do Império Romano.

 

016 – Divisão do Império Romano

 

*Oriental:

Honório: 395 a 423 E.C.

Valentiniano: 423 a 455 E.C.

Bárbaros – Queda: 456 a 476 E.C.

 

*Ocidental:

Arcádio: 495 a 408 E.C.

Teodósio II: 408 a 490 E.C.

Anastácio:491 a 518 E.C.

Justiniano: 527 a 565 E.C. *[Conferir Or e Oc.]

 

017 – CRISTIANIZAÇÃO DO IMPÉRIO ROMANO

 

A Rápida Propagação do Cristianismo: Finda perseguição 313, 1/2 da População Romana era Cristã.

 

A Conversão de Constantino: Na Ponte Mílvia, fora de Roma, a 27/10/312, no sol poente, a cruz.

 

O Edito de Tolerância: Constantino concede aos cristãos e a todos a plena liberdade de seguir a religião.

 

Constantino e A Bíblia: Encomendou a feitura de 50 Bíblias para as Igrejas de Constantinopla.

 

Constantino e O Domingo: Criou o dia de reunião dos Cristãos, o Domingo, dia de descanso.

 

Reformas no Império: Aboliu a escravidão, combate de Gladiadores, e morte de crianças indesejáveis.

 

Casas de Culto; O 1º. Templo: Construído no reinado de Alexandre Severo, em 222 a 235 E.C.

 

Religião Oficial do Império Romano: Teodósio. 378-395 Obrigou a cada cidadão fazer parte da Igreja.

 

017 – A Decadência Cristã e O Paganismo

 

Igreja Estatal: Teodósio, 378-395 Proibiu o culto a ídolos; cristãos tombaram templos pagãos sob sangue;

 

Igreja Imperial: Os templos passaram a ser uma réplica dos palácios e casas imperiais.

 

O Culto Imponente: Cheios de liturgias, cerimônias complicadas, majestosas, imponentes. Resplendor.

 

Ministros Tornam-se Sacerdotes: Os cristãos nunca foram Sacerdotes; até o ano 200 Eram Apóstolos;

 

Títulos Antigos: Bispos, Discípulos, Terapeutas, Ministros, Presbíteros Crentes e Anciãos.

 

A Conversão dos Bárbaros: Os Godos, Vândalos e Hunos derrubam o Império e aceitaram Cristianismo;

 

Conflitos com Filosofias Pagãs: Na queda moral e espiritual da Ig. Romana, portas abertas às filosofias;

 

018 – A Invasão das Filosofias Pagãs

 

Gnosticismo: O mal na matéria, Cristo apenas fantasma, a salvação vem da íntima comunhão mística;

 

Maniqueísmo: Dualismo pérsico, Doutrina Manes 215-276. Há 2 princípios Criadores: O bem e o mal.

 

Montanismo: 160 E.C. Declarou-se profeta; novas revelações sobre Cristo, completando o ensinamento.

 

Monarquismo: O Pai, O Filho, O Espírito Santo são uma só Pessoa. Admissão de um trono no Céu.

 

Arianismo: Ensino oposto à idéia trinitária de Deus. Teoria de Ário, Cristo estava sujeito ao pecado.

 

Apolinarismo: Negação da natureza humana de Cristo. Cristo suportou o sacrifício porque era divino;

 

Nestorianismo: Afirmação de 2 naturezas em Cristo: Humana e Divina. Nestório, Constantinopla, 341.

 

Eutiquianismo: Deus se fez homem e habitou entre nós. 2 em 1. Foi também condenado pela Igreja. .

 

Monofisitismo: Cristo tinha uma natureza só. Afirmação de que Cristo tinha apenas a natureza Divina;

 

019 – Os Pais da Igreja

 

Policarpo: 69-156. Discípulo de João; “86 faz que sirvo a Cristo, Ele só me fez bem; como amaldiçoa-lo?

 

Inácio: 67-110. Discípulo de João: Recusou o perdão diplomático pela honra de morrer pelo Senhor.

 

Papias: 70-155. Disc. de João; Cobrou dos Presbíteros as palavras exatas de Jesus Cristo. Sofreu martírio;

 

Justino, O Mártir: 100-167. Neápolis, Siquém, tempo da morte de João. Fazia-se filósofo p/ Evangelizar.

 

Irineu: 130-200 d.C. Esmirna. Discípulo de Policarpo e Papias. Viajou muito. Bispo de Leão, na Gália.

 

Orígenes: 185-254. O Homem mais ilustrado da Igreja antiga; viajado; escreveu em volumes. 2/3 do NT.

 

Tertuliano: 160-220. Cartago; considerado o Pai do Cristianismo Latino; dominava o latim. Advogado.

 

Eusébio: 264-340. Pai da História da Igreja. Bispo de Casaréia, ao tempo da conversão de Constantino;

 

João Crisóstomo: 345-407. Chamado O Boca de Ouro Orador inigualável; o maior dos seus dias.

 

Jerônimo: 340-420. O Mais lustrado dos Pais Latinos. Traduziu a Bíblia para o latim, A Vulgata.

 

Agostinho: 354-430. Bispo de Hipona, ao N. da África. Grande Teólogo Ig. Prim. Moldou doutrinas;

 

020 – Os Perseguidores

Herodes: 02 d.C. O 1º a levantar-se contra a Cabeça da Igreja, “Jesus Cristo”. Matou crianças inocentes;

 

Nero: 64 d.C. Queimou Roma e culpou os Cristãos. Tortura, práticas odiosas, quis banir o Cristianismo.

 

Domiciano: 96 d.C. Acusou os Cristãos de ateus. Milhares foram mortos em Roma e na Itália.

 

Trajano: 98-17. Considerou o Cristianismo religião ilegal, uma sociedade secreta. Crucificou Simão.

 

Adriano: 117-138 Foi um perseguidor moderado. Mas martirizou a Telésforo, Pastor da Ig. de Roma.

 

Antônino, O Pio: 138-161 d.C. Foi o principal responsável pelo tão famoso “Martírio de Policarpo”.

 

Marco Aurélio: 161-180 Considerou a religião oficial prioridade política; estimulador da perseguição.

 

Celso: 180. Perseguidor intelectual, mesmo não sendo Imperador, famosíssimo literato dos 1º Tempos.

 

Sétimo Severo: 193-211 Perseguição pesada sobre os cristãos do Egito, N. da África e em Alexandria;

 

Maximiano: 235-238. Muitos líderes cristãos elevados foram mortos. Orígenes escapou, e se escondeu.

 

Décio: 249-251 N. da África, Egito, Ásia Menor, à grande calamidade Cipriano disse: O mundo inteiro!

 

Valeriano: 253-260 d.C. Foi mais severo do que Décio, visava destruir completamente o Cristianismo.

 

Dioclesiano: 284-305. A perseguição Imperial mais severa. Durante 10 anos os Cristãos foram caçados.

 

021 – Concílios Ecumênicos

 

Nicéia: 235. Concílio que condenou o Arianismo; doutrina oposta à Trindade ou Triunidade de Deus;

 

Constantinopla: 381Para proibir ou deliberar sobre Apolinarismo; ensino de Cristo não humano;

 

Éfeso: 431. Para dar fim à controvérsia Nestoriana de que Cristo era 2 pessoas unidas moralmente;

 

Calcedônia: 451. Para deter ou resolver a controvérsia Eutiquiana; teoria de 2 naturezas em Cristo,

 

Constantinopla: 553. Acabar a controvérsia dos Monofisistas. A negativa da natureza humana de Cristo.

 

Constantinopla: 680. Decidir sobre a doutrina das 2 vontades de Cristo; retorno do Eutiquianismo nova

 

Nicéia: 787. Concílio sanciona o culto das imagens e condenou a iconoclastia. O Islamismo assolava;

 

Constantinopla: 869. Cisma final entre Or. e Oc. A influência política de Roma, introdução dos pagãos;

 

022 – CONCÍLIOS ROMANOS

 

Roma: 1123 Os Bispos só deveriam ser nomeados pelo Papa;

 

Roma: 1139 Para remediar o Cisma entre o Oriente e o Ocidente.

 

Roma: 1179 Para fazer vigorar a Disciplina Eclesiástica;

 

Roma: 1215 Para fazer cumprir as ordens de Inocêncio III;

 

Lião: 1245 Resolver a contenda entre o Papa e o Imperador;

 

Lião: 1274 Novo esforço para unir o Oriente e o Ocidente;

 

Viena: 1311 Suprimiu os Templários *

 

Constança: Para remediar Cisma Papal. Queimaram Huss. 1414-1418;

 

Basiléia: Para reformar a Igreja; 1431-1349;

 

Roma: Outro esforço para reformar a Igreja; 1512-1518;

 

Trento: 1545-1563 Para neutralizar a Reforma Protestante;

 

Vaticano: 869-1870 Para declarar a Infalibilidade do Papa;

 

Vaticano: l962-l965 Para reformar a Igreja. O maior de todos.

 

023 – O Destino dos Apóstolos

 

Simão, Pedro, Pedra, Rocha, Cefas: Nero. Martirizado, solicitou ser crucificado de cabeça para baixo.

 

André, Varonil, Vencedor: Conforme a informação tradicional crucificado numa crux decussata “X”.

 

Tiago de Zebedeu: Morre à espada ordem de Herodes Agripa I. At.12:2. Testemunho de Jerônimo.

 

João de Zebedeu Ir. Tiago: Passou os últimos anos em Éfeso. Exilado em Pátmos escreveu Apocalipse.

 

Felipe = Amador de Cavalos: Suplicou a Jesus: Mostra-nos o Pai e isto nos basta. Esteve no oráculo.

 

Bartolomeu: Segundo lenda sofreu o martírio, sendo esfolado vivo e crucificado de cabeça para baixo.

 

Tomé, Gêmeo, Dídimo: Viu Jesus no Tiberíades. Esteve com os demais Apóstolos no Cenáculo.

 

Mateus, Levi, O Publicano:. Em 60. Apresentou edição mais completa do seu Evangelho, em grego.

 

Tiago de Alfeu: “O Menor”, Filho de Alfeu e um dos doze Apóstolos, Filho de outra Maria Mc.16.1.

 

Lebeu, Tadeu, Judas,Teudas: Prega em Edessa, lugar martírio de Tomé; condenado à morte. Fenícia.

 

Simão Zelote = O Cananita:  Um dos doze Apóstolos. Mt.10:4.

 

Judas Iscariotes = Judá: Procedente de Queriote”. O traidor. Suicidou-se. Mt.27:5 At.1:18.

 

Matias, Mateus: Acompanhou Cristo desde o princípio, do batismo até à ressurreição, substituiu Judas,

 

024 – Outros Apóstolos e Discípulos

 

Marcos: Conta-se, “o que correu nu’, na noite em que Jesus foi preso. Acompanhou Paulo até o martírio;

 

Lucas O Médico Amado; cooperador; companheiro de Paulo em todo o Imp.Romano nas suas viagens.

 

Nicodemos: vitorioso sobre o povo. Ajudou José de Arimatéia a retirar o corpo da Cruz e sepultá-lo.

 

José de Arimatéia: Há muitas lendas, mas nada se sabe além dos Evangelhos.

 

Lázaro, Eleazar: Deus ajudou. Ressuscitado da morte, O plano de tirar-lhe a vida, Jõ.12:10.

 

José: Ele Acrescenta, Jeová Acrescentou. Opina-se que morrera antes do Ministério Público de Jesus Cristo.

 

Maria: Miriam. Esteve presente no Cenáculo onde os Discípulos oravam após ressurreição de Cristo.

 

Paulo: Saulo de Tarso: Pequeno. Segundo testemunho de padres antigos, decapitado em Roma. Nero.

Tiago: Irmão do Senhor. Lançado teto do templo a baixo, onde apedrejaram. Presidente da Igreja em Jerusalém.

 

X – SERMÃO ESCATOLÓGICO

 

*** – Escatologia

001 – O Livro Selado:

002 – A Palavra Selada:

003 – É, Era, e Há de Vir:

004 – As Sete Igrejas da Ásia:

005 – 1º Selo:

006 – 2º Selo:

007 – 3º Selo:

008 – 4º Selo:

009 – 5º Selo:

010 – A Besta Que Emerge do Mar:

011 – O Arrebatamento:

012 – 6º Selo:

013 – Grandes Abalos:

014 – Os Quatro Ventos:

015 – Os Assinalados:

016 – A Besta Que Emerge da Terra:

017 – Cai O Catolicismo:

018 – A Grande Babilônia:

019 – 7º Selo:

020 – Paz e Segurança:

021 – Repentina Destruição:

022 – A 1ª Trombeta:

023 – A 2ª Trombeta:

024 – A 3ª Trombeta:

025 – A 4ª Trombeta:

026 – A 5ª Trombeta:

027 – O Tormento dos Gafanhotos:

028 – A 6ª Trombeta:

029 – Jesus Aparece Como Um Anjo:

030 – Tempo Abreviado:

031 – Os Sete Trovões: (O Segredo de Deus)

032 – As Duas Testemunhas:

033 – Morrem As Duas Testemunhas:

034 – A Ressurreição:

035 – A Restauração da Fé:

036 – O Fim do Tempo dos Gentios:

037 – A Mulher e O Dragão:

038 – 144 Mil Completos Reinando Com Cristo

039 – A Grande Multidão:

040 – A Ceia do Cordeiro:

041 – Caem As Escamas dos Judeus:

042 – A Queda de Babilônia:

043 – Precipitado do Céu:

044 – A Pedra Cortada Sem Mãos:

045 – Satanás é Preso:

046 – Milênio – Paz Milenar:

047 – Do Éden Às Trevas:

048 – Fim do Milênio:

049 – A Congregação Má:

050 – Gogue e Magogue:

051 – Os Remanescentes:

052 – As Tranqueiras:

053 – A 7ª Trombeta:

054 – A 1ª Salva ou Taça:

055 – A 2ª Salva ou Taça:

056 – A 3ª Salva ou Taça:

057 – A 4ª Salva ou Taça:

058 – A 5ª Salva ou Taça:

059 – A 6ª Salva ou Taça:

060 – A Batalha do Armagedom:

061 – A 7ª Salva ou Taça:

062 – A Ceifa e A Vidima:

063 – A Ceia do Grande Deus:

064 – O Lagar de Sangue:

065 – O Lago de Fogo:

066 – Assopro da Boca de Deus:

067 – A Espada da Boca de Deus:

068 – O Trono Branco:

069 – O Juízo Final:

070 – Vinde, Benditos!

071 – A Visão dos Salvos:

072 – O Novo Céu e A Nova Terra:

073 – A Nova Jerusalém:

074 – A Felicidade Eterna:

075 – Eis Que Cedo Venho:

076 – Maranata!

077 – Sim, e Amém:

*** – ESCATOLOGIA:

 

Escatologia é a parte da Teologia que estuda o destino do Universo e do homem no seu passado, presente e futuro, de forma cronológica, conforme indicações proféticas ou apocalípticas. É o estudo dos assuntos referentes ao fim do mundo e a segunda vinda de Cristo. É a doutrina das coisas que deverão acontecer no fim do mundo. É o estudo que trata vinda de Cristo, e dos eventos que precederão Sua Vinda, da conversão do Povo de Israel, da vinda do Anti-Cristo, da morte, ressurreição, milênio, Juízo Final, como também o estado moral e espiritual do homem depois do Arrebatamento. É também a teoria ou doutrina do destino do homem após a morte, bem como do Mundo após sua desaparição, desagregação, ou transposição para fora do Sistema Solar. O certo é que o fim vem! Ez.7;1-27.

 

Não nos deixemos iludir com os projetos humanos de um mundo melhor, mais humano e mais próspero. Não nos deixemos iludir com a tecnologia que se avoluma para ser usada contra tudo quanto se chama Deus e se adora. Não permitamos que nos iludam com os objetivos naturais dos ensinadores e mestres do cristianismo sem cruz e sem cristos. O mundo está acabando, marchando para um fim inevitável. O arrebatamento pode ser a qualquer momento e não desestruturará o sermão escatológico de Cristo. Poderia ser a Mil Anos Atrás ou ser no futuro ainda muito longe. Em qualquer tempo que o arrebatamento se cumprir não alterará o que saiu da boca de Deus.

 

O Arrebatamento será o maior de todos os bens para alguns, e um laço terrível para outros. Será como um ladrão à noite. Quando se acorda, a vítima já está roubada. Feliz o que entende de uma vez por todas que Cristo não tomará a sua Igreja de assalto. Não disputará ela com outrem; não será um assalto, ou um furto, ou uma batalha; será um roubo à noite, à meia noite. O mais autêntico de todos. Mt.24: 50-51.

 

O Homem vestido de Linho: E perguntei ao Homem Vestido de Linho, que estava por cima das águas do rio: Quanto tempo haverá até o fim destas maravilhas? E ouvi o Homem Vestido de Linho, que estava por cima das águas do rio, quando levantou ao céu a mão direita e a mão esquerda, e jurou por Aquele que Vive Eternamente que isso seria para um tempo, tempos, e metade de um tempo. E quando tiverem acabado de despedaçar O Poder do Povo Santo, cumprir-se-ão todas estas coisas. Eu, pois, ouvi, mas não entendi; por isso perguntei: Senhor meu, qual será o fim destas coisas? Ele respondeu: Vai-te, Daniel, porque estas palavras estão cerradas e seladas até o tempo do fim. Dn.12;6-7

 

O Varão Vestido de Linho: No dia vinte e quatro do primeiro mês, estava eu à borda do grande rio, o Tigre; levantei os meus olhos, e olhei, e eis um Homem Vestido de Linho e os seus Lombos cingidos com ouro fino de Ufaz; o seu Corpo era como o berilo, e o seu Rosto como um relâmpago; os seus Olhos eram como tochas de fogo, e os seus Braços e os seus Pés como o brilho de bronze polido; e a Voz das suas Palavras como a voz duma multidão.

 

Ora, só eu, Daniel, vi aquela visão; pois os homens que estavam comigo não a viram: não obstante, caiu sobre eles um grande temor, e fugiram para se esconder. Fiquei, pois eu só a contemplar a grande visão, e não ficou força em mim; desfigurou-se a feição do meu rosto, e não retive força alguma. Contudo, ouvi a voz das suas palavras; e, ouvindo o som das suas palavras, eu caí num profundo sono, com o rosto em terra. E eis que uma mão me tocou, e fez com que me levantasse, tremendo, sobre os meus joelhos e sobre as palmas das minhas mãos. E me disse: Daniel, homem muito amado, entende as palavras que te vou dizer, e levanta-te sobre os teus pés; pois agora te sou enviado.

 

Ao falar Ele comigo esta palavra, pus-me em pé tremendo. Então me disse: Não temas, Daniel; porque desde o primeiro dia em que aplicaste o teu coração a compreender e a humilhar-te perante o teu Deus, são ouvidas as tuas palavras, e por causa das tuas palavras eu vim. Dn.10;4-12.

 

O Ancião Vestido de Branco: Eu continuei olhando, até que foram postos uns tronos, e um Ancião de Dias se assentou; o seu vestido era branco como a neve, e o cabelo da sua cabeça como lã puríssima; o seu trono era de chamas de fogo, e as rodas dele eram fogo ardente. Um rio de fogo manava e saía de diante dele; milhares de milhares o serviam, e miríades de miríades assistiam diante dele. Assentou-se para o juízo, e os livros foram abertos.  Dn.7;9-10

 

O Varão Vestido de Linho: Eu estava olhando nas minhas visões noturnas, e eis que vinha com as nuvens do céu um como Filho de Homem; e dirigiu-se ao Ancião de Dias, e foi apresentado diante dele. E foi-lhe dado domínio, e glória, e um reino, para que todos os povos, nações e línguas o servissem; o seu domínio é um domínio eterno, que não passará, e o seu reino tal, que não será destruído. Dn.7;13-14.

 

O Homem Vestido de Linho: Então eu, Daniel, olhei, e eis que estavam em pé outros dois, um de uma banda à beira do rio, e o outro da outra banda à beira do rio. E perguntei ao Homem Vestido de Linho, que estava por cima das águas do rio: Quanto tempo haverá até o fim destas maravilhas? E ouvi o Homem Vestido de linho, que estava por cima das águas do rio, quando levantou ao céu a mão direita e a mão esquerda, e jurou por Aquele que vive eternamente que isso seria para um tempo, tempos, e metade de um tempo. E quando tiverem acabado de despedaçar o poder do povo santo, cumprir-se-ão todas estas coisas.

 

Setenta Semanas: São setenta anos como uma analogia do cativeiro. Sim enquanto estava eu ainda falando na oração, o varão Gabriel, que eu tinha visto na minha visão ao princípio, veio voando rapidamente, e tocou-me à hora da oblação da tarde. Ele me instruiu, e falou comigo, dizendo: Daniel, vim agora para fazer-te sábio e entendido. No princípio das tuas súplicas, saiu a ordem, e eu vim, para to declarar, pois és muito amado; considera, pois, a palavra e entende a visão. Setenta semanas estão decretadas sobre o teu povo, e sobre a tua Santa Cidade, para:

  • Fazer cessar a transgressão;
  • Para dar fim aos pecados, e para
  • Expiar a iniquidade, e
  • Trazer a justiça eterna,
  • Selar a visão e a profecia, e para
  • Ungir o Santíssimo.

Sabe e entende:

  1. Desde a saída da ordem para restaurar e para edificar Jerusalém até o Ungido, haverá 7 semanas,
  2. E sessenta e duas semanas; com praças e tranqueiras se reedificará, mas em tempos angustiosos. E…
  3. Depois de sessenta e duas semanas será cortado o Ungido,
  4. E nada lhe subsistirá; e o povo do príncipe que há de vir destruirá a Cidade e o Santuário,
  5. E o seu fim será com uma inundação;
  6. E até o fim haverá guerra;
  7. Estão determinadas assolações. E…
  8. Ele fará um pacto firme com muitos por uma semana; e…
  9. Na metade da semana fará cessar o sacrifício e a oblação;
  10. E sobre a asa das abominações virá o assolador;
  11. E até a destruição determinada, a qual será derramada sobre o assolador. Dn.9;21-27.

 

Três Terços: Em toda a terra, diz O Senhor, as duas partes dela serão exterminadas, e expirarão; mas a terceira parte restará nela. E farei passar esta terceira parte pelo fogo, e a purificarei, como se purifica a prata, e a provarei, como se prova o ouro. Ela invocará o meu nome, e eu a ouvirei; direi: É meu povo; e ela dirá: O Senhor é meu Deus. Zc.13;8-9.

 

001 – O LIVRO SELADO:

 

E vi na Destra do que estava assentado sobre o trono um livro escrito por dentro e por fora, bem selado com sete selos. Vi também um anjo forte, clamando com grande voz: Quem é digno de abrir o livro e de romper os seus selos? E ninguém no céu, nem na terra, nem debaixo da terra, podia abrir o livro, nem olhar para ele. E eu chorava muito, porque não fora achado ninguém digno de abrir o livro nem de olhar para ele. E disse-me um dentre os anciãos: Não chores; eis que o Leão da Tribo de Judá, a Raiz de Davi, venceu para abrir o livro e romper os sete selos.

 

Nisto vi, entre o trono e os quatro seres viventes, no meio dos anciãos, um Cordeiro em pé, como havendo sido morto, e tinha sete chifres e sete olhos, que são os Sete Espíritos de Deus, enviados por toda a terra. E veio e tomou o livro da destra do que estava assentado sobre o trono. Logo que tomou o livro, os quatro seres viventes e os vinte e quatro anciãos prostraram-se diante do Cordeiro, tendo cada um deles uma harpa e taças de ouro cheias de incenso, que são as orações dos santos. E cantavam um cântico novo, dizendo: Digno és de tomar o livro, e de abrir os seus selos; porque foste morto, e com o teu Sangue compraste para Deus homens de toda tribo, e língua, e povo e nação; e para o nosso Deus os fizeste reino, e sacerdotes; e eles reinarão sobre a terra.

 

Quando Deus começou a escrever a história de Sua Igreja Corpo e Sacerdócio Eterno, colocou os nomes dos filhos de Israel como Selo sobe suas promessas, nos seguintes termos: Conforme a obra de lapidário, como a gravura de um selo, gravarás as duas pedras, com os nomes dos filhos de Israel; guarnecidas de engastes de ouro as farás.

 

Nas palavras de Jó, falando-se sobre selos, se escreveu: A terra se transforma como o barro sob o selo; e todas as coisas se assinalam como as cores dum vestido. Na palavra de revelação no livro de Jó mostrando o poder de Jesus Cristo e o Mistério dos Membros de sua Igreja, ouvimos: Quem lhe pode tirar o vestido exterior? Quem lhe penetrará a couraça dupla? Quem jamais abriu as portas do seu rosto? Pois em roda dos seus dentes está o terror. As suas fortes escamas são excelentíssimas, cada uma fechada como por um selo apertado. Uma à outra se chega tão perto, que nem o ar passa por entre elas. Umas às outras se ligam; tanto aderem entre si, que não se podem separar.

 

A doce voz da Noiva do Cordeiro já bradava sobre seus selos: Põe-me como selo sobre o teu coração, como selo sobre o teu braço; porque o amor é forte como a morte; o ciúme é cruel como o Seol; a sua chama é chama de fogo, verdadeira labareda do Senhor. As muitas águas não podem apagar o amor, nem os rios afogá-lo. Se alguém oferecesse todos os bens de sua casa pelo amor, seria de todo desprezado.

 

Caso não se tivesse aberto nenhum dos selos não teríamos ainda conhecido a Cristo Jesus nem Sua Igreja nem os alicerces do seu Templo; Coluna e Firmeza da Verdade. Para uma compreensão melhor sobre selos ainda lemos no livro de Daniel: Então o rei deu ordem, e trouxeram Daniel, e o lançaram na cova dos leões. Ora! (,) Disse o rei a Daniel: O teu Deus, a quem tu continuamente serves, Ele te livrará. E uma pedra foi trazida e posta sobre a boca da cova; e o rei a selou com o seu anel e com o anel dos seus grandes, para que no tocante a Daniel nada se mudasse: Dn.11;16-20 Ex.28;10-12 Jó.38;12-14 Jó.41;13-15 Ct.8;5-7.

Esperamos em Deus que tenhamos compreendido o significado de selo e dos selos para que a sua Palavra continue nos descobrindo e desvendando-nos esse “Explodir da Luz”; Apocalupse.

002 – A PALAVRA SELADA:

 

Para compreendermos bem uma palavra selada, vamos recorrer ao Velho Testamento na mensagem do Profeta Daniel e suas experiências com Deus. Eu, pois, ouvi, mas não entendi; por isso perguntei: Senhor meu, qual será o fim destas coisas? Ele respondeu: Vai-te, Daniel, porque estas palavras estão cerradas e seladas até o tempo do fim. Muitos se purificarão, e se embranquecerão, e serão acrisolados; mas os ímpios procederão impiamente; e nenhum deles entenderá; mas os sábios entenderão.

 

Declarando-se como o próprio Selo da Palavra, Jesus Cristo disse: Trabalhai, não pela comida que perece, mas pela comida que permanece para a vida eterna, a qual o Filho do homem vos dará; pois neste, Deus, o Pai, imprimiu o seu Selo. A este o Pai Deus o Selou Pois, tantas quantas forem as promessas de Deus, nele está o “Sim”; portanto é por ele o “Amém”, para glória de Deus por nosso intermédio. Mas aquele que nos confirma convosco em Cristo e que nos ungiu, é Deus. Ap.5;1-10.

 

Os religiosos jamais entenderam a salvação de Abraão porquanto não se tinha tirado de sobre eles o selo que não lhes permitia compreender o mistério da fé. Mas sobre esta palavra selada está escrito. Bem aventurados aqueles cujas iniquidades são perdoadas, e cujos pecados são cobertos. Bem aventurado o homem a quem o Senhor não imputa o pecado. A Abraão foi imputada a fé como justiça. Como, pois, lhe foi imputada? Estando na circuncisão, ou na incircuncisão? Não na circuncisão, mas sim, na incircuncisão. E recebeu o sinal da circuncisão, selo da justiça da fé que teve quando ainda não era circuncidado, para que fosse pai de todos os que crêem, estando eles na incircuncisão, a fim de que a justiça lhes seja imputada.

 

Todavia, o firme fundamento de Deus permanece, tendo este selo: O Senhor conhece os que são seus, e: Aparte-se da injustiça todo aquele que profere o nome do Senhor. Porque Ele fez abundar para conosco em toda a sabedoria e prudência, fazendo-nos conhecer o mistério da sua vontade, segundo o seu beneplácito, que nele propôs para a dispensação da plenitude dos tempos, de fazer convergir em Cristo todas as coisas, tanto as que estão nos Céus como as que estão na Terra, nele, digo, no qual também fomos feitos herança, havendo sido predestinados conforme o propósito daquele que faz todas as coisas segundo o conselho da sua vontade.

 

Palavras Seladas: Eu, pois, ouvi, mas não entendi; por isso perguntei: Senhor meu, qual será o fim destas coisas? Ele respondeu: Vai-te, Daniel, porque estas palavras estão cerradas e seladas até o tempo do fim. Muitos se purificarão, e se embranquecerão, e serão acrisolados; mas os ímpios procederão impiamente; e nenhum deles entenderá; mas os sábios entenderão. Dn.12.8-10 2ºTm.2;19-21 Dn.12;8-13 Jõ.6;25-27 Rm.4;7-11 2ºCo.1;20-22 Ef.1;8-14.

003 – É, ERA, E HÁ DE VIR:

Não compreenderemos bem o livro de Apocalipse se não entendermos completamente a mensagem da revelação de Cristo apresentando-se como o que “É”, que “Era” e que “Há de Vir”, ou manifestar-se. Sempre que analisarmos Apocalipse precisaremos compreender a sua mensagem como num Hoje atual, Agora; depois mostrando-nos que Antes de tudo Era Ele operando e que Depois de Hoje será Ele ainda, operando todas as coisas; nisto se diz que d’Ele e por Ele e para Ele são todas as coisas. Porque Ele “É”, antes que Abraão existisse. Disse Jesus Cristo O Filho do Deus Vivo. “EU SOU”. Este é o mesmo que disse no Velho Testamento, pelo Profeta Isaías: Quem operou e fez isto, chamando as gerações desde o princípio? Eu, O Senhor, que Sou o Primeiro, e que com os últimos Sou o mesmo.

 

Falando com Jacó sobre suas garantias, ficou escrito: Assim diz o Senhor que te criou e te formou desde o ventre, e que te ajudará: Não temas, ó Jacó, servo meu, e tu, Jesurum, a quem escolhi. Porque derramarei água sobre o sedento, e correntes sobre a terra seca; derramarei o Meu Espírito sobre a tua posteridade, e a minha bênção sobre a tua descendência; e brotarão como a erva, como salgueiros junto às correntes de águas. Este dirá: Eu sou do Senhor; e aquele se chamará do nome de Jacó; e aquele outro escreverá na própria mão: Eu sou do Senhor; e por sobrenome tomará o nome de Israel.

 

Assim diz O Senhor, Rei de Israel, seu Redentor, o Senhor dos Exércitos: Eu Sou o Primeiro, e Eu Sou o Último, e fora de mim não há Deus. Quem há como eu? Que o proclame e o exponha perante mim! Quem tem anunciado desde os tempos antigos as coisas vindouras? Que nos anuncie as que ainda hão de vir. Vós sois as minhas testemunhas! Acaso há outro Deus além de mim? Não, não há Rocha; não conheço nenhuma. Escuta-me, ó Jacó, e tu, ó Israel, a quem chamei; Eu Sou o Mesmo, eu o Primeiro, eu também o Último. Também a minha mão fundou a terra, e a minha destra estendeu os céus; quando eu os chamo, eles aparecem juntos.

 

Estando já consumado a sua obra entre nós em Carne, tendo vencido a morte e o pecado, e recebido todo o Poder no Céu e na Terra, Jesus Cristo, o Verbo Encarnado mostrou-se a João em Pátmos o qual escreveu as seguintes palavras: Revelação de Jesus Cristo, que Deus lhe deu para mostrar aos seus servos as coisas que brevemente devem acontecer; e, enviando-as pelo seu anjo, as notificou a seu servo João; o qual testificou da palavra de Deus, e do testemunho de Jesus Cristo, de tudo quanto viu. Bem-aventurado aquele que lê e bem-aventurados os que ouvem as palavras desta profecia e guardam as coisas que nela estão escritas; porque o tempo está próximo.

 

João, às sete igrejas que estão na Ásia: Graça a vós e paz da parte daquele QUE É, E QUE ERA, E QUE HÁ DE VIR, e da dos Sete Espíritos que estão diante do seu trono; e da parte de Jesus Cristo, que é a Fiel Testemunha, o primogênito dos mortos e o Príncipe dos Reis da Terra. Àquele que nos ama, e pelo seu sangue nos libertou dos nossos pecados, e nos fez reino, sacerdotes para Deus, seu Pai, a ele seja glória e domínio pelos séculos dos séculos. Amém. Eis que vem com as nuvens, e todo olho o verá, até mesmo aqueles que o traspassaram; e todas as tribos da terra se lamentarão sobre ele. Sim. Amém.

 

Eu Sou o Alfa e o Ômega, diz o Senhor Deus, Aquele que É, e que Era, e que Há de Vir, o Todo-Poderoso. Tinha Ele na sua destra sete estrelas; e da sua boca saía uma aguda espada de dois gumes; e o seu rosto era como o sol, quando resplandece na sua força. Quando o vi, caí a seus pés como morto; e Ele pôs sobre mim a sua destra, dizendo: Não temas; Eu Sou o Primeiro e o Último. Eu Sou O que Vivo; fui morto, mas Eis Aqui Estou Vivo para todo o sempre! E tenho as chaves da morte e do inferno. Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas. Ao anjo da igreja em Esmirna escreve: Isto diz o Primeiro e o Último, que foi morto e reviveu; e eis que estou vivo para todo o sempre.

 

E o que estava assentado sobre o trono disse: Eis que faço novas todas as coisas. E acrescentou: Escreve; porque estas palavras são fiéis e verdadeiras. Disse-me ainda: está cumprido: Eu Sou o Alfa e o Ômega, o Princípio e o Fim. A quem tiver sede, de graça lhe darei a beber da fonte da água da vida. Aquele que vencer herdará estas coisas; e eu serei seu Deus, e ele será meu filho. Eis que cedo venho e está comigo a minha recompensa, para retribuir a cada um segundo a sua obra. Eu Sou o Alfa e o Ômega, o Primeiro e o Derradeiro, o Princípio e o Fim. Bem aventurados aqueles que lavam as suas vestes no Sangue do Cordeiro para que tenham direito à arvore da vida, e possam entrar na cidade pelas portas. Is.41;4 Ap.22;12-14  Is.44;2-8 Is.48;12-13 Ap.1;1-8 Ap.1;16-18 Ap.2;7-8 Ap.21;5-7 Ap.22;13-14.

004 – AS SETE IGREJAS DA ÁSIA:

Os sete problemas principais da Igreja Universal: Embora se crie muitas teorias sobre As Sete Igrejas da Ásia, excetuando-se usá-las para marcar a data da volta de Cristo e outras datas especuladas, vale compreender que elas reportam os sete problemas principais da Igreja Universal, e a situação atualizada na qual sempre uma congregação se identifica. São também as sete palavras repreensões e conselhos proferidos pelo Noivo para sua edificação e solidificação; vamos a elas.

Ao Anjo da Igreja em Éfeso escreve: Isto diz Aquele que tem na sua destra as sete estrelas, que anda no meio dos sete candeeiros de ouro: Lembra-te, pois, donde caíste, e arrepende-te, e pratica as primeiras obras; e se não, brevemente virei a ti, e removerei do seu lugar o teu candeeiro, se não te arrependeres. Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas. Ao que vencer, dar-lhe-ei a comer da Árvore da Vida, que está no Paraíso de Deus.

Ao Anjo da Igreja em Esmirna escreve: Isto diz o Primeiro e o Último, que foi morto e reviveu: Não temas o que hás de padecer. Sê fiel até a morte, e dar-te-ei a coroa da vida. Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas. O que vencer, de modo algum sofrerá o dado da segunda morte.

Ao Anjo da Igreja em Pérgamo escreve: Isto diz Aquele que tem a espada aguda de dois gumes: Arrepende-te, pois; ou se não, virei a ti em breve, e contra eles batalharei com a Espada da Minha Boca. Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas. Ao que vencer darei do Maná Escondido, e lhe darei uma pedra branca, e na pedra um novo nome escrito, o qual ninguém conhece senão aquele que o recebe.

Ao Anjo da Igreja em Tiatira escreve: Isto diz o Filho de Deus, que tem os olhos como chama de fogo, e os pés semelhantes a latão reluzente: Digo-vos, porém, a vós os demais que estão em Tiatira, a todos quantos não têm esta doutrina, e não conhecem as chamadas profundezas de Satanás, que outra carga vos não porei; mas o que tendes, retende-o até que eu venha. Ao que vencer, e ao que guardar as minhas obras até o fim, eu lhe darei autoridade sobre as nações, e com vara de ferro as regerá, quebrando-as do modo como são quebrados os vasos do oleiro, assim como eu recebi autoridade de meu Pai; também lhe darei a estrela da manhã. Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito dia às igrejas.

Ao Anjo da Igreja em Sardes escreve: Isto diz Aquele que tem os sete Espíritos de Deus, e as sete estrelas: Lembra-te, portanto, do que tens recebido e ouvido, e guarda-o, e arrepende-te. Pois se não vigiares, virei como um ladrão, e não saberás a que hora sobre ti virei. O que vencer será assim vestido de vestes brancas, e de maneira nenhuma riscarei o seu nome do livro da vida; antes confessarei o seu nome diante de meu Pai e diante dos seus anjos. Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas.

Ao Anjo da Igreja em Filadélfia escreve: Isto diz O Que é Santo, o que é Verdadeiro, o que tem a chave de Davi; o que abre, e ninguém fecha; e fecha, e ninguém abre: Conheço as tuas obras [eis que tenho posto diante de ti uma porta aberta, que ninguém pode fechar], que tens pouca força, entretanto guardaste a minha palavra e não negaste o meu nome. Eis que farei aos da sinagoga de Satanás, aos que se dizem judeus, e não o são, mas mentem, eis que farei que venham, e adorem prostrados aos teus pés, e saibam que eu te amo. Porquanto guardaste a palavra da minha perseverança, também eu te guardarei da hora da provação que há de vir sobre o mundo inteiro, para pôr à prova os que habitam sobre a terra. Venho sem demora; guarda o que tens, para que ninguém tome a tua coroa. A quem vencer, eu o farei coluna no Templo do meu Deus, donde jamais sairá; e escreverei sobre ele o Nome do meu Deus, e o Nome da Cidade do meu Deus, a Nova Jerusalém, que desce do céu, da parte do meu Deus, e também o meu Novo Nome. Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas.

Ao Anjo da Igreja em Laodicéia escreve: Isto diz o Amém, A Testemunha Fiel e Verdadeira, o Princípio da Criação de Deus: Aconselho-te que de mim compres ouro refinado no fogo, para que te enriqueças; e vestes brancas, para que te vistas, e não seja manifesta a vergonha da tua nudez; e colírio, a fim de ungires os teus olhos, para que vejas. Eu repreendo e castigo a todos quantos amo: sê pois zeloso, e arrepende-te. Eis que estou à porta e bato; se alguém ouvir a minha voz, e abrir a porta, entrarei em sua casa, e com ele cearei, e ele comigo. Ao que vencer, eu lhe concederei que se assente comigo no meu trono. Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas.

005 – 1º SELO:

Nasce Jesus Cristo e vence o pecado, a morte e o inferno para sempre. E o Verbo se fez Carne e habitou entre nós, e vimos a sua glória, como glória do Unigênito de Deus. O Primeiro Selo: Refere-se ao nascimento de Nosso Senhor Jesus Cristo, que veio vencendo para vencer, aniquilar o ministério da condenação e trazer a salvação a todos os homens. E o Verbo se fez Carne e habitou ente nós e vimos a sua Glória como Glória do Unigênito de Deus cheio de graça e de verdade. [O Mesmo Senhor vos dará um sinal: A virgem conceberá e dará à luz filho; da mulher nascerá O Varão que esmagará a cabeça da serpente].

 

Houve batalha no céu e Satanás caia do céu como raio, mesmo nos dias de Jesus Cristo. A fiel e Verdadeira Testemunha trazia para nós o Deus Invisível, para que o homem O visse de perto. Importa esclarecer que para os que defensores a teologia e escatologia transtribulacionistas, e pós tribulacionistas que o que estava assentado sobre o cavalo branco é Jesus Cristo e não outro, não o Maligno. Toda a vitória pertence somente a Jesus Cristo o Filho do Deus Vivo. Jõ.1;1-14 Ap.1;4-6 Ap.12;7-9 Ap.19;11-13 Ap.6;1-3 Jõ.1;1-14 Ap.1;4-6 Ap.12;7-9.

006 – 2º SELO:

 

Saiu outro cavalo, vermelho, para tirar a paz da terra. Foi-lhe dada uma grande espada. Espada é guerra, perseguição ou avivamento bíblico, inquisição ou cruzada. A primeira Guerra Mundial. O Segundo Selo Refere-se a uma Grande Guerra, uma grande perseguição, um grande combate contra a verdade. Tirada a paz da terra, entende-se Terra Santa ou o Mundo. A Primeira Grande Guerra que tirou a paz da terra foi a 1ªGuerra Mundial. Mas cabe na interpretação também a perseguição romana tanto dos Césares como dos Papas e suas Cruzadas. Saiu um cavalo de cor vermelha para isto mesmo; para que se matassem uns aos outros. É preciso esclarecer para os que são extremamente predestinistas que quem estava sobre o cavalo vermelho não era Satanás nem seus demônios; mas um Anjo de Deus, executando juízos segundo Deus, não segundo Satanás. A verdade de que haverá muitas dores não convida ao Inimigo como partícipe juntamente com Deus, para uma obra de justiça. Ap.6;3-4 Ap.19;11-13

007 – 3º SELO:

 

Saiu um cavalo preto. Foi-lhe concedido: balança, poder, medida e dinheiro, mercadoria e venda. Carestia, desenvolvimento do comércio mundial, abertura dos portos. O Terceiro Selo Refere-se à carestia, fomes, desenvolvimento do comércio e da moeda internacional invenção industrial avançada, comércio elevado. Foi visto um cavalo preto, e concedido a ele poder sobre as medidas; tem uma balança nas mãos e pode controlar e medir todo o comércio; mesmo assim acontece por esse tempo, muita fome, acentuada carestia de víveres, como se figura em palavras: Uma medida de trigo por um denário, ou seja, por um dia de trabalho de um jornaleiro. Alguns comentaristas afirmam que isto significa que mesmo com a fome e a miséria, os ricos continuarão mais ricos e os pobres por sua vez mais pobres, tomando por base a expressão: “Não danifiqueis o azeite nem o vinho”. Mas a figura de azeite e vinho, mesmo espiritualmente, não tem muito a ver com riquezas e dinheiro. Mas podemos observar que conforme os ensinamentos de Nosso Senhor Jesus Cristo, do Deus-Cristo, é importante o que fora recomendado aos seus servos: Em todo tempo sejam alvos os teus vestidos e nunca falte o óleo fresco sobre a tua cabeça.

 

O Fruto da Vide continua verdadeiramente sendo de vida que dá a Vida Eterna. Não será danificado apesar de tudo quanto ocorrer. Espiritualmente o que representa o azeite que é o Espírito Santo, e o Vinho que é o Concerto do Novo Testamento no Sangue. Não será vencido nem arranhado. Não serão danificados, nunca. Ap.6;5-6 Sl.133;3.

008 – 4º SELO:

 

Saiu um cavalo amarelo. Seguia-o a morte e a sepultura. Determinado a matar a 4ª parte da terra. Espada, fome, peste. Segunda Guerra Mundial, grande matança, perseguição, martírio, dores. O Quarto Selo Fala de uma 2ª Grande Guerra, com grande matança, mas violenta e estatisticamente maior. Um cavalo amarelo e o nome do que estava sobre ele era Morte, e era seguido pela sepultura que é chamada inferno ou Hades, e tinha poder para matar a 4ª parte dos homens, pela espada, que significa guerra; pela fome que é um resultado imediato da guerra; a peste que pela mesma consequência segue à fome; no que resulta nas feras da terra que sendo vítima do flagelo produz tamanho malefícios. Porque onde há guerra segue-se: Fome, desequilíbrio ecológico, alteração da personalidade humana e a ascendência desordenada da violência animalesca. Ao cumprir-se o 4º Selo, não somente a guerra matou a muitos, mas os resultados da guerra perduraram por muitos anos e produziram muitas mortes.

 

É importante esclarecer para os escatologistas transtribulacionistas que o cavalo amarelo não é o japonês; nem a morte é um demônio ou um diabo contra Deus e contra seus filhos. A Morte é uma lei, palavra, e ordem de Deus, e um verbo em pleno exercício de sua função, ação, estado e fenômeno. Ainda que para alguns a morte seja uma caveira na beira de um abismo ou de uma estrada perigosa com uma estrovenga na mão, procurando a quem tragar. Na verdade, preciosa é, aos olhos do Senhor, à vista do Senhor a morte de seus santos. Ap.6;7-8 Jõ.11;25-26.

 

009 – 5º SELO:

O sofrimento dos que amam ao Evangelho de Cristo. Perseguição contra os cristãos e o cristianismo, apostasia, princípio de dores. Debaixo do Altar as almas dos Mártires. Perseguições. O Quinto Selo Refere-se a Atualidade. Perseguição por amor do Evangelho e a Cristo. A apostasia, divulgação e propagação do Evangelho por todo o mundo a toda a criatura; alegria e repouso no Seio de Abraão para os que dormiram em Cristo Jesus.

 

Estamos vivendo o 5º selo. Há na face da terra um povo que está sofrendo por amor de Cristo e do Evangelho; ainda que estejamos do lado privilegiado da terra e em um País de liberdade religiosa; não esqueçamos que a perseguição existirá sempre. Mas a verdade da palavra continua: Todos os que querem viver piamente em Cristo Jesus, padecerão perseguições; serão rejeitados pela maioria. Mas o que certamente acontecerá é o ódio de todas as gentes por causa do Nome do Senhor.

 

Nisto se cumpre o Princípio das Dores citados e escritos. Todo sangue derramado fica em memória diante de Deus, como se debaixo do Altar do Sacrifício clamassem contra seus executores. Assim como o sangue de Abel o Justo, e o de Zacarias que morreu entre o Santuário e o Altar. Todos quantos morreram servindo ao Senhor, morreram após o véu rasgado; no Santo dos Santos. Ap.6;9-11 Rm.8;31-39  He.11;1-2 Mt.24;1-14.

010 – A BESTA QUE EMERGE DO MAR:

Então vi subir do mar uma besta que tinha dez chifres e sete cabeças, e sobre os seus chifres dez diademas, e sobre as suas cabeças nomes de blasfêmia. E a besta que vi era semelhante ao leopardo, e os seus pés como os de urso, e a sua boca como a de leão; e o dragão deu-lhe o seu poder e o seu trono e grande autoridade. Também vi uma de suas cabeças como se fora ferida de morte, mas a sua ferida mortal foi curada. Toda a terra se maravilhou, seguindo a besta, e adoraram o dragão, porque deu à besta a sua autoridade; e adoraram a besta, dizendo: Quem é semelhante à besta? Quem poderá batalhar contra ela? Foi-lhe dada uma boca que proferia arrogâncias e blasfêmias; e deu-se-lhe autoridade para atuar por quarenta e dois meses.

 

No surgimento de falsas doutrinas, falsos obreiros e profetas, muitas religiões se levantarão, haverá muita deturpação da verdade e da sã doutrina. Misticismo, paganismo, heresias. Por isso Jesus Cristo preveniu-nos: Guardai-vos dos falsos profetas, que vêm a vós disfarçados em ovelhas, mas interiormente são lobos devoradores. Pelos seus frutos os conhecereis.

 

Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! Entrará no Reino dos Céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus. Muitos me dirão naquele dia: Senhor, Senhor, não profetizamos nós em teu nome? E em teu nome não expulsamos demônios? E em teu nome não fizemos muitos milagres? Então lhes direi claramente: Nunca vos conheci; apartai-vos de mim, vós que praticais a iniquidade.

 

Acautelai-vos dos homens; porque eles vos entregarão aos sinédrios, e vos açoitarão nas suas sinagogas; e por minha causa sereis levados à presença dos governadores e dos reis, para lhes servir de testemunho, a eles e aos gentios. O que vos digo às escuras, dizei-o às claras; e os que escutais ao ouvido, dos eirados preguem-no. E não temais os que matam o corpo, e não podem matar a alma; temei antes aquele que pode fazer perecer no inferno tanto a alma como o corpo.

 

Acautelai-vos, que ninguém vos engane. Porque muitos virão em meu nome, dizendo: Eu sou o Cristo; a muitos enganarão. Igualmente hão de surgir muitos falsos profetas, e enganarão a muitos; e, por se multiplicar a iniquidade, o amor de muitos esfriará. Mas quem perseverar até o fim, esse será salvo.

 

Mas o Espírito expressamente diz que em tempos posteriores alguns apostatarão da fé, dando ouvidos a espíritos enganadores, e a doutrinas de demônios, pela hipocrisia de homens que falam mentiras e têm a sua própria consciência cauterizada, proibindo o casamento, e ordenando a abstinência de alimentos que Deus criou para serem recebidos com ações de graças pelos que são fiéis e que conhecem bem a verdade.

 

Mas houve também entre o povo falsos profetas, como entre vós haverá falsos mestres, os quais introduzirão encobertamente heresias destruidoras, negando até o Senhor que os resgatou, trazendo sobre si mesmos repentina destruição. E muitos seguirão as suas dissoluções, e por causa deles será blasfemado o caminho da verdade; também, movidos pela ganância, e com palavras fingidas, eles farão de vós negócio; a condenação dos quais já de largo tempo não tarda e a sua destruição não dormita. Não calcularemos os 42 meses da atuação da Besta que emerge do mar, mas sabemos que o seu ministério irá até ao Armagedom.

 

Ora, quanto à vinda de Nosso Senhor Jesus Cristo e à nossa reunião com ele, rogamos-vos, irmãos, que não vos movais facilmente do vosso modo de pensar, nem vos perturbeis, quer por espírito, quer por palavra, quer por epístola como enviada de nós, como se o dia do Senhor estivesse já perto. Ninguém de modo algum vos engane; porque isto não sucederá sem que venha primeiro a apostasia e seja revelado o homem do pecado, o filho da perdição, aquele que se opõe e se levanta contra tudo o que se chama Deus ou é objeto de adoração, de sorte que se assenta no santuário de Deus, apresentando-se como Deus. E agora vós sabeis o que o detém para que a seu próprio tempo seja revelado. Pois o mistério da iniqüidade já opera; somente há um que agora o detém até que seja posto fora.

 

O Mar e A Besta: Tu, porém, Daniel, cerra as palavras e sela o livro, até o fim do tempo; muitos correrão de uma parte para outra, e a ciência se multiplicará. 2ºTs.2;1-7 Ap.13;1-5 Mt.7;15-20 Mt.7;21-23 Mt.10;17-18 Mt.10;27-28 Mt.24;4-5 Mt.24;11-12 1ºTm.4;1-3 2ºPe.2;1-3.

011 – O ARREBATAMENTO:

 

A partir de Agora, Cedo, Hoje, nesta Semana, Mês, Ano, Século, Laço. As profecias depois do 6º Selo não comportam mais a Igreja de Cristo na terra. Há possibilidade de ser no Sexto Selo o Arrebatamento da Igreja, embora não nos fosse permitido saber. Melhor é ensinar ou escrever sobre seu dia e hora, que poderá acontecer Agora.

 

Dentro do espaço cronológico lido, compreende-se o arrebatamento entre os selos 5º e 6º; porque o que se segue após o 6º Selo não permite de nenhuma forma a concepção de uma Igreja ainda na terra. Por esse tempo os arrebatados já estarão na glória para sempre com o Cordeiro. Então os assinalados de Cristo e luzes prometidas a Davi resistirão às pragas, como está escrito. Ap.9;4.

 

Quanto àquele dia e hora ninguém sabe; nem Jesus Cristo Homem; Ainda que sendo Um com o Pai, Ele é o Próprio Pai, e não outro. Ele não revelando, ninguém o sabe. Não o revelará, senão no momento soberano do seu querer e poder. Isto é como não saber. Acerca daquele dia e hora ninguém sabe, ninguém calcula, ninguém pode garantir. Pode ser pela manhã, no cantar do galo, ao meio dia, à tarde ou durante a noite. Jesus Cristo por seus cuidados nos preveniu, deixando claro por sinais de sabedoria, que no tempo do fim fica imperativa a necessidade de orar e vigiar.

 

Uma vez que estamos já vivendo o 5º para o 6º Selo, Jesus Cristo pode vir a qualquer momento. Nunca a terra esteve tão perto do tempo do fim e vivendo momentos mais propícios para a volta de Cristo Jesus. Os dias atuais são francamente positivos conforme as profecias. A afirmação de que estamos vivendo o no 5º Selo é porque não há mais vagas para a Igreja de Cristo estar na terra; depois de aberto o 6º Selo. Ainda que o 6º Selo possa ser exatamente o Arrebatamento. As coisas que acontecerão depois do 6º Selo e do arrebatamento turbarão toda a face da terra, não haverá mais vagas para a Igreja.

 

A teoria milenista; pós milenista, trans-milenista, tribulacionista, trans-tribulacionista e pós-tribulalcionista, afirmam que a Igreja passará pela grande tribulação. Para os tais o Arrebatamento ainda demora e acontecerá perto das Trombetas e das Grandes Pragas. Mas nós acreditamos e defendemos a verdade de que o Arrebatamento está previsto para Agora.

 

De improviso, como um laço, Hoje, nesta Semana Mês Ano e Século. Jesus Cristo propôs-lhes então uma parábola: Olhai para a figueira, e para todas as árvores; quando começam a brotar, sabeis por vós mesmos, ao vê-las, que já está próximo o verão. Assim também vós, quando virdes acontecerem estas coisas, sabei que o reino de Deus está próximo. Em verdade vos digo que não passará esta geração até que tudo isso se cumpra. Passará o céu e a terra, mas as minhas palavras jamais passarão.

 

Olhai por vós mesmos; não aconteça que os vossos corações se carreguem de glutonaria, de embriaguez, e dos cuidados da vida, e aquele dia vos sobrevenha de improviso como um laço. Porque há de vir sobre todos os que habitam na face da terra. Vigiai, pois, em todo o tempo, orando, para que possais escapar de todas estas coisas que hão de acontecer, e estar em pé na presença do Filho do homem.

 

Assim como nos dias anteriores ao dilúvio, assim será o Arrebatamento. Porquanto, assim como nos dias anteriores ao dilúvio, comiam, bebiam, casavam e davam-se em casamento, até o dia em que Noé entrou na arca, e não o perceberam, até que veio o dilúvio, e os levou a todos; assim será também a vinda do Filho do homem. Então, estando dois homens no campo, será levado um e deixado outro; estando duas mulheres a trabalhar no moinho, será levada uma e deixada a outra.

 

Deus para si o tomou: Andou Enoque com Deus, depois que gerou a Matusalém, trezentos anos; e gerou filhos e filhas. Todos os dias de Enoque foram trezentos e sessenta e cinco anos; Enoque andou com Deus; e não apareceu mais, porquanto Deus o tomou.

 

Aquele dia e hora ainda não foi tornado visível; aquele dia e hora ainda não foram determinados; aquele dia e hora ainda não foi um verbo pronunciado; aquele dia e hora ainda não foram feitos nem projetados; aquele dia e hora é um improviso de Deus; uma surpresa agradável aos Seus amados; um presente para o Noivo; um livramento rápido para a Noiva; um fim dos “hojes” planejados, “ontens”, e “amanhãs”; um dia que não cuidará de si mesmo por necessidade nem por precisão; porque será o mais diferente de todos os dias para a face da Terra.

 

Não dará tempo para nada. Será mais rápido que um trovão, mais admirável que um relâmpago, mais imprevisível que um piscar de olhos. Pode ser que assim aconteça, e que o homem venha presumir que Deus precise programar minuciosamente um dia qualquer ou especial. Mas arrebatamento não é um dia, nem uma hora, nem um momento. Ele se efetivará dentro de um tempo tão curto, que é tempo, tempo, e metade de tempo. Não dá tempo para preparar o que jamais precisou de um limitado preparo.

 

A Vinda Visível de Cristo – Então virá o Senhor meu Deus, e todos os santos com ele. Acontecerá naquele dia, que não haverá calor, nem frio, nem geada; [At.1;7] porém será um dia conhecido do Senhor; nem dia nem noite será; mas até na parte da tarde haverá luz. Mt.25;1-13 Lc.21;30-36 At.1;7 Ap.22;20-21 Lc.21;34-36 Mt.24;38-41.

 

012 – 6º SELO:

 

Após Arrebatamento, cumpre-se A Grande Tribulação; Fecha-se a porta da graça, começam as mais temidas pragas. Domínio absoluto do Anti Cristo e perseguição sem trégua aos que porventura ficarem rejeitados. Após o arrebatamento quem não foi fiel no mínimo não será no muito. Não haverá arrependimento, se não, revoltas e blasfêmias contra Deus. Até o que perecia ter será tirado de todos os que amaram mais a mentira que a verdade.

 

O Sexto Selo: Após o Arrebatamento começa a Grande Tribulação, e esta com grande terror sobre a terra; e cumpre-se o Grande e Terrível dia do Senhor, ao escurecer-se o sol, consequentemente a luz da lua; isto apavorará aos homens. Há um grande tremor de terra, caem as estrelas do céu, no que se explica: meteoritos e outros elementos ou seres luminosos; considerando o tamanho normal e a distância de uma estrela.

 

Lembrando a imensidão do Sistema Solar. A imagem natural da visão do céu desaparece como uma cortina na que se enrola, ou um pergaminho; e por causa do grande abalo os homens se lamentam e procuram esconder-se da ira do Cordeiro. Será uma marca inconfundível de que começou o juízo contra a terra. Por esse tempo a Igreja Amada de Cristo já estará fora da terra.

 

Para os que crêem no Arrebatamento no meio da tribulação, este 6º Selo, segundo eles, é uma forma diferente de narrar a Última Trombeta; mas a diferença ente as trombetas e as taças é muito grande, embora com termos figurativos iguais. É que durante os primeiros Selos e Trombetas cumprem-se castigos e pragas parciais; e nas Salvas ou Taças são completas absolutas abrangentes e definitivas.

 

Pode haver semelhança literária; mas há grande diferença entre o mar em sangue e o mar como sangue de morto; morrer um terço ou morrer o total. Após as Taças não haverá mais recuperação. Ap.6;12-17 Ap.7;1-8 Ap.13;1-8 Ap.14;1-5 Ap.17;15-17.

 

013 – GRANDES ABALOS:

Toda ilha saiu do seu lugar; todo o monte fugiu. Deixando claros seus castigos, Jesus Cristo disse: Ai de ti, Corazin! ai de ti, Betsaida! Porque, se em Tiro e em Sidom, se tivessem operado os milagres que em vós se operaram, há muito elas se teriam arrependidas em cilício e em cinza. Contudo, eu vos digo que para Tiro e Sidom haverá menos rigor, no dia do juízo, do que para vós. E tu, Cafarnaum, porventura serás elevada até o céu? Até o inferno descerás; porque, se em Sodoma se tivessem operado os milagres que em ti se operaram, teria ela permanecido até hoje. Contudo, eu vos digo que no dia do juízo haverá menos rigor para a terra de Sodoma do que para ti.

 

Toda planta que meu Pai celestial não plantou será arrancada. E quem cair sobre esta pedra será despedaçado; mas aquele sobre quem Ela cair será reduzido a pó. Jerusalém, Jerusalém, que matas os profetas, apedrejas os que a ti são enviados! Quantas vezes quis eu ajuntar os teus filhos, como a galinha ajunta os seus pintos debaixo das asas, e não o quiseste! Eis aí abandonada vos é a vossa casa. Pois eu vos declaro que desde agora de modo nenhum me vereis, até que digais: Bendito aquele que vem em nome do Senhor. Ou pensais que aqueles dezoito, sobre os quais caiu a torre de Siloé e os matou, foram mais culpados do que todos os outros habitantes de Jerusalém? Não, eu vos digo; antes, se não vos arrependerdes, todos de igual modo perecereis.

 

E haverá sinais no sol, na lua e nas estrelas; e sobre a terra haverá angústia das nações em perplexidade pelo bramido do mar e das ondas. Os homens desfalecerão de terror, e pela expectação das coisas que sobrevirão ao mundo; porquanto os poderes do céu serão abalados. Desde a antiguidade fundaste a terra; e os céus são obra das tuas mãos. Eles perecerão, mas tu permanecerás; todos eles, como um vestido, envelhecerão, como roupas os mudarás, e ficarão mudados. Mas tu és o mesmo, e os teus anos não acabarão. Os filhos dos teus servos habitarão seguros, e a sua descendência ficará firmada diante de ti.

 

E todo o exército dos céus se dissolverá, e o céu se enrolará como um livro; e todo o seu exército desvanecerá como desvanece a folha da vide e da figueira. Pois a minha espada se embriagou no céu; eis que sobre Edom descerá, e sobre o povo do meu anátema, para exercer juízo. Tu, Senhor, no princípio fundaste a terra, e os céus são obras de tuas mãos; eles perecerão, mas tu permaneces; e todos eles, como roupa, envelhecerão, e qual um manto os enrolarás, e como roupa se mudarão; mas tu és o mesmo, e os teus anos não acabarão. He.1;10-12 Ap.6;14 Mt.11;23-24 Mt.15;13 Mt.21;44 Mt.23;37-39 Lc.13;4-5 Lc.21;25-26 Sl.102;25-28 Is.34;4-5.

014 – OS QUATRO VENTOS:

Bendize, ó minha alma, ao Senhor! Senhor, Deus meu, tu és magnificentíssimo! Estás vestido de honra e de majestade, tu que te cobres de luz como de um manto, que estendes os céus como uma cortina. És tu que pões nas águas os vigamentos da tua morada, que fazes das nuvens o teu carro, que andas sobre as asas do vento; que fazes dos ventos teus mensageiros, dum fogo abrasador os teus ministros.

 

Uma pausa na tribulação para que sejam assinalados os de Cristo Jesus. Algumas interpretações apontam para os quatro Evangelhos selados ou proibidos. A Trégua dos Quatro Ventos. Por um tempo param as pragas e é ordenado que nenhum vento assopre contra árvore alguma, ficam também impedidos os quatro Anjos que receberam poder para danificarem a terra e o mar. Acontece uma parada em tudo, até que sejam assinalados os que são de Cristo os quais servirão de sinal para que haja a diferença entre o que serve a Deus e o que não serve; e ficarão como lâmpadas acesas conforme promessa feita a Davi, e semelhante àqueles sete mil que não se dobrarão a Baal. Não haverá praga alguma sobre a terra.

 

Até que se completem o número dos assinalados e testemunhas fiéis de Cristo Jesus. Mesmo apesar do domínio da Besta 666, haverá os sobreviventes assinalados de Cristo Jesus, até que se completem os 144.000. Na visão de Zacarias encontramos as suas palavras: De novo levantei os meus olhos, e olhei, e eis quatro carros que saíam dentre dois montes, e estes montes eram montes de bronze. No primeiro carro eram cavalos vermelhos, no segundo carro cavalos pretos, no terceiro carro cavalos brancos, e no quarto carro cavalos baios com malhas. Então, dirigindo-me ao anjo que falava comigo, perguntei: Quem são estes ó meu Senhor? Respondeu-me o anjo: Estes estão saindo aos quatro ventos do céu, depois de se apresentarem perante O Senhor de toda a terra.

 

O carro em que estão os cavalos pretos sai para a terra do norte, os brancos são para o oeste, e os malhados para a terra do sul; e os cavalos baios saíam, e procuravam ir por diante, para percorrerem a terra. E ele disse: Ide, percorrei a terra. E eles a percorriam. Ora, quanto aos anjos, o Salmista diz: Quem de seus anjos faz ventos, e de seus ministros labaredas de fogo. Não são todos eles espíritos ministradores, enviados para servir a favor dos que hão de herdar a salvação? Ap.7;1-3 Zc.6;1-7 He.11;7e14.

 

Os Quatro Ventos: No primeiro ano de Belsazar, rei de Babilônia, teve Daniel, na sua cama, um sonho e visões da sua cabeça. Então escreveu o sonho, e relatou a suma das coisas. Falou Daniel, e disse: Eu estava olhando, numa visão noturna, e eis que os quatro ventos do céu agitavam o Mar Grande. E quatro grandes animais, diferentes uns dos outros, subiam do mar. O primeiro era como leão, e tinha asas de águia; enquanto eu olhava, foram-lhe arrancadas as asas, e foi levantado da terra, e posto em dois pés como um homem; e foi-lhe dado um coração de homem. Continuei olhando, e eis aqui o segundo animal, semelhante a um urso, o qual se levantou de um lado, tendo na boca três costelas entre os seus dentes; e foi-lhe dito assim: Levanta-te, devora muita carne. Depois disto, continuei olhando, e eis aqui outro, semelhante a um leopardo, e tinha nas costas quatro asas de ave; tinha também este animal quatro cabeças; e foi-lhe dado domínio. Depois disto, eu continuava olhando, em visões noturnas, e eis aqui o quarto animal, terrível e espantoso, e muito forte, o qual tinha grandes dentes de ferro; ele devorava e fazia em pedaços, e pisava aos pés o que sobejava; Dn.7;1-5.

015 – OS ASSINALADOS:

São selados os que permanecerão como a luz prometida a Davi. Resistirão às pragas os que forem fiéis os da geração de Davi, para que sempre haja uma luz em Israel. Estes assinalados provavelmente farão parte nos 144.000, será uma parte desses escolhidos irrepreensíveis. Deus os mostra completos depois. Foi visto o número dos assinalados e eram 144.000, todos da tribo de Israel. 12.000 de cada Tribo, segundo as escrituras. São homens virgens, que não se contaminaram com mulheres, são comprados como primícias da terra, em cuja boca não houve engano, e assim como os eunucos castram-se pelo amor do Evangelho e do Reino dos Céus.

 

Estes são escolhidos durante todo o tempo de Deus; ainda que só tenham sido mostrados ou contados nos primeiros capítulos de Apocalipse. Apesar das pragas e castigos continuarem, esta visão fora dada a João, independente do tempo cronológico. Fora uma linguagem de Deus para assegurar-nos que apesar de tudo, e independente de tudo, vale a pena ser fiel a Cristo Jesus Nosso Senhor. Esta revelação foi certamente um socorro de Deus para um homem exilado e preso por causa do testemunho do Evangelho e do Senhor Jesus Cristo. Ap.7;4-8 Ap.14;1-5.

016 – A BESTA QUE EMERGE DA TERRA:

O Anti-Cristo manifestado em carne controlando a terra. Haverá o Controle Universal e uma só religião será estabelecida; Uma só moeda; um só governo; um só controle. A Besta Que Emerge da Terra. Levanta-se um Falso Profeta e começa arrebanhar os homens para uma religião única no mundo, baseada em ensinamentos anti-cristãos, uma vez que seguir a Cristo resultou num desaparecimento total de seus seguidores [Arrebatamento]. Levantando-se ou manifestando-se o Anti-Cristo que sendo a figura e imitação de Cristo Jesus, enganará aos judeus por causa dos sinais que realiza à vista de todos os povos. Falsos Profetas conseguem arrebanhar uma grande multidão, e estabelecem uma Religião Única no Mundo, no comércio holístico, e haverá

 

Cadastramento Universal. Implantação total do sistema 666, o que significará uma abominação a Deus. O Anti-Cristo estará dominando a terra totalmente; e ao ser acolhido pelo povo judeu, se fortalecerá e dominará a todas as nações da terra. Quando, pois, virdes estar no lugar santo a abominação de desolação, predita pelo profeta Daniel [quem lê, entenda], então os que estiverem na Judéia fujam para os montes; quem estiver no eirado não desça para tirar as coisas de sua casa, e quem estiver no campo não volte atrás para apanhar a sua capa. Mas ai das que estiverem grávidas, e das que amamentarem naqueles dias! Orai para que a vossa fuga não suceda no inverno nem no sábado; porque haverá então uma tribulação tão grande, como nunca houve desde o princípio do mundo até agora, nem jamais haverá.

 

E se aqueles dias não fossem abreviados, ninguém se salvaria; mas por causa dos escolhidos serão abreviados aqueles dias. Se, pois, alguém vos disser: Eis aqui o Cristo! Ou: Ei-lo aí! Não acrediteis; porque hão de surgir falsos cristos e falsos profetas, e farão grandes sinais e prodígios; de modo que, se possível fora, enganariam até os escolhidos. Eis que de antemão vo-lo tenho dito. Portanto, se vos disserem: Eis que ele está no deserto; não saiais; ou: Eis que ele está no interior da casa; não acrediteis.

 

Observei a terra, e eis que era sem forma e vazia; também os céus, e não tinham a sua luz. Observei os montes, e eis que estavam tremendo; e todos os outeiros estremeciam. Observei e eis que não havia homem algum, e todas as aves do céu tinham fugido. Vi também que a terra fértil era um deserto, e todas as suas cidades estavam derrubadas diante do Senhor, diante do furor da sua ira. Pois assim diz o Senhor: Toda a terra ficará assolada; de todo, porém, não a consumirei. Por isso lamentará a terra, e os céus em cima se enegrecerão; porquanto assim o disse eu, assim o propus, e não me arrependi, nem me desviarei disso. Diz o Senhor.

 

E mostrarei prodígios em cima no céu; e sinais embaixo na terra, sangue, fogo e vapor de fumaça. O sol se converterá em trevas, e a lua em sangue, antes que venha o grande e glorioso dia do Senhor. E acontecerá que todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo. Diante deles a terra se abala; tremem os céus; o sol e a lua escurecem, e as estrelas retiram o seu resplendor. E o Senhor levanta a sua voz diante do seu exército, porque muito grande é o seu arraial; e poderoso é quem executa a sua ordem; pois o dia do Senhor é grande e muito terrível, e quem o poderá suportar? Todavia ainda agora diz o Senhor:

 

Convertei-vos a mim de todo o vosso coração; e isso com jejuns, e com choro, e com pranto. E rasgai o vosso coração, e não as vossas vestes; e convertei-vos ao Senhor vosso Deus; porque ele é misericordioso e compassivo, tardio em irar-se e grande em benignidade, e se arrepende do mal. E mostrarei prodígios no céu e na terra, sangue e fogo, e colunas de fumaça. O sol se converterá em trevas, e a lua em sangue, antes que venha o grande e terrível dia do Senhor. E há de ser que todo aquele que invocar o Nome do Senhor será salvo; pois no monte Sião e em Jerusalém estarão os que escaparem, como disse o Senhor, e entre os sobreviventes aqueles que o Senhor chamar.

 

Ninguém de modo algum vos engane; porque isto não sucederá sem que venha primeiro a apostasia e seja revelado o homem do pecado, o filho da perdição, aquele que se opõe e se levanta contra tudo o que se chama Deus ou é objeto de adoração, de sorte que se assenta no santuário de Deus, apresentando-se como Deus. E agora vós sabeis o que o detém para que a seu próprio tempo seja revelado.

 

Pois o mistério da iniquidade já opera; somente há um que agora o detém até que seja posto fora; e então será revelado esse iníquo, a quem o Senhor Jesus matará como o sopro de sua boca e destruirá com a manifestação da sua vinda; a esse iníquo cuja vinda é segundo a eficácia de Satanás com todo o poder e sinais e prodígios de mentira, e com todo o engano da injustiça para os que perecem, porque não receberam o amor da verdade para serem salvos. E por isso Deus lhes envia a operação do erro, para que creiam na mentira; para que sejam julgados todos os que não creram na verdade, antes tiveram prazer na injustiça.

 

A Besta da Terra: Depois disto, continuei olhando, e eis aqui outro, semelhante a um leopardo, e tinha nas costas quatro asas de ave; tinha também este animal quatro cabeças; e foi-lhe dado domínio. Depois disto, eu continuava olhando, em visões noturnas, e eis aqui o quarto animal, terrível e espantoso, e muito forte, o qual tinha grandes dentes de ferro; ele devorava e fazia em pedaços, e pisava aos pés o que sobejava; era diferente de todos os animais que apareceram antes dele, e tinha dez chifres.

 

Eu considerava os chifres, e eis que entre eles subiu outro chifre, pequeno, diante do qual três dos primeiros chifres foram arrancados; e eis que neste chifre havia olhos, como os de homem, e uma boca que falava grandes coisas. Dn.7;6-8 2ºTs.2;3-12 Jl.2;31-32 Ap.13;1-18 Mt.24;15-26 Jr.4;23-28 At.2;19-21 Jl.2;10-13.

 

017 – CAI O CATOLICISMO:

A Religião da Nova Era ou Luciferiana aborrece a Grande Meretriz. A Grande Prostituta que adulterou com pedra e com pau cairá diante da Luciferiana. Será arrasada. Cai A Grande Meretriz: Uma vez estabelecida uma Única Religião Universal, tudo quanto lembrar a Cristo Jesus, Sua Igreja e seus Seguidores será aniquilado e proibido terminantemente. Uma vez que corretamente ou não, Cristo é lembrado na Igreja Católica e o Vaticano representa a religiosidade cristã mundial e tradicional, será aniquilado pela Religião da Nova Era. A Religião Única Universal. Está escrito que aborrecerão a Grande Prostituta.

 

Grande Meretriz que adulterou com pedra e com pau. Todo o intento da Nova Religião será um; terão uma mesma idéia; destruir toda a religiosidade cristã. Todos os líderes religiosos cederão à Besta, seu poder e sua autoridade. Os governantes farão o mesmo. Disse-me ainda: As águas que viste, onde se assenta a prostituta são povos, multidões, nações e línguas.

 

E os dez chifres que viste, e a besta, estes odiarão a prostituta e a tornarão desolada e nua, e comerão as suas carnes, e a queimarão no fogo. E a mulher que viste é a grande cidade que reina sobre os reis da terra. Ap.17;13-18.

018 – A GRANDE BABILÔNIA:

A Religião Única terá a sua Sede na mesma cidade onde estará o Único Controle e Único Governo da terra A cidade que acolherá todas estas coisas será chamada “Babilônia a Grande”; ela controlará todas as coisas que interessam ao Novo sistema de cultos e governo. Esta é a mulher que sendo mostrada a João, dominaria e reinaria sobre todos os reinos da terra. Aquela Grande Cidade se tornará morada de chacais e de tudo quanto for abominável aos olhos do Senhor; lá se reunirão todas as seitas contrárias a Cristo, e estabelecerá toda a sorte de ocultismo; e se estabelecerá com Rainha sobe todas as águas. Ou seja: dominadora de todas as doutrinas, filosofias e seguimentos sectaristas ou religiosos.

 

Águas são doutrinas e ensinamentos. Então ele me levou em espírito a um deserto; e vi uma mulher montada numa besta cor de escarlata, que estava cheia de nomes de blasfêmia, e que tinha sete cabeças e dez chifres. A mulher estava vestida de púrpura e de escarlata, e adornada de ouro, pedras preciosas e pérolas; e tinha na mão um cálice de ouro, cheio das abominações, e da imundícia da prostituição; e na sua fronte estava escrito um nome simbólico:

 

A grande Babilônia, a mãe das prostituições e das abominações da terra. E vi que a mulher estava embriagada com o sangue dos santos e com o sangue dos mártires de Jesus. Quando a vi, maravilhei-me com grande admiração. A grande Babilônia, e se tornou morada de demônios, e guarida de todo espírito imundo, e guarida de toda ave imunda e detestável. Porque todas as nações têm bebido do vinho da ira da sua prostituição, e os reis da terra se prostituíram com ela; e os mercadores da terra se enriqueceram com a abundância de suas delícias. Ouvi outra voz do céu dizer:

 

Sai dela, povo meu, para que não sejas participante dos seus pecados, e para que não incorras nas suas pragas. Porque os seus pecados se acumularam até o céu. Quanto ela se glorificou, e em delícias esteve. Ela diz em seu coração: Estou assentada como rainha, e não sou viúva, e de modo algum verei o pranto. E os reis da terra, com ela se prostituíram e viveram em delícias; as suas mercadorias: mercadorias de ouro, de prata, de pedras preciosas, de pérolas, de linho fino, de púrpura, de seda e de escarlata; e toda espécie de madeira odorífera, e todo objeto de marfim, de madeira preciosíssima, de bronze, de ferro e de mármore; e canela, especiarias, perfume, mirra e incenso; e vinho, azeite, flor de farinha e trigo; e gado, ovelhas, cavalos e carros; e escravos, e até almas de homens.

 

Ai! Ai da grande cidade, da que estava vestida de linho fino, de púrpura, de escarlata, e adornada com ouro, e pedras preciosas, e pérolas! E todo piloto, e todo o que navega para qualquer porto e todos os marinheiros, e todos os que trabalham no mar clamavam: Que cidade é semelhante a esta grande cidade? Ai! Ai da grande cidade, na qual todos os que tinham naus no mar se enriqueceram em razão da sua opulência! E em ti não se ouvirá mais o som de harpistas, de músicos, de flautistas e de trombeteiros; e nenhum artífice de arte alguma se achará mais em ti; e em ti não mais se ouvirá ruído de mó; e luz de candeia não mais brilhará em ti, e voz de noivo e de noiva não mais em ti se ouvirá; porque os teus mercadores eram os grandes da terra; porque todas as nações foram enganadas pelas tuas feitiçarias.

 

E nela se achou o sangue dos profetas, e dos santos, e de todos os que foram mortos na terra. Ap.17;3-6 Ap.17;16-18 Ap.18;1-24.

019 – 7º SELO:

Silêncio no Céu, este silêncio, e de quase meia hora não cabe mensuralmente na mente humana. Deus não nos autorizou por cálculos humanos medir Atitudes, Sentimentos, ou Tempos Celestiais. Ninguém precisara calendário sobre a participação ou não participação Celestial no fim do mundo.

 

O Sétimo Selo: Abre-se o Sétimo Selo e faz-se silêncio no Céu por quase meia hora. Aparecem os sete Anjos para tocarem as suas sete trombetas. A maioria dos comentaristas de Apocalipse afirma que o silêncio fora por causa da seriedade e da gravidade das pragas anunciadas contra os homens da terra e das tribulações e ais que virão sobre a terra.

 

Recomeçam as pragas e ais, e Agora não parará até que chegue o Milênio judeu. Somente os que foram assinalados por Cristo Jesus não sofrerão as pragas e castigos que cairão sobre a terra e sobre a sorte dos homens ímpios. Vale informar que, por esse tempo a Igreja já terá sido arrebatada. Não pensam assim os pós-tibulalcionista e os transmilenitas. Quanto ao silêncio no Céu podemos compreender que assim como Israel passou 400 anos sem Profetas se compreendeu um silêncio de Deus; pela mesma forma, quando Saul caiu, não pode mais ouvir a Voz nem Palavra de Deus.

 

Deus não lhe respondeu mais, nem por sonhos, nem por Urim nem por Profetas. Não poderíamos desassociar o silêncio no Céu da Porta da Graça Fechada como é tem falado entre os conhecedores das escrituras, também com a Bíblia como um livro selado que alguém olhará, lerá, e não entenderá; assim como se cumpriu na profecia de Isaías, viva a até o fim. Não fica difícil de compreender a operação do espírito do erro para os que crerem na mentira. Na visão de Isaías temos: Depois disto ouvi a voz do Senhor, que dizia: A quem enviarei, e quem irá por nós? Então disse eu: Eis-me aqui, envia-me a mim. Disse, pois, ele: Vai, e dize a este povo:

 

Ouvis, de fato, e não entendeis, e vedes, em verdade, mas não percebeis. Engorda o coração deste povo, e endurece-lhe os ouvidos, e fecha-lhe os olhos, para que ele não veja com seus olhos, e ouça com os ouvidos, e entenda com o coração, e se converta, e seja sarado. Então disse eu: Até quando, Senhor? E respondeu: Até que sejam assoladas as cidades, e fiquem sem habitantes, e as casas sem moradores, e a terra seja de todo assolada, e o Senhor tenha removido para longe dela os homens, e sejam muitos os lugares abandonados no meio da terra. E por isso Deus lhes enviará a operação do erro, para que creiam na mentira; para que sejam julgados todos os que não creram na verdade, antes tiveram prazer na injustiça. No silêncio de Deus para com Saul, temos: Então consultou Saul a Deus, dizendo: Descerei atrás dos filisteus? Entregá-los-ás na mão de Israel?

 

Deus, porém, não lhe respondeu naquele dia. Vendo Saul o arraial dos filisteus, temeu e estremeceu muito o seu coração. Pelo que consultou Saul ao Senhor, porém o Senhor não lhe respondeu, nem por sonhos, nem por Urim, nem por profetas. Samuel [pelo que se pressupôs] disse a Saul: Por que me inquietaste, fazendo-me subir? Então disse Saul: Estou muito angustiado, porque os filisteus guerreiam contra mim, e Deus se tem desviado de mim, e já não me responde, nem por intermédio dos profetas nem por sonhos; por isso te chamei, para que me faças saber o que hei de fazer. Então disse Samuel [o pressuposto]: Por que, pois, me perguntas a mim, visto que o Senhor se tem desviado de ti, e se tem feito teu inimigo?

 

A Sabedoria Disser Antes: Mas, porque clamei, e vós recusastes; porque estendi a minha mão, e não houve quem desse atenção; antes desprezastes todo o meu conselho, e não fizestes caso da minha repreensão; também eu me rirei no dia da vossa calamidade; zombarei, quando sobrevier o vosso terror, quando o terror vos sobrevier como tempestade, e a vossa calamidade passar como redemoinho, e quando vos sobrevierem aperto e angústia. Então a mim clamarão, mas eu não responderei; diligentemente me buscarão, mas não me acharão. Ap.8;1-6.

 

E perguntei ao Homem Vestido de Linho, que estava por cima das águas do rio: Quanto tempo haverá até o fim destas maravilhas? E ouvi o homem vestido de linho, que estava por cima das águas do rio, quando levantou ao céu a mão direita e a mão esquerda, e jurou por aquele que vive eternamente que isso seria para um tempo, tempos, e metade de tempo. E foram dadas à mulher as duas asas da grande águia, para que voasse para o deserto, ao seu lugar, onde é sustentada por um tempo, e tempos, e metade de um tempo, fora da vista da serpente.

 

Tirado o Sacrifício E depois de sessenta e duas semanas será cortado O Ungido, e nada lhe subsistirá; e o povo do príncipe que há de vir destruirá a cidade e o santuário, e o seu fim será com uma inundação; e até o fim haverá guerra; estão determinadas assolações. E ele fará um pacto firme com muitos por uma semana; e na metade da semana fará cessar o sacrifício e a oblação; e sobre a asa das abominações virá o assolador; e até a destruição determinada, a qual será derramada sobre o assolador.

 

E desde o tempo em que o holocausto contínuo for tirado e estabelecido a abominação desoladora, haverá mil duzentos e noventa dias. Dn.9;26-27 Ap.12;14 Pv.1;24-28 2ºTs.2;11-12 1ºSm.14;37 1ºSm.28;6-7 Is.6;8-12 Rm.12;19 Ap.6;9-10 Ap.8;1-6.

020 – PAZ E SEGURANÇA:

Um pouco, e já não me vereis: Mais uma vez o homem retorna ao seu velho tema: Paz e segurança. Um só Homem governando Mundo, com poderes sobre toda a terra e sobre a natureza, para se ter a paz. Vida econômica e social garantida pela Besta 666. O mundo secular dos “De bem com a vida”. Jesus Cristo disse: Um pouco, e já não me vereis; e outra vez um pouco, e ver-me-eis. Seus discípulos perguntaram uns para os outros: Que é isto que nos diz? Um pouco, e não me vereis; e outra vez um pouco, e ver-me-eis; e: Porquanto vou para o Pai? Que quer dizer isto: Um pouco?

 

Não compreenderam o que Ele estava dizendo; percebendo Jesus que o queriam interrogar, antecipou-se e disse-lhes: Indagais entre vós acerca disto que disse: Um pouco, e não me vereis; e outra vez um pouco, e ver-me-eis? Em verdade, em verdade, vos digo que vós chorareis e vos lamentareis, mas o mundo se alegrará; vós estareis tristes, porém a vossa tristeza se converterá em alegria. Irmãos, acerca dos tempos e das épocas não necessitais de que se vos escreva: porque vós mesmos sabeis perfeitamente que…

 

O dia do Senhor virá como vem o ladrão de noite; pois quando estiverem dizendo: Paz e segurança! Então lhes sobrevirá repentina destruição, como as dores de parto àquela que está grávida; e de modo nenhum escaparão. Mas vós, irmãos, não estais em trevas, para que aquele dia, como ladrão, vos surpreenda; porque todos vós sois filhos da luz e filhos do dia; nós não somos da noite nem das trevas; não durmamos, pois, como os demais, antes vigiemos e sejamos sóbrios.

 

Como aconteceu nos dias de Noé, assim também será nos dias do Filho do homem. Comiam, bebiam, casavam e davam-se em casamento, até o dia em que Noé entrou na arca, e veio o dilúvio e os destruiu a todos. Como também da mesma forma aconteceu nos dias de Ló: Comiam, bebiam, compravam, vendiam, plantavam e edificavam; mas no dia em que Ló saiu de Sodoma choveu do céu fogo e enxofre, e os destruiu a todos; assim será no dia em que o Filho do homem se há de manifestar. Naquele dia, quem estiver no eirado, tendo os seus bens em casa, não desça para tirá-los; e, da mesma sorte, o que estiver no campo, não volte para trás.

 

Lembrai-vos da mulher de Ló. Qualquer que procurar preservar a sua vida perdê-la-á, e qualquer que a perder, conservá-la-á. Porquanto dizes: Rico sou, e estou enriquecido, e de nada tenho falta; e não sabes que és um coitado, e miserável, e pobre, e cego, e nu.

 

O Anti-Cristo: Porque depois se levantará um homem vil, ao qual não tinham dado a majestade real; mas ele virá caladamente, e tomará o reino com lisonja. E as forças inundantes serão varridas de diante dele, e serão quebrantadas, como também o príncipe do pacto. E, depois de feita com ele a aliança, usará de engano; e subirá, e se tornará forte com pouca gente. Virá também em tempo de segurança sobre os lugares mais férteis da província; e fará o que nunca fizeram seus pais, nem os pais de seus pais; espalhará entre eles a presa, os despojos e os bens; e maquinará os seus projetos contra as fortalezas, mas por certo tempo. Ap.3;17 Jõ.16;16-20 Mt.10;37-39 1ºTs.5;1-6.

021 – REPENTINA DESTRUIÇÃO:

 

Recomeça a Grande Tribulação, ordenam-se as trombetas. Os efeitos da Primeira Trombeta são palpáveis e visíveis, dolorosos e angustiantes. Os homens se revoltarão contra Deus. Sabeis perfeitamente que o dia do Senhor virá como vem o ladrão de noite; pois quando estiverem dizendo: Paz e segurança! Então lhes sobrevirá Repentina Destruição, como as dores de parto àquela que está grávida; e de modo nenhum escaparão. Muitos não compreendem até hoje porque Jesus Cristo disse:

 

Deixai crescer ambos juntos até a ceifa; e, por ocasião da ceifa, direi aos ceifeiros: Ajuntai primeiro o joio, e atai-o em molhos para o queimar; o trigo, porém, recolhei-o no meu celeiro. Igualmente, o reino dos céus é semelhante a uma rede lançada ao mar, e que apanhou toda espécie de peixes. E, quando cheia, puxaram-na para a praia; e, sentando-se, puseram os bons em cestos; os ruins, porém, lançaram fora. Assim será no fim do mundo: sairão os anjos, e separarão os maus dentre os justos, e lançá-los-ão na fornalha de fogo; ali haverá choro e ranger de dentes. Jesus Cristo, de manhã, ao voltar à cidade, teve fome; e, avistando uma figueira à beira do caminho, dela se aproximou, e não achou nela senão folhas somente; e disse-lhe:

 

Nunca mais nasça fruto de ti. E A figueira secou imediatamente. Quando os discípulos viram isso, perguntaram admirados: Como é que imediatamente secou a figueira? Assim mesmo virá o Senhor daquele servo, Num dia em que não o espera, e numa hora de que não sabe, e cortá-lo-á pelo meio, e lhe dará a sua parte com os hipócritas; ali haverá choro e ranger de dentes. Nos dias anteriores ao dilúvio, comiam, bebiam, casavam-se e davam em casamento e não o perceberam. Mc.13;35-36.

 

Até que veio o dilúvio, e os levou a todos; assim será também a vinda do Filho do homem. Vigiai, pois, porque não sabeis em que dia vem o vosso Senhor; sabei, porém, isto: se o dono da casa soubesse a que vigília da noite havia de vir o ladrão, vigiaria e não deixaria minar a sua casa. Por isso ficai também vós apercebidos; porque numa hora em que não penseis, virá o Filho do homem. Vigiai, pois; porque não sabeis quando virá o senhor da casa; se à tarde, se à meia-noite, se ao cantar do galo, se pela manhã; para que…

 

Vindo de improviso, não vos ache dormindo. Na parábola das Dez Virgens, Tardando o Noivo, cochilaram todas, e dormiram. Mas à meia-noite ouviu-se um grito: Eis o noivo! Saí-lhe ao encontro! Então todas aquelas virgens se levantaram, e prepararam as suas lâmpadas. E as insensatas disseram às prudentes: Dai-nos do vosso azeite, porque as nossas lâmpadas estão se apagando. Mas as prudentes responderam: não; pois de certo não chegaria para nós e para vós; ide antes aos que o vendem, e comprai-o para vós. E, tendo elas ido comprá-lo, chegou o noivo; e as que estavam preparadas entraram com ele para as bodas,

 

E fechou-se a porta. Depois vieram também as outras virgens, e disseram: Senhor, Senhor, abre-nos a porta. Ele, porém, respondeu: Em verdade vos digo, não vos conheço. Vigiai, pois, porque não sabeis nem o dia nem a hora. Mt.13;30 Mt.13;47-50 Mt.21;19-20 Mt.24;39e44 Mt.25;5-13 Ap.8;1-6 Mt.24;50-51.

022 – A 1ª TROMBETA:

Saraiva e fogo misturado com sangue: Queima-se a 3ª parte de toda a vegetação verde da terra; toda erva verde e toda a árvore verde. Recomeça o Pânico Mundial. A Primeira Trombeta: Houve saraiva de fogo misturado com sangue. Queima a Terça parte da terra em tudo quanto há de verde. Observando bem, a cultura, idolatria e adoração do verde já se projetam, e serão maiores ainda depois do 6º Selo. O verde será adorado assim como a terra, e a chamarão de “Mãe”.

 

As orações dos Santos que morreram por amor a Cristo, serão respondidas em pragas dores e ais. Serão derramadas sobre a terra todas estas pragas saídas de um incensário no Céu. Deus vingará de todos os que mataram e maltrataram ao seu povo, e cada inocente morto será vingado naquele dia; é isto que significa incensário derramado. É um deposito de orações dolorosas que será derramado no tempo certo. Ap.8;1-8 2ºPe.3;10.

023 – A 2ª TROMBETA:

É lançada uma coisa como um monte ardendo em fogo. Torna-se sangue a 3ª parte do mar e dos rios; e uma terça parte das embarcações, nas naus. A Segunda Trombeta: Torna-se sangue a terça parte do mar, cai uma coisa ardendo em fogo como uma tocha, um monte ardendo em fogo e é tornada em sangue a terça parte do mar, mata-se um terço de tudo quanto tem vida no mar.

 

Algumas figuras de Apocalipse são tratadas de forma bem comum e homogênea nas suas metáforas; mas a visão desta montanha, tocha ou estrela ardendo em fogo que caindo sobre a terra recebeu o nome de “Coisa” como um grande monte, dá-nos a imaginar que terrível como seria desagradável estar na terra durante esse tempo. Ap.8;8-9.

 

024 – A 3ª TROMBETA:

 

Cai uma estrela chamada absinto ardendo em fogo; Amarga a 3ª parte de toda a água da terra; rios e fontes. Muitos homens morrem de sede em absinto. Há uma grande amargura. A Terceira Trombeta: Cai uma estrela ardendo em fogo como uma tocha sobre a terça parte dos rios e das fontes. “Absinto” é o nome desta estrela, por causa das muitas dores, tormentos, e amarguras que imperarão sobre os homens e lugares não pertencentes a Deus. O Deus Verdadeiro. Muitos homens morrem de sede em Absinto. Absinto significa amargo, amargura; profunda amargura. Ap.8;10-11.

025 – A 4ª TROMBETA:

 

É ferida a 3ª parte do sol e a lua diminui um 3º da luz. Começam os anúncios dos Ais; Vozes e Trombetas. Três anjos castigam a terra. Na Quarta Trombeta: É ferida a terça parte do sol e da lua; passa o primeiro “Ai”; avisa-se de outros “Ais” que virão. A terra mergulhará em escuridão aterrorizadora; e uma parte do sol é ferida; logicamente, tudo quanto depender da luz do sol e sua energia estará arruinado de um terço em sua capacidade ou vitalidade. Sai o anúncio de outras Pragas e “Ais” que estarão por vir sobre todos os homens; menos contra os assinalados de Cristo Jesus.

 

Mas uma vez escurece o sol; contudo será um dano contra o Sol; não contra a luz do Sol como se verificou na primeira escuridão. Um, é o escurecimento pela fumaça, nuvens densas e efeitos ecológicos; outro é a realidade do ferimento contra a capacidade natural do Sol. Mt.24;29 Ap.6;12 Ap.8;11-13.

026 – A 5ª TROMBETA:

 

A Praga dos Gafanhotos: Somente os assinalados de Cristo resistem. Aparecem Abadom e Apoliom e executam os juízos de Deus. É anunciado mais dois Ais. Na Quinta Trombeta efetiva-se a praga dos gafanhotos. Será uma praga terrível; a mais comentada e mais temida por todos quantos lêem Apocalipse. Mas não será contra os assinalados de Deus, conforme suas promessas. O tormento será gerido, regido ou controlado por Abadom e Apoliom. Não são demônios, mas estarão obedecendo à vontade e determinação de Deus sobre a sorte dos homens maus. É mostrado que foram mais dois “Ais” e se anuncia mais dois outros “Ais”. Vale a lembrança de que os castigos serão executados por Anjos de Deus em Justo Juízo. Estarão fazendo a vontade de Deus e não do maligno. Ap.7;1-3 Ap.8;12-13.

027 – O TORMENTO DOS GAFANHOTOS:

Da fumaça saíram gafanhotos sobre a terra; e foi-lhes dado poder, como o que têm os escorpiões da terra. Foi-lhes dito que não fizessem dano à erva da terra, nem a verdura alguma, nem a árvore alguma, mas somente aos homens que não têm na fronte o selo de Deus. Foi-lhes permitido, não que os matassem, mas que por cinco meses os atormentassem. E o seu tormento era semelhante ao tormento do escorpião, quando fere o homem.

 

Naqueles dias os homens buscarão a morte, e de modo algum a acharão; e desejarão morrer, e a morte fugirá deles. A aparência dos gafanhotos era semelhante à de cavalos aparelhados para a guerra; e sobre as suas cabeças havia como que umas coroas semelhantes ao ouro; e os seus rostos eram como rostos de homens. Tinham cabelos como cabelos de mulheres, e os seus dentes eram como os de leões. Tinham couraças como couraças de ferro; e o ruído das suas asas era como o ruído de carros de muitos cavalos que correm ao combate. Tinham caudas com ferrões, semelhantes às caudas dos escorpiões; e nas suas caudas estava o seu poder para fazer dano aos homens por cinco meses. Tinham sobre si como rei o anjo do abismo, cujo nome em hebraico é Abadom e em grego Apoliom.

 

Durante cinco meses os homens serão atormentados pelos gafanhotos, e não haverá livramento. Serão tão atormentadores como um tropel enorme de cavalos marchando para a guerra. Tais gafanhotos dominarão como reis e serão inteligentes como o homem, terão propósitos definidos assim como quando um homem é justo e usa uma couraça para que não profanem a sua santidade. Couraça significa não mudar de idéia por nada nesta vida, por sensibilidade nenhuma. Revelavam uma guerra como de carros cavalos, mas as suas dores serão semelhantes às do escorpião. Naqueles dias os homens buscarão a morte, e de modo algum a acharão; e desejarão morrer, e a morte fugirá deles.  Ap.9;6-12.

 

028 – A 6ª TROMBETA:

 

A Praga dos Cavalos. São soltos 4 quatro anjos destruidores, conforme as escrituras, com data marcada para dia mês e hora. Tempos somente guardados em Deus. Deus reservou pelo seu próprio poder; para seu próprio poder. Os homens não se arrependem. Na Sexta Trombeta são soltos os quatro Anjos que estavam presos junto ao Eufrates, matam uma terça parte dos homens, e o número do seu Exército será de duzentos milhões. Será uma praga terrível. A determinação dos cavalos ou cavaleiros será como uma couraça de fogo. Ou seja: tão irredutível que o mero censurar gerará juízo. Pensarão como leões, não mais como homens assim como os anteriores. Suas palavras não eram próprias de quem quer e busca arrependimentos, mas para cumprimento de juízos.

 

Falam para aniquilar, não para a salvação dos rebeldes. Morre mais uma terça parte dos homens. Ap.9;13-21 Ap.10;1-7 Ap.11;1-14 Ap.14;9-13.

029 – JESUS APARECE COMO UM ANJO:

 

E vi outro Anjo Forte que descia do céu, vestido de uma nuvem; por cima da sua cabeça estava o arco-íris; o seu rosto era como o sol, e os seus pés como colunas de fogo, e tinha na mão um livrinho aberto. Pôs o seu pé direito sobre o mar, e o esquerdo sobre a terra, e clamou com grande voz, assim como ruge o leão; e quando clamou, os sete trovões fizeram soar as suas vozes. Quando os sete trovões acabaram de soar eu já ia escrever, mas ouvi uma voz do céu, que dizia: Sela o que os sete trovões falaram, e não o escrevas.

 

O anjo que vi em pé sobre o mar e sobre a terra levantou a mão direita ao céu, e jurou por Aquele que vive pelos séculos dos séculos, o qual criou o céu e o que nele há; e a terra e o que nela há; e o mar e o que nele há, que não haveria mais demora; mas que nos dias da voz do sétimo anjo, quando este estivesse para tocar a trombeta, se cumpriria o mistério de Deus, como anunciou aos seus servos, os profetas.

 

E, ouvindo A Voz do Senhor Deus, que passeava no jardim à tardinha, esconderam-se o homem e sua mulher da presença do Senhor Deus, entre as árvores do jardim. Mas chamou o Senhor Deus ao homem, e perguntou-lhe: Onde estás? Respondeu-lhe o homem: Ouvi a tua voz no jardim e tive medo, porque estava nu; e escondi-me. Deus perguntou-lhe mais: Quem te mostrou que estavas nu? Comeste da árvore de que te ordenei que não comesses? Ao que respondeu o homem: A mulher que me deste por companheira deu-me a árvore, e eu comi. Então foram abertos os olhos de ambos, e conheceram que estavam nus; pelo que coseram folhas de figueira, e fizeram para si aventais. E o Senhor Deus fez túnicas de peles para Adão e sua mulher, e os vestiu.

 

No dias de Abraão o Pai da Fé, Disse o Senhor: Ocultarei eu a Abraão o que faço, visto que Abraão certamente virá a ser uma grande e poderosa nação, e por meio dele serão benditas todas as nações da terra? Porque eu o tenho escolhido, a fim de que ele ordene a seus filhos e a sua casa depois dele, para que guardem o caminho do Senhor, para praticarem retidão e justiça; a fim de que o Senhor faça vir sobre Abraão o que a respeito dele tem falado. Disse mais o Senhor:

 

Porquanto o clamor de Sodoma e Gomorra se tem multiplicado, e porquanto o seu pecado se tem agravado muito, Descerei agora, e verei se em tudo têm praticado segundo o seu clamor, que a mim tem chegado; e se não, sabê-lo-ei. Então os homens, virando os seus rostos dali, foram-se em direção a Sodoma; mas Abraão ficou ainda Em pé diante do Senhor

 

Em pé diante do Senhor, chegando-se Abraão, disse: Destruirás também o justo com o ímpio? Se porventura houver cinqüenta justos na cidade, destruirás e não pouparás o lugar por causa dos cinqüenta justos que ali estão? Longe de ti que faças tal coisa, que mates o justo com o ímpio, de modo que o justo seja como o ímpio; esteja isto longe de ti. Não fará justiça o juiz de toda a terra?

 

E ao amanhecer os anjos apertavam com Ló, dizendo: levanta-te, toma tua mulher e tuas duas filhas que aqui estão, para que não pereças no castigo da cidade. Ele, porém, se demorava; pelo que Os homens pegaram-lhe pela mão a ele, à sua mulher, e às suas filhas, sendo-lhe misericordioso o Senhor. Assim o tiraram e o puseram fora da cidade. Quando os tinham tirado para fora, disse um deles: Escapa-te, salva tua vida; não olhes para trás de ti, nem te detenhas em toda esta planície; escapa-te lá para o monte, para que não pereças. Respondeu-lhe Ló: Ah, assim não, meu Senhor!

 

Nos dias de Jacó que é Israel: Jacó, porém, ficou só; e lutava com ele um homem até o romper do dia. Quando este viu que não prevalecia contra ele, tocou-lhe a juntura da coxa, e se deslocou a juntura da coxa de Jacó, enquanto lutava com ele. Disse o homem: Deixa-me ir, porque já vem rompendo o dia. Jacó, porém, respondeu: Não te deixarei ir, se me não abençoares. Perguntou-lhe, pois: Qual é o teu nome? E ele respondeu: Jacó. Então disse: Não te chamarás mais Jacó, mas Israel; porque tens lutado com Deus e com os homens e tens prevalecido. Perguntou-lhe Jacó: Dize-me, peço-te, o teu nome. Respondeu o homem: Por que perguntas pelo meu nome? E ali o abençoou.

 

Nos dias de Moisés: Respondeu-lhe o Senhor: Eu mesmo irei contigo, e eu te darei descanso. Então Moisés lhe disse: Se tu mesmo não fores conosco, não nos faças subir daqui. Como, pois, se saberá agora que tenho achado graça aos teus olhos, eu e o teu povo? Acaso não é por andares tu conosco, de modo a sermos separados, eu e o teu povo, de todos os povos que há sobre a face da terra; Ao que disse o Senhor a Moisés: Farei também isto que tens dito; porquanto achaste graça aos meus olhos, e te conheço pelo teu nome. Moisés disse ainda: Rogo-te que me mostres a tua glória. Respondeu-lhe o Senhor: Eu farei passar toda a minha bondade diante de ti, e te proclamarei o meu nome Jeová; e terei misericórdia de quem eu tiver misericórdia, e me compadecerei de quem me compadecer. E disse mais:

 

Não poderás ver a minha face, porquanto homem nenhum pode ver a minha face e viver. Disse mais o Senhor: Eis aqui um lugar junto a mim; aqui, sobre a penha, te porás. E quando a minha glória passar, eu te porei numa fenda da penha, e te cobrirei com a minha mão, até que eu haja passado. Depois, quando eu tirar a mão, me verás pelas costas; porém a minha face não se verá.

 

Nos dias de EMANUEL: Seis dias depois, tomou Jesus consigo a Pedro, a Tiago e a João, irmão deste, e os conduziu à parte a um alto monte; e Foi transfigurado diante deles; o seu rosto resplandeceu como o sol, e as suas vestes tornaram-se brancas como a luz. Mt.17;1-2 Ap.10;1-7 Gn.3;8-12 Gn.3;17e21 Gn.18;17-25 Gn.19;15-19 Gn.32;24-29 Ex.33;14-23.

030 – TEMPO ABREVIADO:

Cristo Jesus apareceu a João como um Anjo. Não se colocaria o Maligno Vestido de nuvem, com um arco-íris na cabeça e um livrinho na mão; Muito menos o Diabo juraria pelo Todo Poderoso que não haveria mais demora. Ainda que alguns interpretes afirmem tratar-se do Demônio, não vemos lugar para diabos nesta profecia. É avisado o cumprimento do Segredo de Deus relacionado com a Última Trombeta Tragada foi a morte na vitória.

 

No Tempo Abreviado: Jurou pelo que Vive Para Todo O Sempre que não haverá mais demora. Somente Jesus Cristo tem o Domínio total sobre a terra e sobre o mar e pode jurar por si mesmo. Se não fossem abreviados aquele dias nenhuma carne se salvaria. Tempo Abreviado:

 

Um Anjo que prefigura a Cristo Jesus, ou Jesus Cristo em forma de Anjo parece vestido de nuvem, com um Arco-íris na Cabeça, o Rosto brilhando como o sol; Pés como colunas de fogo; e um Livrinho na Mão. Põe um pé sobre o mar e outro sobre a terra assumindo o controle de tudo definitivamente, e jura pelo que vive para todo o sempre que não haverá mais demora.

 

Porque haverá então uma tribulação tão grande, como nunca houve desde o princípio do mundo até agora, nem jamais haverá. E se aqueles dias não fossem abreviados, ninguém se salvaria; mas por causa dos escolhidos serão abreviados aqueles dias. Também Isaías exclama acerca de Israel: Ainda que o número dos filhos de Israel seja como a areia do mar, o remanescente é que será salvo. Porque o Senhor executará a sua palavra sobre a terra, consumando-a e abreviando-a. E como antes dissera Isaías: Se o Senhor dos Exércitos não nos tivesse deixado descendência, teríamos sido feitos como Sodoma, e seríamos semelhantes a Gomorra.

 

Assim diz O Senhor: Como quando se acha mosto num cacho de uvas, e se diz: Não o desperdices, pois há bênção nele; assim farei por amor de meus servos, para que eu não os destrua a todos. E produzirei descendência a Jacó, e a Judá um herdeiro dos meus montes; e os meus escolhidos herdarão a terra e os meus servos nela habitarão. Agora, pois, vos não sejais escarnecedores, para que os vossos grilhões não se façam mais fortes; porque da parte do Senhor Deus dos Exércitos ouvi um decreto de destruição completa e decisiva, sobre toda terra. Inclinai os ouvidos, e ouvi a minha voz; escutai, e ouvi o meu discurso.

 

E o resto das árvores da sua floresta será tão pouco que um menino as poderá contar. E acontecerá naquele dia que o resto de Israel, e os que tiverem escapado da casa de Jacó, nunca mais se estribarão sobre aquele que os feriu; antes se estribarão lealmente sobre O Senhor, O Santo de Israel. Um resto voltará; sim, o resto de Jacó voltará para o Deus Forte. Porque ainda que o teu povo, ó Israel, seja como a areia do mar, só um resto dele voltará.

 

Uma destruição está determinada, trasbordando de justiça. Pois uma destruição, e essa já determinada, O Senhor Deus dos Exércitos executará no meio de toda esta terra. Is.10;19-22 1ºCo.15;51-54 Ap.10;1-7 Mt.24;21-28 Ap.10;5-6 Mt.24;21-22 Rm.9;27-29 Is.65;8-9 Is.28;22-23.

031 – OS SETE TROVÕES:

Clamou um Anjo com voz de “Leão”, sete trovões repetem a sua voz; mas João é impedido de escrever. Ficou como palavra selada. Para alguns transmilenista estas palavras seladas são finalmente o Arrebatamento da Igreja. Mas recomendamos ao que é filho da Sabedoria, que: Palavra selada, não escrita, é não interpretada, não revelada ao homem. Jurou Pelo Que Vive Para Todo O Sempre que não haverá mais demora. É importante lembrar que, para o teólogo que o Primeiro Selo ainda não foi aberto; esse assentado sobre o cavalo branco é o Maligno. Nós refutamos tal loucura. Ap.10;1-7.

 

Sobre selos e palavras seladas Deus falou com Jó: Desde que começaram os teus dias, deste tu ordem à madrugada, ou mostraste à alva o seu lugar, para que agarrasse nas extremidades da terra, e os ímpios fossem sacudidos dela? A terra se transforma como o barro sob o selo; e todas as coisas se assinalam como as cores dum vestido. Falando a inviolabilidade de se selo disse deus através de Jeremias: Vivo eu, diz o Senhor, ainda que Conias, filho de Jeoiaquim, rei de Judá, fosse o anel do selo da minha mão direita, contudo eu dali te arrancaria; e te entregaria na mão dos que procuram tirar-te a vida, e na mão daqueles diante dos quais tu temes, a saber, na mão de Nabucodonosor, rei de Babilônia, e na mão dos caldeus.

 

Daniel falando sobre as palavras seladas de Deus, disse: Eu, pois, ouvi, mas não entendi; por isso perguntei: Senhor meu, qual será o fim destas coisas? Ele respondeu: Vai-te, Daniel, porque estas palavras estão cerradas e seladas até o tempo do fim. Muitos se purificarão, e se embranquecerão, e serão acrisolados; mas os ímpios procederão impiamente; e nenhum deles entenderá; mas os sábios entenderão. Todavia o firme fundamento de Deus permanece, tendo este selo: O Senhor conhece os seus, e: Aparte-se da injustiça todo aquele que profere o nome do Senhor.

 

O Segredo de Deus com os Homens: Mas daquele dia e hora ninguém sabe, nem os anjos do céu, mas unicamente meu Pai. E, como foi nos dias de Noé, assim será também a vinda do Filho do Homem. Porquanto, assim como, nos dias anteriores ao dilúvio, comiam, bebiam, casavam e davam-se em casamento, até ao dia em que Noé entrou na arca, E não o perceberam, até que veio o dilúvio, e os levou a todos, assim será também a vinda do Filho do homem. Então, estando dois no campo, será levado um, e deixado o outro; Estando duas moendo no moinho, será levada uma, e deixada outra. Vigiai, pois, porque não sabeis a que hora há de vir o vosso Senhor. Mas considerai isto: se o pai de família soubesse a que vigília da noite havia de vir o ladrão, vigiaria e não deixaria minar a sua casa. Por isso, estai vós apercebidos também; porque o Filho do homem há de vir à hora em que não penseis. Mt.24;36-44.

 

Digo-vos que naquela noite estarão dois numa cama; um será tomado, e outro será deixado. Duas estarão juntas, moendo; uma será tomada, e outra será deixada. Dois estarão no campo; um será tomado, o outro será deixado. E, respondendo, disseram-lhe: Onde, Senhor? E Ele lhes disse: Onde estiver o corpo, aí se ajuntarão as águias. Lc.17:35-37.

 

Eis aqui vos digo um mistério: Na verdade nem todos dormiremos, mas todos seremos transformados, num momento, num abrir e fechar de olhos, ante a última trombeta; porque a trombeta soará, e os mortos ressuscitarão incorruptíveis, e nós seremos transformados, porque convém que isto que é corruptível se revista de incorruptibilidade, e que isto que é mortal se revista e de imortalidade. 1ºCo.15;51-53.

 

Não quero, porém, irmãos, que sejais ignorantes acerca dos que já dormem, para que não vos entristeçais, como os demais, que não têm esperança; porque se cremos que Jesus morreu e ressuscitou, assim também aos que em Jesus dormem, Deus os tornará a trazer com Ele. Dizemo-vos, pois, isto pela Palavra do Senhor: Que nós os que ficarmos vivos para a vinda do Senhor, não precederemos aos que dormem. Porque o mesmo Senhor descerá do céu com alarido, e com voz de arcanjo, e com trombeta de Deus; os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro. Depois nós os que ficarmos vivos, seremos arrebatados juntamente com eles nas nuvens, a encontrar o Senhor nos ares, e assim estaremos para sempre com O Senhor, portanto, consolai-vos uns aos outros com estas palavras. 1ºTs.4:13-18.

 

E nos dias da voz do sétimo Anjo, quando tocar a sua trombeta, se cumprirá o Segredo de Deus, como anunciou aos profetas, seus servos. Ap.10:7. E tocou o sétimo Anjo a sua trombeta, e houve no céu grandes vozes, que diziam: Os reinos do mundo vieram a ser de nosso Senhor e do seu Cristo, e Ele reinará para todo o sempre. E os vinte e quatro anciãos, que estavam assentados em seus tronos diante de Deus, prostraram-se sobre seus rostos e adoraram a Deus, dizendo: Graças te damos, Senhor Deus Todo Poderoso, que és, que eras, e que hás de vir, que tomaste o teu grande poder e reinaste. Iraram-se as nações, e veio a tua ira, e o tempo dos mortos, para que sejam julgados, e o tempo de darás o galardão aos profetas, teus servos, e aos santos, e aos que temem ao teu nome, a pequenos e a grandes, e o tempo de destruíres os que destroem a terra. E abriu-se no céu o templo de Deus, e a arca do concerto foi vista no seu templo; e houve relâmpago, e vozes, e trovões, e terremotos e grande saraiva. Jó.38;12-14 Jr.22;24-26 Dn.12;8-13 2ºTm.2;19-21.

 032 – AS DUAS TESTEMUNHAS:

 

Surgem as Duas testemunhas; Restauram o Templo e o Altar Interior e o Louvor a Deus. O Evangelho é pregado com Grandes Sinais e sangue. Novamente profecias, pregações. Deus levanta os dois filhos do Óleo e dão testemunho, até que as escamas dos olhos dos judeus caiam. As Duas Testemunhas: Os dois Filhos do Óleo restaurarão o Altar Interior do Templo de Deus e a adoração ao Deus Vivo. No intervalo entre o 6º Selo e a 7ª Trombeta acontecerá muitas situações marcantes na terra, isto parecerá que os Anjos do Juízo pararam de tocar. Por ocasião das Duas Testemunhas o tempo dos gentios tem fim.

 

Findo o tempo dos gentios a Cidade Santa será pisada pelos homens, mas as Duas Testemunhas são levantadas na terra. Vale comentar que os judeus somente aceitarão o Anti-Cristo por pensar que ele é o Cristo Verdadeiro. Por causa disto, a Cidade Santa será preservada, continuará, até que se cumpram todas as profecias de Deus sobre Israel. As Testemunhas profetizarão por 1.260 dias, vestidas de saco. Estes são os Dois Filhos do Óleo. Eles estarão diante de Deus num testemunho tão firme que sobrepujarão a tudo quanto já se tivera feito na terra sobre o domínio, governo, e inspiração do Anti-Cristo. Seus testemunhos lembram: Sete e Enoque; Elias e Eliseu; Moisés e Josué; Melquizedeque e Zorobabel. O que está escrito é: Eis que eu vos enviarei o profeta Elias, antes que venha o grande e terrível dia do Senhor; e ele converterá o coração dos pais aos filhos, e o coração dos filhos a seus pais; para que eu não venha, e fira a terra com maldição.

 

Na profecia de Zacarias, temos: Ora o anjo que falava comigo voltou, e me despertou, como a um homem que é despertado do seu sono; e me perguntou: Que vês? Respondi: Olho, e eis Um Castiçal Todo de Ouro, e Um Vaso de Azeite em cima, com Sete Lâmpadas, e há sete canudos que se unem às lâmpadas que estão em cima dele; e junto a Ele há Duas Oliveiras, uma à direita do vaso de azeite, e outra à sua esquerda. Então perguntei ao anjo que falava comigo: Meu senhor, que é isso? Respondeu-me o anjo que falava comigo, e me disse: Não sabes tu o que isso é? E eu disse: Não, meu senhor. Ele me respondeu, dizendo: Esta é a palavra do Senhor a Zorobabel, dizendo: Não por força nem por poder, mas pelo meu Espírito, diz O Senhor dos Exércitos. Falei mais, e lhe perguntei:

 

Que são estas duas Oliveiras à direita e à esquerda do castiçal? Segunda vez, falei-lhe, perguntando: Que são aqueles Dois Ramos de Oliveira, que estão junto aos dois tubos de ouro, e que vertem de si azeite dourado? Ele me respondeu, dizendo: Não sabes o que é isso? E eu disse: Não, meu senhor. Então ele disse: Estes são Os Dois Ungidos, que assistem junto ao Senhor de Toda a Terra.

 

Duas Testemunhas: No ano terceiro do reinado do rei Belsazar apareceu-me uma visão, a mim, Daniel, depois daquela que me apareceu no princípio. E na visão que tive, parecia-me que eu estava na cidadela de Susã, na província de Elão; e conforme a visão, eu estava junto ao rio Ulai. Levantei os olhos, e olhei, e eis que estava em pé diante do rio um carneiro, que tinha dois chifres; e os dois chifres eram altos; mas um era mais alto do que o outro, e o mais alto subiu por último. Vi que o carneiro dava marradas para o ocidente, e para o norte e para o sul; e nenhum dos animais lhe podia resistir, nem havia quem pudesse livrar-se do seu poder; ele, porém, fazia conforme a sua vontade, e se engrandecia. Dn.8;1-4 Ml.4;6 Zc.4;1-14 Ap.11;1-4 Ml.4;5-6.

033 – MORREM AS DUAS TESTEMUNHAS

 

O Anti-Cristo contra As Duas Testemunhas: E, estando eu considerando, eis que um bode vinha do Ocidente sobre a face de toda a terra, mas sem tocar no chão; e aquele bode tinha um chifre notável entre os olhos. E dirigiu-se ao carneiro que tinha os dois chifres, ao qual eu tinha visto em pé diante do rio, e correu contra ele no furor da sua força. Vi-o chegar perto do carneiro; e, movido de cólera contra ele, o feriu, e lhe quebrou os dois chifres; não havia força no carneiro para lhe resistir, e o bode o lançou por terra, e o pisou aos pés; também não havia quem pudesse livrar o carneiro do seu poder.

 

O bode, pois, se engrandeceu sobremaneira; e estando ele forte, aquele grande chifre foi quebrado, e no seu lugar outros quatro também notáveis nasceram para os quatro ventos do céu. Ainda de um deles saiu um chifre pequeno, o qual cresceu muito para o Sul, e para o Oriente, e para a terra formosa; e se engrandeceu até o Exército do Céu; e Lançou por terra algumas das Estrelas desse Exército, e as pisou. [Sim, ele se engrandeceu até o Príncipe do Exército; e lhe Tirou o Holocausto Contínuo, e o lugar do seu Santuário foi deitado abaixo. E o Exército lhe foi entregue, juntamente com o Holocausto Contínuo, por causa da transgressão].

 

Lançou a verdade por terra; e fez o que era do seu agrado, e prosperou. Há uma festa mundial com troca de presentes por causa da morte das Duas Testemunhas. Mas não permitem que sejam enterradas, e ficam expostas; Os seus corpos são vigiados para que não haja dúvida. Morrem As Duas Testemunhas, mesmo após um testemunho tão severo que tiveram poder para até mesmo cerrar os céus para não chover e castigar a seus inimigos com quantos e quaisquer castigos quiserem; até palavras de fogo sairão de suas bocas; para cumprimento da verdade de que eram homens, tais serão alcançados e mortos. A Besta que subirá do abismo fará isto. Todo o mundo ficará em festas e haverá uma glória transitória para a Besta e Para as Cidades denominadas Sodoma e Egito; Tais exultarão com a morte das Duas Testemunhas. Como se lê:

 

E, quando acabarem o seu testemunho, a besta que sobe do abismo lhes fará guerra e as vencerá e matará. E jazerão os seus corpos na praça da grande cidade, que espiritualmente se chama Sodoma e Egito, onde também o seu Senhor foi crucificado. Homens de vários povos, e tribos e línguas, e nações verão os seus corpos por três dias e meio, e não permitirão que sejam sepultados. E os que habitam sobre a terra se regozijarão sobre eles, e se alegrarão; e mandarão presentes uns aos outros, porquanto estes dois profetas atormentaram os que habitam sobre a terra. Dn.8;5-12 Ap.11;5-10.

034 – A RESSURREIÇÃO

E depois daqueles três dias e meio o Espírito de Vida, vindo de Deus, entrou neles, e puseram-se sobre seus pés, e caiu grande temor sobre os que os viram. E ouviram uma grande voz do céu, que lhes dizia: Subi para cá. E subiram ao céu em uma nuvem; e os seus inimigos os viram. E naquela hora houve um grande terremoto, e caiu a décima parte da cidade, e no terremoto foram mortos sete mil homens; e os demais ficaram atemorizados, E deram glória ao Deus do Céu. O que não é nenhuma novidade conforme o Capítulo 37 de Ezequiel: Veio sobre mim a mão do Senhor; e ele me levou no Espírito do Senhor, e me pôs no meio do vale que estava cheio de ossos; e me fez andar ao redor deles. E eis que eram muito numerosos sobre a face do vale; e eis que estavam sequíssimos. Ele me perguntou: Filho do homem! Poderão viver estes ossos? Respondi: Senhor Deus, tu o sabes. Então me disse:

 

Profetiza sobre estes ossos, e dize-lhes: Ossos secos, ouvi a Palavra do Senhor. Assim diz O Senhor Deus a estes ossos: Eis que vou fazer entrar em vós o fôlego da vida, e vivereis. E porei nervos sobre vós, e farei crescer carne sobre vós, e sobre vos estenderei pele, e porei em vós o fôlego da vida, e vivereis. Então sabereis que Eu Sou O Senhor. Profetizei, pois, como se me deu ordem. Ora enquanto eu profetizava, houve um ruído; e eis que se fez um rebuliço, e os ossos se achegaram, osso ao seu osso. E olhei, e eis que vieram nervos sobre eles, e cresceu a carne, e estendeu-se a pele sobre eles por cima; mas não havia neles fôlego. Então ele me disse: Profetiza ao fôlego da vida, profetiza, ó filho do homem, e dize ao fôlego da vida: Assim diz o Senhor Deus:

 

Vem dos quatro ventos, ó fôlego da vida, e assopra sobre estes mortos, para que vivam. Profetizei, pois, como ele me ordenara; então o fôlego da vida entrou neles e viveram, e se puseram em pé, um exército grande em extremo. Então me disse: Filho do homem, Estes ossos são toda a casa de Israel. Eis que eles dizem: Os nossos ossos secaram-se, e pereceu a nossa esperança; estamos de todo cortados. Portanto profetiza, e dize-lhes: Assim diz o Senhor Deus: Eis que eu vos abrirei as vossas sepulturas, sim,

 

Das vossas sepulturas vos farei sair, ó povo meu, e vos trarei à terra de Israel. E, quando eu vos abrir as sepulturas, e delas vos fizer sair, ó povo meu, sabereis que Eu Sou O Senhor. E porei em vós o meu Espírito, e vivereis, E vos porei na vossa terra; e sabereis que eu, o Senhor, o falei e o cumpri, diz o Senhor. O nosso Senhor Jesus Cristo disse: Eu Sou a ressurreição e a vida; quem crê em mim, ainda que esteja morto, viverá. E todo aquele que vive, e crê em mim, jamais morrerá. Crês tu isto? Ez.37;1-14 Jõ.11;25-26.

035 – A RESTAURAÇÃO DA FÉ:

 

As Duas Testemunhas são assuntas aos Céus à vista de todos. Mas uma vez a Ressurreição fala de um Deus Todo Poderoso e maior que a morte, maior que Faraó. A Ressurreição da Fé: Depois de três dias e meio, o Espírito de Vida retornará às Duas Testemunhas e se levantarão na praça aonde ficaram expostos os seus corpos. Segue-se uma Grande Voz nos Céus que lhes convida a subir; e após isto, acontece um grande terremoto que faz cair a décima parte da cidade, e morrem sete mil homens. Quanto aos demais homens, ficam amedrontados e atemorizados, e dão glória ao Deus dos Céus. Dão glória a Deus.

 

Depois de muito tempo em revoltas, rebeldias, blasfêmias, pragas e ais, os homens retornam à adoração. O que entendemos é que, depois de tantas pragas, a mente humana negará completamente a admissão de um Deus nos Céus. Mas por presenciar uma ressurreição, o poder da Ressurreição trará de volta a fé para a terra. E necessário que os 144.000 reinem com Cristo durante mil anos, e seu tempo de escolha na terra se conclui. São vistos juntamente com o Cordeiro, cantando um Cântico que somente eles sabem. Os homens voltam a acreditar em Deus, dando-lhe glória. Os judeus entendem que mataram o verdadeiro Cristo e colocaram o Falso no lugar de Cristo e Moisés.

 

A Conversão de Israel: Naquele dia haverá uma fonte aberta para a casa de Davi, e para os habitantes de Jerusalém, para remover o pecado e a impureza. Naquele dia, diz o Senhor dos Exércitos, cortarei da terra os nomes dos ídolos, e deles não haverá mais memória; e também farei sair da terra os profetas e o espírito da impureza. E se alguém ainda profetizar, seu pai e sua mãe, que o geraram, lhe dirão: Não viverás, porque falas mentiras em o nome do Senhor; e seu pai e sua mãe, que o geraram, o traspassarão quando profetizar.

 

Naquele dia os profetas se sentirão envergonhados, cada um da sua visão, quando profetizarem; nem mais se vestirão de manto de pêlos, para enganarem, mas dirão: Não sou profeta, sou lavrador da terra; porque tenho sido escravo desde a minha mocidade. E se alguém lhe disser: Que feridas são essas entre as tuas mãos? Dirá ele: São as feridas com que fui ferido em casa dos meus amigos. Zc.13;1-6 Ap.14;1-5 Ap.19;9-10 Ap.11;11-13 Rm.11;25-27.

036 – O FIM DO TEMPO DOS GENTIOS:

Tu, porém, Daniel, cerra as palavras e sela o livro, até o fim do tempo; muitos correrão de uma parte para outra, e a ciência se multiplicará. Então eu, Daniel, olhei, e eis que estavam em pé outros dois, um de uma banda à beira do rio, e o outro da outra banda à beira do rio. E perguntei ao Homem Vestido de Linho, que estava por cima das águas do rio: Quanto tempo haverá até o fim destas maravilhas? E ouvi o Homem Vestido de Linho, que estava por cima das águas do rio, quando levantou ao céu a mão direita e a mão esquerda, e jurou por Aquele que vive eternamente que isso seria para um tempo, tempos, e metade de tempo. [E foram dadas à mulher as duas asas da grande águia, para que voasse para o deserto, ao seu lugar, onde é sustentada por um tempo, e tempos, e metade de um tempo, fora da vista da serpente. Ap.12-14].

 

E quando tiverem acabado de despedaçar o poder do povo santo, cumprir-se-ão todas estas coisas. Perguntar-se-ia porque será despedaçado o Poder do Povo Santo? – Porque o entendimento deles ficou endurecido. Pois até o dia de hoje, à leitura do Velho Pacto, permanece o mesmo véu, não lhes sendo revelado que em Cristo é ele abolido; sim, até o dia de hoje, sempre que Moisés é lido, um véu está posto sobre o coração deles. Contudo, convertendo-se um deles ao Senhor, é-lhe tirado o véu. Ora, o Senhor é o Espírito; e onde está o Espírito do Senhor aí há liberdade.

 

Jerusalém será pisada até completar o tempo dos gentios. Assim que os judeus assumirem o Evangelho, o Tempo dos Gentios finda; ou seja: o Ministério os Gentios é concluído. Como está escrito: Mas, quando virdes Jerusalém cercada de Exércitos, sabei então que é chegada a sua desolação. Então, os que estiverem na Judéia fujam para os montes; os que estiverem dentro da cidade, saiam; e os que estiverem nos campos não entrem nela. Porque dias de vingança são estes, para que se cumpram todas as coisas que estão escritas.

 

Ai das que estiverem grávidas, e das que amamentarem naqueles dias! Porque haverá grande angústia sobre a terra, e ira contra este povo. E cairão ao fio da espada, e para todas as nações serão levados cativos; e Jerusalém será pisada pelos gentios, até que os tempos destes se completem. Porque não quero, irmãos, que ignoreis este mistério [para que não presumais de vós mesmos]: que o endurecimento veio em parte sobre Israel, até que a plenitude dos gentios haja entrado; e assim todo o Israel será salvo, como está escrito: Virá de Sião o Libertador, e desviará de Jacó as impiedades; e este será o meu pacto com eles, quando eu tirar os seus pecados. Lc.21;22-24 Dn.12;4-7.

037 – A MULHER E O DRAGÃO

 

A Mulher é a Igreja, e o Dragão é o Maligno que rouba. O Filho da Mulher o qual é o fruto da união da Igreja com Cristo. O Mar que quis tragar o Filho; o mar é símbolo de Herodes e Satanás. O Maligno é quem quis tragar O Filho da Mulher, e tentou isto desde seu nascimento. A terra escondeu a Mulher, é o tempo do Evangelho ocultado, proibido e manipulado. Como fora no princípio será no fim.

 

A Verdadeira Noiva e Igreja é composta de pessoas que amam a Volta de Cristo e que são puras, castas, e mansas; sem hipocrisia, sem contendas, nem maldições, porquanto foram lavadas destas manchas com o “Sangue do Cordeiro”. A Verdadeira Noiva e Igreja, é uma Instituição gloriosa, mas invisível a olhos humanos. Os padrões de pureza e santidade apresentados e exigidos pelos homens, jamais serão exatos segundo o padrão ou virtude de Deus ao santificar para Si a Esposa do Cordeiro.

 

Santidade verdadeira é segundo Deus; não segundo o homem. Separada segundo os conceitos divinos; não segundo os humanos. Observar em cada irmão um candidato aos Céus ou um Cidadão Celestial já aqui. Não confundir congregação, assembléia, denominação e convenção com a Santa Igreja Verdadeira Casta e Imaculada do Cordeiro.

 

038 – 144.000 COMPLETOS, REINANDO COM CRISTO

 

Ouvi o número dos que foram assinalados: Depois disto vi quatro anjos em pé nos quatro cantos da terra, retendo os quatro ventos da terra, para que nenhum vento soprasse sobre a terra, nem sobre o mar, nem contra árvore alguma. E vi outro anjo subir do lado do sol nascente, tendo o selo do Deus vivo; e clamou com grande voz aos quatro anjos, quem fora dado que danificassem a terra e o mar, dizendo: Não danifiques a terra, nem o mar, nem as árvores, até que selemos na sua fronte os servos do nosso Deus. E ouvi o número dos que foram assinalados com o selo, cento e quarenta e quatro mil de todas as tribos dos filhos de Israel:

Da tribo de Judá havia doze mil assinalados;

Da tribo de Rúben, doze mil;

Da tribo de Gade, doze mil;

Da tribo de Aser, doze mil;

Da tribo de Naftali, doze mil;

Da tribo de Manassés, doze mil;

Da tribo de Simeão, doze mil;

Da tribo de Levi, doze mil;

Da tribo de Issacar, doze mil;

Da tribo de Zabulom, doze mil;

Da tribo de José, doze mil;

Da tribo de Benjamim, doze mil assinalados.

 

E vi como que um mar de vidro misturado com fogo; e os que tinham vencido a besta e a sua imagem e o número do seu nome estavam em pé junto ao mar de vidro, e tinham harpas de Deus. E cantavam o cântico de Moisés, servo de Deus, e o cântico do Cordeiro, dizendo: Grandes e admiráveis são as tuas obras, ó Senhor Deus Todo-Poderoso; justos e verdadeiros são os teus caminhos, ó Rei dos séculos. Quem não te temerá, Senhor, e não glorificará o teu nome? Pois só tu és santo; por isso todas as nações virão e se prostrarão diante de ti, porque os teus juízos são manifestos.

 

039 – A GRANDE MULTIDÃO:

Depois destas coisas olhei, e eis uma grande multidão, que ninguém podia contar, de todas as nações, tribos, povos e línguas, que estavam em pé diante do trono e em presença do Cordeiro, trajando compridas vestes brancas, e com palmas nas mãos; e clamavam com grande voz: Salvação ao nosso Deus, que está assentado sobre o trono, e ao Cordeiro. E todos os anjos estavam em pé ao redor do trono e dos anciãos e dos quatro seres viventes, e prostraram-se diante do trono sobre seus rostos, e adoraram a Deus, dizendo: Amém. Louvor, e glória, e sabedoria, e ações de graças, e honra, e poder, e força ao nosso Deus, pelos séculos dos séculos. Amém. Ap.7;9-12.

040 – A CEIA DO CORDEIRO:

 

Bem aventurados os chamados à Ceia do Cordeiro. A Voz de grande multidão de fiéis festeja o Poder Absoluto do Cordeiro, e a sua Esposa já se aprontou. E saiu do Trono uma Voz, dizendo: Louvai o nosso Deus, vós, todos os seus servos, e vós que o temeis, assim pequenos como grandes. Também ouvi uma Voz como a de grande multidão, como a voz de muitas águas, e como a voz de fortes trovões, que dizia: Aleluia! Porque já reina O Senhor nosso Deus, o Todo-Poderoso. Regozijemo-nos, e exultemos, e demos-lhe a glória; porque são chegadas as bodas do Cordeiro, e já a sua Noiva se preparou, e foi-lhe permitido vestir-se de linho fino, resplandecente e puro; pois o linho fino são as obras justas dos santos.

 

E disse-me: Escreve. “Bem aventurados aqueles que são chamados à Ceia das Bodas do Cordeiro”. Disse-me ainda: Estas são as Verdadeiras Palavras de Deus. Ap.19;1-10.

041 – CAEM AS ESCAMAS DOS JUDEUS:

 

De Sião virá o Libertador, e desviará a Jacó. Finalmente a conversão do povo judeu ao Evangelho, e em consequência disto se trará contra eles a reação de todas as nações. Novamente serão odiados por todas as gentes e pelo Anti-Cristo também. Caem as escamas dos Judeus: A experiência de Romanos 11, onze nos aponta que Deus terá também à semelhança dos sete mil joelhos que não se dobraram a Baal nos dias de Elias, homens que também não se dobrarão ao Anti-Cristo. Quando estes 144.000 que representam o memorial dos 7.000 joelhos terminarem a sua tarefa na terra, serão vistos servindo ao Senhor como Sacerdotes durante mil anos.

 

Por esse tempo os judeus acordarão para servirem a Deus em Espírito e para combaterem contra o Anti-Cristo, o Falso Profeta e a religião dos últimos dias. Guerreará e vencerá. Está escrito que de Sião virá o Libertador o Qual livrará a Israel de todas as suas iniquidades. E assim todo o Israel será salvo, todas as nações concorrerão a eles e aprenderão de Deus. Eles assumem o Milênio, sua dispensação, e serão figuras da grande luz prometida a Davi, até que o seu tempo se complete.

 

Caem as Escamas: E os da Casa de Israel saberão desde aquele dia em diante, que Eu Sou O Senhor Deus. E as nações saberão que os da casa de Israel, por causa da sua iniqüidade, foram levados em cativeiro; porque se houveram traiçoeiramente para comigo, e eu escondi deles o meu rosto; por isso os entreguei nas mãos de seus adversários, e todos caíram à espada. Conforme a sua imundícia e conforme as suas transgressões me houve com eles, e escondi deles o meu rosto. Portanto assim diz O Senhor Deus:

 

Agora tornarei a trazer Jacó, e me compadecerei de toda a casa de Israel; terei zelo pelo meu Santo Nome. E eles se esquecerão tanto do seu opróbrio, como de todas as suas infidelidades pelas quais transgrediram contra mim, quando eles habitarem seguros na sua terra, sem haver quem os amedronte; quando eu os tornar a trazer de entre os povos, e os houver ajuntado das terras de seus inimigos, e for santificado neles aos olhos de muitas nações. Então, saberão que Eu Sou o Senhor seu Deus, vendo que eu os fiz ir em cativeiro entre as nações, e os tornei a ajuntar para a sua terra. Não deixarei lá nenhum deles; nem lhes esconderei mais o meu rosto; pois derramei o meu Espírito sobre a casa de Israel, diz O Senhor Deus.

 

Restauração Espiritual de Israel: Naquele dia também acontecerá que correrão de Jerusalém águas vivas, metade delas para o mar oriental, e metade delas para o mar ocidental; no verão e no inverno sucederá isso. E o Senhor será Rei sobre toda a terra; naquele dia Um Será o Senhor, e Um Será O Seu Nome. Toda a terra em redor se tornará em planície, desde Geba até Rimom, ao sul de Jerusalém; ela será exaltada, e habitará no seu lugar, desde a porta de Benjamim até o lugar da primeira porta, até a porta da esquina, e desde a torre de Hananel até os lagares do rei E habitarão nela, e não haverá mais maldição; mas Jerusalém habitará em segurança. Esta será a praga com que o Senhor ferirá todos os povos que guerrearam contra Jerusalém: “Apodrecer-se-á a sua carne, estando eles de pé, e se lhes apodrecerão os olhos nas suas órbitas, e a língua se lhes apodrecerá na boca”. [observar guerra química].

 

Voltarei para Sião: Depois veio a mim a palavra do Senhor dos exércitos, dizendo: Assim diz O Senhor dos Exércitos: Zelo por Sião com grande zelo; e, com grande indignação, por ela estou zelando. Assim diz o Senhor: Voltarei para Sião, e habitarei no meio de Jerusalém; e Jerusalém chamar-se-á “A Cidade da Verdade”, e “O Monte do Senhor dos Exércitos”, “O Monte Santo”. Assim diz O Senhor dos Exércitos: Ainda nas praças de Jerusalém sentar-se-ão velhos e velhas, levando cada um na mão o seu cajado, por causa da sua muita idade.

 

E as ruas da cidade se encherão de meninos e meninas, que nelas brincarão. Assim diz O Senhor dos Exércitos: Se isto for maravilhoso aos olhos do resto deste povo naqueles dias, acaso será também maravilhoso aos meus olhos? Diz O Senhor dos Exércitos. Assim diz O Senhor dos Exércitos: Eis que salvarei o meu povo, tirando-o da terra do Oriente e da terra do Ocidente, e os trarei; e eles habitarão no meio de Jerusalém; eles serão o meu povo, e eu serei o seu Deus em Verdade e em Justiça. Zc.;8;1-8

 

Eu lhes assobiarei, e os ajuntarei, porque os tenho remido; e multiplicar-se-ão como dantes se multiplicavam. Ainda que os espalhei entre os povos, eles se lembrarão de mim em terras remotas; e, com seus filhos, viverão e voltarão. Pois eu os farei voltar da terra do Egito, e os congregarei da Assíria; e os trarei à terra de Gileade e do Líbano; e não se achará lugar bastante para eles. Passarão pelo mar de aflição, e serão feridas as ondas do mar, e todas as profundezas do Nilo se secarão; então será abatida a soberba da Assíria, e o cetro do Egito se retirará.

 

Eu os fortalecerei no Senhor, e andarão no seu Nome, diz O Senhor. Um resto voltará; sim, o resto de Jacó voltará para o Deus forte. Porque ainda que o teu povo, ó Israel, seja como a areia do mar, só um resto dele voltará. Uma destruição está determinada, trasbordando de justiça. Is.10;21-22 Zc.10;8-12.

 

E o Senhor se dará a conhecer ao Egito e os egípcios conhecerão ao Senhor naquele dia, e o adorarão com sacrifícios e ofertas, e farão votos ao Senhor, e os cumprirão. E ferirá o Senhor aos egípcios; feri-los-á, mas também os curará; e eles se voltarão para o Senhor, que ouvirá as súplicas deles e os curará. Naquele dia haverá estrada do Egito até a Assíria, e os assírios virão ao Egito, e os egípcios irão à Assíria; e os egípcios adorarão com os assírios.

 

Naquele dia Israel será o terceiro com os egípcios e os assírios, uma benção no meio da terra; porquanto o Senhor dos exércitos os tem abençoado, dizendo: Bem-aventurado seja o Egito, meu povo, e a Assíria, obra de minhas mãos, e Israel, minha herança. Ali não haverá leão, nem animal feroz subirá por ele, nem se achará nele; mas os redimidos andarão por ele. E os resgatados do Senhor voltarão; e virão a Sião com júbilo, e alegria eterna haverá sobre as suas cabeças; gozo e alegria alcançarão, e deles fugirá a tristeza e o gemido. Is.19;21-25 Is.35;9-10

 

Congregar-vos-ei de todas as nações: Buscar-me-eis, e me achareis, quando me buscardes de todo o vosso coração. E serei achado de vós, diz o Senhor, e farei voltar os vossos cativos, e congregar-vos-ei de todas as nações, e de todos os lugares para onde vos lancei, diz o Senhor; e tornarei a trazer-vos ao lugar de onde vos transportei. E eu mesmo recolherei o resto das minhas ovelhas de todas as terras para onde as tiver afugentado, e as farei voltar aos seus apriscos; e frutificarão, e se multiplicarão.

 

E levantarei sobre elas pastores que as apascentem, e nunca mais temerão, nem se assombrarão, e nem uma delas faltará, diz o Senhor. Eis que vêm dias, diz O Senhor, em que levantarei a Davi um Renovo Justo; e, sendo rei, reinará e procederá sabiamente, executando o juízo e a justiça na terra. Nos seus dias Judá será salvo, e Israel habitará seguro; e este é o nome de que será chamado: O SENHOR JUSTIÇA NOSSA. Portanto, eis que vêm dias, diz o Senhor, em que nunca mais dirão: Vive o Senhor, que tirou os filhos de Israel da terra do Egito; mas: Vive o Senhor, que tirou e que trouxe a linhagem da casa de Israel da terra do Norte, e de todas as terras para onde os tinha arrojado; e eles habitarão na sua terra. Jr.23;3-8 Jr.29;13-14

 

Porei os meus olhos sobre eles, para seu bem, e os farei voltar a esta terra. Edificá-los-ei, e não os demolirei; e plantá-los-ei, e não os arrancarei. E dar-lhes-ei coração para que me conheçam, que Eu Sou O Senhor; e eles serão o meu povo, e eu serei o seu Deus; pois se voltarão para mim de todo o seu coração. A palavra que do Senhor veio a Jeremias, dizendo: Assim diz o Senhor, Deus de Israel: Escreva num livro todas as palavras que te falei; pois eis que vêm os dias, diz O Senhor, em que farei voltar do cativeiro o meu povo Israel e Judá, diz O Senhor; e tornarei a trazê-los à terra que dei a seus pais, e a possuirão.

 

Não temas, pois tu, servo meu, Jacó, diz O Senhor, nem te espantes, ó Israel; pois eis que te livrarei de terras longínquas, e à tua descendência da terra do seu cativeiro; e Jacó voltará, e ficará tranqüilo e sossegado, e não haverá quem o atemorize. Porque Eu Sou contigo, diz O Senhor, para te salvar; porquanto darei fim cabal a todas as nações entre as quais te espalhei; a ti, porém, não darei fim, mas castigar-te-ei com medida justa, e de maneira alguma te terei por inocente. Ex.20;1-10 Jr.24;6-7 Jr.30;1-3 Jr.30;10-11. Pois assim diz o Senhor:

 

Cantai sobre Jacó com alegria, e exultai por causa da principal das nações; proclamai, cantai louvores, e dizei: Salva, Senhor, o teu povo, o resto de Israel. Eis que os trarei da Terra do Norte e os congregarei das extremidades da terra; e com eles os cegos e aleijados, as mulheres grávidas e as de parto juntamente; em grande companhia voltarão para cá. Virão com choro, e com súplicas os levarei; guiá-los-ei aos ribeiros de águas, por caminho direito em que não tropeçarão; porque Sou um Pai para Israel, e Efraim é o meu primogênito. Ouvi a palavra do Senhor, ó nações, e anunciai-a nas longínquas terras marítimas, e dizei: Aquele que espalhou a Israel o congregará e o guardará, como o pastor ao seu rebanho. Jr.31;7-10

 

Jerusalém Elimina Os Contrários: Naquele dia também haverá da parte do Senhor um grande tumulto entre eles; e pegará cada um na mão do seu próximo, e cada um levantará a mão contra o seu próximo. Também Judá pelejará contra Jerusalém; e se ajuntarão as riquezas de todas as nações circunvizinhas, ouro e prata, e vestidos em grande abundância. Como esta praga, assim será a praga dos cavalos, dos muares, dos camelos e dos jumentos e de todos os animais que estiverem naqueles arraiais.

 

Israel Ensinará a Muitos: Então todos os que restarem de todas as nações que vieram contra Jerusalém, subirão de ano em ano para adorarem o Rei, o Senhor dos Exércitos, e para celebrarem a festa dos tabernáculos. E se alguma das famílias da terra não subir a Jerusalém, para adorar o Rei, o Senhor dos Exércitos, não cairá sobre ela a chuva.

 

A Restauração de Israel: Naquele dia se gravará sobre as campainhas dos cavalos. Santo ao Senhor; e as panelas na Casa do Senhor serão como as bacias diante do altar. E todas as panelas em Jerusalém e Judá serão consagradas ao Senhor dos Exércitos; e todos os que sacrificarem virão, e delas tomarão, e nelas cozerão. Naquele dia não haverá mais cananeu na Casa do Senhor dos Exércitos.

 

A Rebeldia Islâmica: E, se a família do Egito não subir, nem vier, não virá sobre ela a chuva; virá a praga com que o Senhor ferirá as nações que não subirem a celebrar a festa dos tabernáculos. Esse será o castigo do Egito, e o castigo de todas as nações que não subirem a celebrar a festa dos tabernáculos. Rm.11;1-32 Ez.39;22-29.

 

042 – A QUEDA DE BABILÔNIA:

 

Depois destas coisas vi descer do céu outro Anjo que tinha grande autoridade, e a terra foi iluminada com a sua glória. E ele clamou com voz forte, dizendo: Caiu, caiu a grande Babilônia, e se tornou morada de demônios, e guarida de todo espírito imundo, e guarida de toda ave imunda e detestável. Porque todas as nações têm bebido do vinho da ira da sua prostituição, e os reis da terra se prostituíram com ela; e os mercadores da terra se enriqueceram com a abundância de suas delícias. Ouvi outra voz do céu dizer:

 

Sai dela, povo meu, para que não sejas participante dos seus pecados, e para que não incorras nas suas pragas. Veio um dos sete anjos que tinham as sete taças, e falou comigo, dizendo: Vem, mostrar-te-ei a condenação da grande prostituta que está assentada sobre muitas águas; com a qual se prostituíram os reis da terra; e os que habitam sobre a terra se embriagaram com o vinho da sua prostituição. Então ele me levou em espírito a um deserto; e vi uma mulher montada numa besta cor de escarlata, que estava cheia de nomes de blasfêmia, e que tinha sete cabeças e dez chifres. Ap.18;1-41

 

A mulher estava vestida de púrpura e de escarlata, e adornada de ouro, pedras preciosas e pérolas; e tinha na mão um cálice de ouro, cheio das abominações, e da imundícia da prostituição; e na sua fronte estava escrito um nome simbólico: A grande Babilônia, a mãe das prostituições e das abominações da terra.

043 – PRECIPITADO DO CÉU:

 

Eu via Satanás, como raio, cair do céu: Jesus Cristo, no seu sermão disse: Ai de ti, Corazim! Ai de ti, Betsaida! Porque, se em Tiro e em Sidom se tivessem operado os milagres que em vós se operaram, há muito, sentadas em cilício e cinza, elas se teriam arrependido. Contudo, para Tiro e Sidom haverá menos rigor no juízo do que para vós. E tu, Cafarnaum, porventura serás elevada até o céu? Até o inferno descerás. Quem vos ouve, a mim me ouve; e quem vos rejeita, a mim me rejeita; e quem a mim me rejeita, rejeita aquele que me enviou. Voltaram depois os setenta com alegria, dizendo: Senhor, em teu nome, até os demônios se nos submetem. Respondeu-lhes ele: Eu via Satanás, como raio, cair do céu.

 

Eis que vos dei autoridade para pisardes serpentes e escorpiões, e sobre todo o poder do inimigo; e nada vos fará dano algum. Contudo, não vos alegreis porque se vos submetem os espíritos; alegrai-vos antes por estarem os vossos nomes escritos nos céus.

 

Então houve batalha no céu: Miguel e os seus anjos batalhavam contra o dragão. E o dragão e os seus anjos batalhavam, mas não prevaleceram, nem mais o seu lugar se achou no céu. E foi precipitado o grande dragão, a antiga serpente, que se chama o Diabo e Satanás, que engana todo o mundo; foi precipitado na terra, e os seus anjos foram precipitados com ele. Então, ouvi uma grande voz no céu, que dizia:

 

Agora é chegada a Salvação, e o Poder, e o Reino do nosso Deus, e a Autoridade do seu Cristo; porque já foi lançado fora o Acusador de nossos irmãos, o qual diante do nosso Deus os acusava dia e noite. E eles o venceram pelo sangue do Cordeiro e pela palavra do seu testemunho; e não amaram as suas vidas até a morte.

 

044 – A PEDRA CORTADA SEM MÃOS:

 

Esmiuçará este reino e se estabelecerá para sempre. O Cumprimento da Pedra Cortada sem mão, que destruirá para sempre o governo do Anti-Cristo. A Pedra Cortada sem Mãos: A Pedra Cortada profetizada em Daniel, chegará à terra e derribará o últimos de todos os reinos, impérios e domínios. Será a queda final do Anti-Cristo humano na terra. Será morto pelos Judeus, e o espírito dele será preso por Anjos e lançado em cadeia por mil anos. Satanás é preso por mil anos juntamente com todos os seus espíritos seguidores, como está escrito: E o Anjo amarará o Dragão, a antiga serpente que é o Diabo e o trancará por mil anos, para que durante mil anos não  permaneça mais na terra. Ap.20;1-3. Dn.2;30-45.

045 – SATANÁS PRESO:

 

O quinto anjo tocou a sua trombeta: Quando O vi, caí a seus Pés como morto; e ele pôs sobre mim a sua destra, dizendo: Não temas; Eu Sou o Primeiro e o Último. Eu Sou o que vivo; fui morto, mas eis aqui estou vivo para todo o sempre! e tenho as chaves da morte e do inferno. O quinto anjo tocou a sua trombeta, e vi uma estrela que do céu caíra sobre a terra; e foi-lhe dada a chave do poço do abismo. E abriu o poço do abismo, e subiu fumaça do poço, como fumaça de uma grande fornalha; e com a fumaça do poço escureceram-se o sol e o ar. E vi descer do céu um anjo, que tinha a chave do abismo e uma grande cadeia na sua mão.

 

Ele prendeu o dragão, a antiga serpente, que é o Diabo e Satanás, e o amarrou por mil anos. Lançou-o no abismo, o qual fechou e selou sobre ele, para que não enganasse mais as nações até que os mil anos se completassem. Depois disto é necessário que ele seja solto por um pouco de tempo. Prendeu o dragão a antiga serpente por mil. Sendo Israel como uma pedra pesada para as nações vence o Anti-Cristo, o mata. Israel depõe do trono o Anti-Cristo e domina o mundo conforme promessas de Deus. 2ºPe.2;4-5

 

Deus não poupou os anjos: Porque se Deus não poupou a anjos quando pecaram, mas lançou-os no inferno, e os entregou aos abismos da escuridão, reservando-os para o juízo. Ora, quero lembrar-vos, se bem que já de uma vez para sempre soubestes tudo isto, que, havendo o Senhor salvo um povo, tirando-o da terra do Egito, destruiu depois os que não creram; aos anjos que não guardaram o seu principado, mas deixaram a sua própria habitação, ele os tem reservado em prisões eternas na escuridão para o juízo do grande dia, assim como Sodoma e Gomorra, e as cidades circunvizinhas, que, havendo-se prostituído como aqueles anjos, e ido após outra carne, foram postas como exemplo, sofrendo a pena do fogo eterno. Jd.5-7 Ap.20;1-3.

046 – MILÊNIO – PAZ MILENAR:

A terra será como o jardim de Deus. Tudo quanto Deus prometeu a Jacó e a Israel terá cumprimento durante o milênio. No Milênio, uma vez derrotado o Anti-Cristo, ainda que Israel tivesse que lutar contra todas as nações da terra, porquanto será a única a restaurar e retornar ao Verdadeiro Cristo Crucificado. Sua atitude provocará guerra total. Todas as nações se revoltarão contra Israel, mas toda a sua totalidade será vencida.

 

Israel será uma pedra pesada para as nações. Haverá uma recuperação dos danos causados pelas duas testemunhas e por causa das pragas anteriores. Depois de vencer todas as nações os judeus trabalharão e converterão a todas as nações ao cristianismo e à adoração ao Único Deu dos Céus, e converterão as suas armas em foices e enxadões, e não aprenderão mais a guerrear. Haverá mil anos de paz sobre a terra; paz celestial. E Deus cumprirá todas as promessas feitas a Israel, desde que Israel era menino, cumprindo as beneficências de Davi. É necessário compreender que este milênio não é a Vida Eterna que Jesus Cristo prometeu, mas sim um cumprir das promessas feitas a seu povo, pela fidelidade a si mesmo, a Jacó, a Israel, a Abraão, e a Davi.

 

Pós milenistas: Alguns teólogos acreditam que somente depois do milênio é que finalmente haverá Arrebatamento. Tal ensinamento não tem fundamento espiritual, uma vez que os 144.000 já estarão com Jesus Cristo e sua Amada Igreja, chamada Esposa, após as Bodas do Cordeiro. A Igreja será arrebatada antes da Grande tribulação; não por medos nem covardias, mas porque A Luz da Igreja impediria o cumprimento das trevas densas sobre a face da terra. Haverão trevas absolutas sobre a face da terra; a verdade será lançada por terra, até que venha O Grande e Terrível Dia do Senhor. Não haverá luz.

 

Milênio: A visão que teve Isaías, filho de Amós, a respeito de Judá e de Jerusalém. Acontecerá nos últimos dias que se firmará o monte da casa do Senhor, será estabelecido como o mais alto dos montes e se elevará por cima dos outeiros; e concorrerão a ele todas as nações. Irão muitos povos, e dirão: Vinde, e subamos ao monte do Senhor, à casa do Deus de Jacó, para que nos ensine os seus caminhos, e andemos nas suas veredas; porque de Sião sairá a lei, e de Jerusalém a palavra do Senhor. E ele julgará entre as nações, e repreenderá a muitos povos; e estes converterão as suas espadas em relhas de arado, e as suas lanças em foices; uma nação não levantará espada contra outra nação, nem aprenderão mais a guerra. Vinde, ó casa de Jacó, e andemos na Luz do Senhor. Is.2;1-5 Ap.20;1-6 Ez.36;33-38.

 

047 – DO ÉDEN ÀS TREVAS:

Ora, quando se completarem os mil anos, Satanás será solto da sua prisão, e sairá a enganar as nações que estão nos quatro cantos da terra, Gogue e Magogue, cujo número é como a areia do mar, a fim de ajuntá-las para a batalha. E subiram sobre a largura da terra, e cercaram o Arraial dos Santos e a Cidade Querida; Mas desceu fogo do céu, e os devorou.

 

048 – FIM DO MILÊNIO:

 

Sai Satanás a arrebanhar após si: Satanás é solto da prisão sabendo que lhe resta pouco tempo; Sai Satanás a arrebanhar após si grande multidão contra Deus e Cristo e seu povo. Agora se aproximam as pragas gerais e definitivas. Fim do milênio: Acabados os mil anos, Satanás será solto da sua prisão. Sabendo que lhe resta pouco tempo fará tudo quanto estiver ao seu alcance e poder para persuadir a todos os povos; número como a areia do mar. Sairá a enganar as nações dos quatro cantos da terra, Gogue e Magogue, para os ajuntar em batalha contra Cristo e sua Esposa.

 

Será o ridículo maior de Satanás, mas é castigo; não poderá fugir de tamanha luz incandescente. Serão aqueles dias de alegrias convertidos para dias de profundas tristezas e turbações. Os não aliados serão mortos – Quem não for aliado ao espírito do engano, será morto. Haverá uma matança total contra os que não forem do Anti-Cristo. Os que não aceitaram a Satanás de volta serão mortos por ele.

 

A verdade será lançada por terra e todos os que são de Deus serão mortos ali. Aqui está a paciência dos santos. Do Éden Às Trevas: Dia de tristezas. No lugar de jardim regado; desolação. A humanidade teve mil anos para descobrir e conhecer em paz que “O Senhor é Deus” que Deus sempre amou ao homem ilimitadamente. Mas a Vida Eterna não é daqui. Jl.2;1-3 Ap.20;7-9.

049 – A CONGREGAÇÃO MÁ:

 

Convocação de Satanás para a batalha contra Cristo. Todos os espírito satânicos especializados em prodígios e sinais se ajuntarão para batalhar contra Cristo; Cristo Jesus e o seu Exército batalharão e vencerão. Congregação Má: Concluindo-se o extermínio total dos seguidores de Deus e de seu Cristo, tendo sido a Verdade lançada por terra; Satanás convocará a todas as nações que restarem na terra para uma Batalha Final, pelo que se pode presumir, (a fim de lhe garantir de uma vez a posse da terra) e não ser mais ameaçado por nada. Será a Batalha do Armagedom a cumprir-se imediatamente; como está escrito; aquele dia se apressa. Os três espíritos imundos conseguirão isto.

 

Aqui está a paciência dos Santos: Uma congregação sobrenatural de homens que se levantará contra Deus, apesar de mil anos de paz, a terra como um Jardim de Deus, plantado; um jardim regado. Mas ainda que os filhos de Israel seja como a areia do mar o remanescente é que será salvo. Sofrerão a morte para provarem que amam a Deus mais que suas vidas, não haverá livramento, não estarão perdidos porque A Ressurreição e A Vida os trará de volta no dia do juízo, e os fiéis ressuscitarão no Lado Direito de Cristo Jesus. Assim todo o Israel será salvo. Lc.21;22-24 Rm.9;22-29 Ap.16;13-14 Ap.19;17-21 Ap.20;8-9.

050 – GOGUE E MAGOGUE:

 

Cujo número é como a areia do mar. Juntas todas as nações da terra que renunciaram a verdade pregada durante mil anos e seguiu a Satanás. Estarão Reis e nações congregadas no vale do Eufrates. Lançai a foice, porque já está madura a seara; vinde, descei, porque o lagar está cheio, os vasos dos lagares trasbordam, porquanto a sua malícia é grande. Multidões, multidões no vale da decisão! porque o dia do Senhor está perto, no vale da decisão.

 

O sol e a lua escurecem, e as estrelas retiram o seu resplendor. E o Senhor brama de Sião, e de Jerusalém faz ouvir a sua voz; os céus e a terra tremem, mas o Senhor é o Refúgio do seu povo, e a Fortaleza dos Filhos de Israel. Chegai-vos, nações, para ouvir, e vós, povos, escutai; ouça a terra, e a sua plenitude, o mundo e tudo quanto ele produz. Porque a indignação do Senhor está sobre todas as nações, e o seu furor sobre todo o exército delas; ele determinou a sua destruição, entregou-as à matança. E os seus mortos serão arrojados, e dos seus cadáveres subirá o mau cheiro; e com o seu sangue os montes se derreterão.

 

E todo o exército dos céus se dissolverá, e o céu se enrolará como um livro; e todo o seu exército desvanecerá, como desvanece a folha da vide e da figueira. Pois a minha espada se embriagou no céu; eis que sobre Edom descerá, e sobre o povo do meu anátema, para exercer juízo. A espada do Senhor está cheia de sangue, está cheia de gordura, de sangue de cordeiros e de bodes, da gordura dos rins de carneiros; porque o Senhor tem sacrifício em Bozra, e grande matança na terra de Edom.

 

Se, pois, alguém vos disser: Eis aqui o Cristo! Ou: Ei-lo aí! Não acrediteis; porque hão de surgir falsos cristos e falsos profetas, e farão grandes sinais e prodígios; de modo que, se possível fora, enganariam até os escolhidos. Eis que de antemão vo-lo tenho dito. Portanto, se vos disserem: Eis que ele está no deserto; não saiais; ou: Eis que ele está no interior da casa; não acrediteis. Porque, assim como o relâmpago sai do oriente e se mostra até o ocidente, assim será também a vinda do filho do homem. Pois onde estiver o cadáver, aí se ajuntarão os abutres.

 

Eis que vem o dia do Senhor, em que os teus despojos se repartirão no meio de ti. Pois eu ajuntarei todas as nações para a peleja contra Jerusalém; e a cidade será tomada, e as casas serão saqueadas, e as mulheres forçadas; e metade da cidade sairá para o cativeiro, mas o resto do povo não será exterminado da cidade. Então o Senhor sairá, e pelejará contra estas nações, como quando peleja no dia da batalha.

 

Logo depois da tribulação daqueles dias, escurecerá o sol, e a lua não dará a sua luz; as estrelas cairão do céu e os poderes dos céus serão abalados. Então aparecerá no céu o sinal do Filho do Homem, e todas as tribos da terra se lamentarão, e verão vir o Filho do Homem sobre as nuvens do céu, com poder e grande glória. E ele enviará os seus anjos com grande clangor de trombeta, os quais lhe ajuntarão os escolhidos desde os quatro ventos, [desde a época dos quatro ventos] de uma à outra extremidade dos céus.

 

Gogue e Magogue Tu, pois, ó filho do homem, profetiza contra Gogue, e dize: Assim diz o Senhor Deus: Eis que Eu Sou contra ti, ó Gogue, príncipe e chefe de Meseque e Tubal; e te farei virar e, conduzindo-te, far-te-ei subir do extremo norte, e te trarei aos montes de Israel. Com um golpe tirarei da tua mão esquerda o teu arco, e farei cair da tua mão direita as tuas flechas. Nos montes de Israel cairás, tu e todas as tuas tropas, e os povos que estão contigo; e às aves de rapina de toda espécie e aos animais do campo te darei, para que te devorem. Sobre a face do campo cairás; porque eu falei, diz o Senhor Deus. E enviarei um fogo sobre Magogue, e entre os que habitam seguros nas ilhas; e saberão que Eu Sou O Senhor. E farei conhecido o meu santo nome no meio do meu povo Israel, e…

 

Nunca mais deixarei profanar o meu Santo Nome; e as nações saberão que Eu Sou O Senhor, o Santo em Israel. Eis que isso vem, e se cumprirá, diz O Senhor Deus; este é o dia de que tenho falado. E os habitantes das cidades de Israel sairão, e com as armas acenderão o fogo, e queimarão os escudos e os paveses, os arcos e as flechas, os bastões de mão e as lanças; acenderão o fogo com tudo isso por sete anos. Ez.39;1-9.

 

Lugar de sepultura em Israel: Naquele dia, darei a Gogue como lugar de sepultura em Israel, o vale dos que passam ao Oriente do Mar, o qual fará parar os que por ele passarem; e ali sepultarão a Gogue, e a toda a sua multidão, e lhe chamarão o Vale de Hamom-Gogue. E a casa de Israel Levará sete meses em sepultá-los, para purificar a terra. Sim, todo o povo da terra os enterrará; e isto lhes servirá de fama, no dia em que eu for glorificado, diz o Senhor Deus. Separarão, pois, homens que incessantemente percorrerão a terra, para que sepultem os que tiverem ficado sobre a face da terra, para a purificarem.

 

Depois de passados sete meses, farão a busca; e quando percorrerem a terra, vendo alguém um osso de homem, levantar-lhe-á ao pé um sinal, até que os enterradores o enterrem no Vale de Hamom-Gogue. E também o nome da cidade será Hamona. Assim purificarão a terra. Gogue e Magogue Enquanto eu olhava, eis que o mesmo chifre fazia guerra contra os santos, e prevalecia contra eles. Dn.7;21 Zc.14;1-3 Mt.24;23-31 Jl.3;13-16 Rm.9;22-14 Ap.10;1-7 Ez.39;1-16.

051 – OS REMANESCENTES:

 

Ainda que o número seja como a areia do mar: Para alguns teólogos todo o Israel será salvo; mas as escrituras falam de remanescentes. Não é por serem filhos de Abraão segundo a carne que são o Verdadeiro Israel de Deus. Então virá o Senhor meu Deus, e todos os santos com ele. Acontecerá naquele dia, que não haverá calor, nem frio, nem geada; porém será um dia conhecido do Senhor; nem dia nem noite será; mas até na parte da tarde haverá luz. E O Senhor brama de Sião, e de Jerusalém faz ouvir a sua voz; os céus e a terra tremem, mas O Senhor é o Refúgio do seu povo, e a Fortaleza dos filhos de Israel. E o resto das árvores da sua floresta será tão pouco que um menino as poderá contar. E acontecerá naquele dia que o resto de Israel, e os que tiverem escapado da casa de Jacó, nunca mais se estribarão sobre aquele que os feriu; antes se estribarão lealmente sobre O Senhor, O Santo de Israel. Um resto voltará; sim, o resto de Jacó voltará para o Deus Forte.

 

Remanescentes: Mas se ainda ficar nela a décima parte, tornará a ser consumida, como o terebinto, e como o carvalho, dos quais, depois de derrubados, ainda fica o toco. A santa semente é o seu toco. Ainda aos violadores do pacto ele perverterá com lisonjas; mas o povo que conhece ao seu Deus se tornará forte, e fará proezas. Os entendidos entre o povo ensinarão a muitos; todavia por muitos dias cairão pela espada e pelo fogo, pelo cativeiro e pelo despojo. Mas, caindo eles, serão ajudados com pequeno socorro; muitos, porém, se ajuntarão a eles com lisonjas. Alguns dos entendidos cairão para serem acrisolados, purificados e embranquecidos, até o fim do tempo; pois isso ainda será para o tempo determinado. Rm.9;22-29 Zc.14;7 Is.10;19-21.

052 – AS TRANQUEIRAS:

 

O Contínuo Sacrifício será tirado. Será tirado o Messias; A verdade será lançada por terra. O Advogado da Humanidade agora é Juiz com uma Couraça Completamente Impenetrável. Nas Tranqueiras: Será tirado o Contínuo Sacrifício; será tirado o Messias que é Mediador, Salvador e Intercessor a favor dos homens. Ele Agora é Juiz, Um Grande Juiz sobre toda a sorte dos homens. Todos os pregadores a face da terra afirmam que quando Jesus Cristo for Juiz, não haverá mas sacrifício pelos homens.

 

Agora sim, é decretado o fim absoluto sobre toda a terra. Colocam-se tranqueiras sobre Jerusalém de Baixo e é exterminada pelo poder das trevas. Mas sabemos que os malignos serão atormentados para todo o sempre depois do Juízo Final. Temos uma Jerusalém de Cima, Cidade de Deus e Morada do Altíssimo.

 

As Tranqueiras: Eis que vem um dia do Senhor, em que os teus despojos se repartirão no meio de ti. Pois eu ajuntarei todas as nações para a peleja contra Jerusalém; e a cidade será tomada, e as casas serão saqueadas, e as mulheres forçadas; e metade da cidade sairá para o cativeiro, mas o resto do povo não será exterminado da cidade.

 

Então o Senhor sairá, e pelejará contra estas nações, como quando peleja no dia da batalha. Naquele dia estarão os seus pés sobre o Monte das Oliveiras, que está defronte de Jerusalém para o Oriente; e o Monte das Oliveiras será fendido pelo meio, do Oriente para o Ocidente e haverá um vale muito grande; e metade do monte se removerá para o norte, e a outra metade dele para o sul. E fugireis pelo vale dos meus montes, pois o vale dos montes chegará até Azel [Azel = Nobre Lugar perto de Jerusalém. = Rampa, Declive O lugar até onde há de chegar à ravina do Monte Olivete, quando o Senhor ali se manifestar. Zc.14;5]; e fugireis assim como fugistes de diante do terremoto nos dias de Uzias *, rei de Judá.

2ºCr.26;1-15. – Então todo o povo de Judá tomou a Uzias, que tinha dezesseis anos, e o fizeram rei em lugar de seu pai Amazias. Ele edificou Elote, e a restituiu a Judá, depois que o rei dormiu com seus pais. Tinha Uzias dezesseis anos quando começou a reinar, e reinou cinqüenta e dois anos em Jerusalém. E o nome de sua mãe era Jecolia, de Jerusalém. Ele fez o que era reto aos olhos do Senhor, conforme tudo o que fizera Amazias seu pai. E buscou a Deus enquanto viveu Zacarias, que o instruiu no temor de Deus; e enquanto buscou ao Senhor, Deus o fez prosperar. Saiu e guerreou contra os filisteus, e derrubou o muro de Gate, o muro de Jabné e o muro de Asdode; e edificou cidades no país de Asdode e entre os filisteus; porque Deus, o ajudou contra os filisteus e contra os árabes que habitavam em Gur-Baal, e contra os meunitas. Os amonitas pagaram tributo a Uzias; e a sua fama se espalhou até a entrada do Egito, pois se tornou muito poderoso. Também Uzias edificou torres em Jerusalém, à porta da esquina, à porta do vale e ao ângulo do muro, e as fortificou. Edificou torres no deserto, e cavou muitos poços, porque tinha muito gado tanto nos vales como nas campinas; e tinha lavradores e vinhateiros nos montes e nos campos férteis, pois era amigo da agricultura. Tinha também Uzias um exército de homens destros nas armas, que saíam à guerra em tropas, segundo o número da sua resenha feita pelo escrivão Jeiel e o oficial Maaséias, sob as ordens de Hananias, um dos príncipes do rei. O número total dos chefes das casas paternas, homens valorosos, era de dois mil e seiscentos. E sob as suas ordens havia um exército disciplinado de trezentos e sete mil e quinhentos homens, que guerreavam valorosamente, para ajudarem o rei contra os inimigos. Uzias proveu o exército inteiro de escudos, lanças, capacetes, couraças e arcos, e até fundas para atirar pedras. E em Jerusalém fabricou máquinas, inventadas por peritos, para que fossem colocadas nas torres e nos cantos das muralhas, a fim de se atirarem com elas flechas e grandes pedras. E voou a sua fama até muito longe; porque foi maravilhosamente ajudado, até que se tornou poderoso. Ap.16;17-21 Zc.14;1-5.

053 – A 7ª TROMBETA:

 

Uma grande voz do céu, dizia: Os reinos do mundo vieram a ser de nosso Senhor e do seu Cristo. E Ele reinará para todo o sempre. A Sétima Trombeta: Não podemos confundir a 7ª Trombeta com os 6º e 7º Selos. Aqui a praga é final, absoluta e exterminadora. Tudo quanto se fizer nas pragas que se seguem a esta, será definitivo. Por causa disto Deus fará um novo céu e uma nova terra. Anunciada a última trombeta, uma voz lembra o “Está Consumado” com as seguintes palavras: “Está Feito”. Iraram-se as nações e veio a Tua Ira, e o tempo dos mortos para dar a cada um, galardões e juízos. Quanto à terra, receberá o Reno de Cristo para aniquilamento total.

 

É vista a Arca do Concerto e trovões, vozes, terremotos e grandes saraivas. Agora está decretado o fim irreconciliável de todos os oponentes de Cristo Jesus. Sete Anjos tocarão as suas trombetas e acabarão com a terra definitivamente; Gogue e Magogue, todos os seguidores do Anti-Crsto serão aniquilados para sempre.

 

As Últimas Pragas: Outro grande e admirável sinal no céu: Sete Anjos, que tinham as últimas sete pragas; porque nelas é consumada a ira de Deus. Saíram os vitoriosos da Besta seu sinal e seu número. Ap.15;1-2 Ap.10;7 Ap.11;15 Ap.12;15-19 Ap.14 14-20 Ap.15;2-8 Ap.19;4-10.

 

054 – A 1ª SALVA ou TAÇA:

 

E o Anjo derramou a primeira taça: Derramou e houve chagas más e malignas nos homens. Ide, derramai sobre a terra sete salvas da ira de Deus. E uma chaga má e maligna cai sobre todos os homens que seguiram a Besta 666. A Primeira Taça: João, narrando, diz: E ouvi uma voz vinda do templo, uma grande voz que dizia aos sete Anjos: Ide, e derramai sobre a terra as sete salvas ou taças da ira de Deus.

 

E foi o Primeiro Anjo e derramou a sua Salva ou Taça sobre a terra, e houve uma chaga má e maligna nos homens que tinham o Sinal da Besta e adoravam à sua imagem. Isto prova que mesmo depois de Deus ter favorecido a terra com Mil Anos de Paz, os homens se rebelarão contra a Verdade sobre preço de suas próprias vidas. Se pelo amor não se converteram; pior ainda com o uso das pragas. Fica por terra o adágio popular que diz: Quem não vem pelo amor vem pela dor. Ap.16;1-2.

055 – A 2ª SALVA OU TAÇA:

 

A morte do mar: Derramou a taça no mar e todo o mar se torna como sangue de morto. A Segunda Taça: E o Segundo Anjo derramou a sua Salva ou Taça no mar, e o mar se tornou em sangue, como sangue de morto, e morreu no mar toda a alma vivente. Morreu toda alma vivente que havia no mar. Isto significa uma assolação total, conforme Isaías, e o fim completo, conforme Ezquiel 7. Porque eles bradavam de mitos anos antes: “Até que se assolem as idades e fiquem sem morador, e a terra seja assolada de todo” Eis que ele vem! Eis que o Fim vem! Vem o fim sob todos os moradores da terra. Um só mal vem, vem o fim. Is.6;10-11 Ez.7;1-7 Ap.16;1-3 Is.6;11 Ez.7;1-7 Ap.l6;2-3.

056 – A 3ª SALVA OU TAÇA:

A morte dos rios e das fontes: Derramou sobre os rios e fontes, e tornaram-se em sangue; morrem rios e fontes. Justo És Senhor que És, que Eras, e que Hás de Vir. Assim como derramaram sangue dos justos, será derramado. A Terceira Taça: E o Terceiro Anjo derramou a sua taça nos rios e nas fontes das águas, e se tornaram em sangue. E o Anjo das águas dizia em louvores a Deus que executava tamanho juízo: Justo és Senhor, que És, e que Eras, porque és Santo. Visto como derramaram o sangue dos Santos e dos Profetas, também tu lhe deste sangue a beber; porque disto são merecedores. Ouvi outro Anjo do Altar, dizendo: Na verdade ó Senhor, ó Deus Todo Poderoso, verdadeiros e justos são os teus juízos. Estas palavras podem ajudar muito ao que não entende perfeitamente os castigos de Deus e as pragas dos últimos dias. Serão Juízos Verdadeiros e Justos. E Deus certamente perguntará novamente: Que injustiça acharam vossos pais em mim para que me deixassem? Ap.15;14-20 Ap.16;4-7.

057 – A 4ª SALVA OU TAÇA:

 

Homens assados pelo sol: Derramada sobre o sol e o reaquece muitas vezes, queimam os homens. Eles são abrasados, mas não se arrependem; blasfemem contra Deus. Na Quarta Taça: O Quarto Anjo derramou a sua Taça ou Salva sobre sol, e foi-lhe permitido que abrasasse os homens com fogo. E os homens foram abrasados com fogo, com grandes calores, e blasfemaram do nome de Deus que tem poder sobre estas pragas; e se não arrependeram para lhe darem glória. Parece estultice que alguns teólogos afirmem que haverá uma segunda chance para os que não foram arrebatados, como se ignorassem o tempo, o entendimento, a capacidade mental do homem e a finalidade das pragas. Não haverá arrependimento depois. O dia e tempo da salvação é Hoje, a salvação é Agora. Ap.16;8-9.

058 – A 5ª SALVA OU TAÇA:

 

O trono da besta fica tenebroso: Derramada sobre o trono da besta, fica tenebroso; chagas e dores. Os homens mordem as línguas por causa de tantas dores, mas não se arrependem. A Quinta Taça: E o Quinto Anjo derramou a tua taça ou salva sobre o trono da Besta, e seu reino ficou tenebroso, se fez tenebroso; e eles mordiam as suas línguas de dores, e por causa das suas dores, e por causa das suas chagas, blasfemavam do Deus do Céu; e não se arrependeram das suas obras. Quem não é fiel no mínimo, não é fiel no Muito. Quem for injusto no mínimo de tribulação, como resistirá a pragas tão terríveis, castigos tão severos e colheitas tão super multiplicadas?! Ap.16;10-16 Ap.19;15-21 Ap.20;7-10.

059 – A 6ª SALVA OU TAÇA:

 

Seca-se o Eufrates: Derrama no grande rio. Eufrates seca-se para caminho da guerra final. Passam os reis do Oriente para o Armagedom a Batalha Final que se apressa. Na Sexta Taça: o Sexto Anjo derramou a sua taça ou Salva sobre o Grande rio Eufrates, e a sua água secou-se, para que se preparasse o caminho dos reis do oriente. Depois dos danos causados à terra e à Grande Babilônia, no seu décimo, será necessário secar-se o Eufrates para passarem, para Agora os reis do oriente juntos formando Gogue e Magogue em Monte Megido, seu número como a areia do amar. Satanás faz a convocação total para a batalha final. Sl.16;12-14 Ap.19;15-21 Ap.20;7-10 Ap.16;10-16.

060 – A BATALHA DO ARMAGEDOM:

Reis do Oriente em Monte Megido. São espíritos de demônios, que operam sinais; que vão ao encontro dos reis do mundo, a fim de os congregar para A Batalha do Grande Dia, que se apressa. O Armagedom: Depois de ajuntados todos os homens para combaterem contra Cristo e Sua Igreja, se dará o Armagedom. A guerra será contra Aquele que está assentado sobre o cavalo, e contra Seu Exército.

 

Mas com a Espada que sairá da boca de Deus serão aniquilados, presos e mortos. Jesus Cristo prometeu batalhar com a espada da sua boca contra os ímpios. Contra o homem ímpio, “O Iníquo” conforme as Escrituras. Ap.19;20.

 

Então o Senhor sairá, e pelejará contra estas nações, como quando peleja no dia da batalha. Naquele dia estarão os seus pés sobre o monte das Oliveiras, que está defronte de Jerusalém para o oriente; se o Monte das Oliveiras será fendido ao meio, do Oriente para o Ocidente e haverá um vale muito grande; e metade do monte se removerá para o Norte, e a outra metade dele para o Sul. E fugireis pelo vale dos meus montes, pois o vale dos montes chegará até Azel; e fugireis assim como fugistes de diante do terremoto nos dias de Uzias, rei de Judá. Então virá o Senhor meu Deus, e todos os santos com ele. Acontecerá naquele dia, que não haverá calor, nem frio, nem geada; porém será um dia conhecido do Senhor; nem dia nem noite será.  Zc.14;1-7.

 

O Tempo do Fim: Havendo eu, Daniel, tido a visão, procurei entendê-la, e eis que um se me apresentou como que uma semelhança de homem. E ouvi uma voz de homem entre as margens do Ulai, a qual gritou, e disse: Gabriel, faze que este homem entenda a visão. Veio, pois, perto de onde eu estava; e vindo ele, fiquei amedrontado, e caí com o rosto em terra. Mas ele me disse: Entende, filho do homem, pois esta visão se refere ao tempo do fim. Ora, enquanto ele falava comigo, caí num profundo sono, com o rosto em terra; ele, porém, me tocou, e me pôs em pé, e disse: Eis que te farei saber o que há de acontecer no último tempo da ira; pois isso pertence ao determinado tempo do fim. Dn.8;15-19

 

Derradeiros Dias: Agora vim, para fazer-te entender o que há de suceder ao teu povo nos derradeiros dias; pois a visão se refere a dias ainda distantes. Ao falar ele comigo estas palavras, abaixei o rosto para a terra e emudeci. E eis que um que tinha a semelhança dos filhos dos homens me tocou os lábios; então abri a boca e falei, e disse Àquele que estava em pé diante de mim: Senhor meu, por causa da visão sobrevieram-me dores, e não retenho força alguma. Como, pois, pode o servo do meu Senhor falar com o meu Senhor? Pois, quanto a mim, desde agora não resta força em mim, nem fôlego ficou em mim. Então tornou a tocar-me um que tinha a semelhança dum homem, e me consolou. E disse: Não temas, homem muito amado; paz seja contigo; sê forte, e tem bom ânimo. E quando ele falou comigo, fiquei fortalecido, e disse: Fala, meu Senhor, pois me fortaleceste. Dn.10;14-19

 

O Grande Dia do Senhor: Uivai, porque o dia do Senhor está perto; virá do Todo-Poderoso como assolação. Pelo que todas as mãos se debilitarão, e se derreterá o coração de todos os homens. E ficarão desanimados; e deles se apoderarão dores e ais; e se angustiarão, como a mulher que está de parto; olharão atônitos uns para os outros; os seus rostos serão rostos flamejantes. Eis que o dia do Senhor vem, horrendo, com furor e ira ardente; para pôr a terra em assolação e para destruir do meio dela os seus pecadores. Pois as estrelas do céu e as suas constelações não deixarão brilhar a sua luz; o sol se escurecerá ao nascer, e a lua não fará resplandecer a sua luz. Is.13;6-10.

 

O Senhor Deus virá com poder: Tu, anunciador de boas-novas a Sião, sobe a um monte alto. Tu, anunciador de boas-novas a Jerusalém, levanta a tua voz fortemente; levanta-a, não temas, e dize às cidades de Judá: Eis aqui está o vosso Deus. Eis que o Senhor Deus virá com poder, e o seu braço dominará por ele; eis que o seu galardão está com ele, e a sua recompensa diante dele. Como pastor ele apascentará o seu rebanho; entre os seus braços recolherá os cordeirinhos, e os levará no seu regaço; as que amamentam, ele as guiará mansamente. E virá um Redentor a Sião e aos que em Jacó se desviarem da transgressão, diz o Senhor. Quanto a mim, este é o meu pacto com eles, diz o Senhor: O meu Espírito, que está sobre ti, e as minhas palavras, que pus na tua boca, não se desviarão da tua boca, nem da boca dos teus filhos, nem da boca dos filhos dos teus filhos, diz o Senhor, desde agora e para todo o sempre. Is.40;9-11 Is.59;20-21.

 

E Nações caminharão para a Tua Luz: Levanta-te, resplandece, porque é chegada a tua Luz, e é nascida sobre ti a Glória do Senhor. Pois eis que as trevas cobrirão a terra, e a escuridão os povos; mas sobre ti o Senhor virá surgindo, e a sua glória se verá sobre ti. E nações caminharão para a tua Luz, e reis para o resplendor da tua aurora. Pois, eis que o Senhor virá com fogo, e os seus carros serão como o torvelinho, para retribuir a sua ira com furor, e a sua repreensão com chamas de fogo. Porque com fogo e com a sua espada entrará o Senhor em juízo com toda a carne; e os que forem mortos pelo Senhor serão muitos. Is.60;1-3 Is.66;15-16.

 

Escreve a visão e torna-se bem legível sobre tábuas: Sobre a minha torre de vigia me colocarei e sobre a fortaleza me apresentarei e vigiarei, para ver o que me dirá, e o que eu responderei no tocante, a minha queixa. Então o Senhor me respondeu, e disse: Escreve a visão e torna-se bem legível sobre tábuas, para que a possa ler quem passa correndo. Pois a visão é ainda para o tempo determinado, e até o fim falará, e não mentirá. Ainda que se demore, espera-o; porque certamente virá, não tardará. Ha.2;1-3.

 

061 – A 7ª SALVA ou TAÇA:

 

Babilônia fendida em três partes: O sétimo Anjo derrama sua taça no ar; cai Babilônia fendida em três partes. Está feito. Lagar e Vidima. Cumpre-se a Guerra do Armagedom. Na Sétima Taça o Sétimo Anjo derrama a sua Taça ou Salva no ar. Houve grande terremoto como nunca houve desde que existe homem na terra; tal foi esse terremoto. A Grade Cidade fendeu-se em três partes. Sai o anúncio da queda da Babilônia, A Grande. Há festa entre os Anjos, porque Deus recompensou àquela cidade pelos seus feitos malignos contra o povo santo. Ap.16;17-21 Ap.18;1-24 Ap.19;1-3 Ap.19;14-21 Ap.20;7-10.

062 – A CEIFA E A VIDIMA:

 

Assentado sobre a nuvem: E olhei, e eis uma nuvem branca; e assentado sobre a nuvem um, semelhante a filho de homem, que tinha sobre a cabeça uma coroa de ouro, e na mão uma foice afiada. E outro anjo saiu do santuário, clamando com grande voz ao que estava assentado sobre a nuvem: Lança a tua foice e ceifa, porque é chegada a hora de ceifar, porque já a seara da terra está madura. Então aquele que estava assentado sobre a nuvem meteu a sua foice à terra, e a terra foi ceifada. Ainda outro anjo saiu do santuário que está no céu, o qual também tinha uma foice afiada. E saiu do altar outro anjo, que tinha poder sobre o fogo, e clamou com grande voz ao que tinha a foice afiada, dizendo: Lança a tua foice afiada, e vindima os cachos da vinha da terra, porque já as suas uvas estão maduras. E o anjo meteu a sua foice à terra, e vindimou as uvas da vinha da terra, e lançou-as no grande lagar da ira de Deus. E o lagar foi pisado fora da cidade, e saiu sangue do lagar até os freios dos cavalos, pelo espaço de mil e seiscentos estádios. [184,9 m X 600]

063 – A CEIA DO GRANDE DEUS

 

Ceia das aves: Tu, pois, ó filho do homem, assim diz o Senhor Deus: Dize às aves de toda espécie, e a todos os animais do campo: Ajuntai-vos e vinde; ajuntai-vos de todos os lados para o meu sacrifício, que eu sacrifico por vós, sacrifício grande sobre os montes de Israel, para comerdes carne e beberdes sangue. Comereis as carnes dos poderosos e bebereis o sangue dos príncipes da terra, dos carneiros e dos cordeiros, dos bodes e dos novilhos, todos eles cevados em Basã. Comereis da gordura até vos fartardes, e bebereis do sangue até vos embebedardes, da gordura e do sangue do sacrifício que vos estou preparando. E à minha mesa vos fartareis de cavalos e de cavaleiros, de valentes e de todos os homens de guerra, diz o Senhor Deus. Ceia de Deus. Pois onde estiver o cadáver, aí se ajuntarão os abutres. Mt.24;27-28 Ez.39;17-20.

 

A ceia do grande Deus. Um anjo clamou e ajuntou-se para a ceia do grande Deus. Deus dará de comer às aves convocadas as carnes dos homens que voltaram para Satanás. Os homens que farão guerra contra Aquele que estava assentado sobre o cavalo. E vi um anjo em pé no sol; e clamou com grande voz, dizendo a todas as aves que voavam pelo meio do céu: Vinde, ajuntai-vos para a grande ceia de Deus, para comerdes carnes de reis, carnes de comandantes, carnes de poderosos, carnes de cavalos e dos que neles montavam, sim, carnes de todos os homens, livres e escravos, pequenos e grandes. Ap.19;17-21.

064 – O LAGAR DE SANGUE:

 

Jesus Cristo vestido com as vestes salpicadas de sangue. No Lagar e Vidima: Os homens serão esmagados e pisados como se pisam uvas para fazer vinho. Ainda que a visão não seja das mais eloqüentes, será anunciado que, em Armagedom, Jesus Cristo será visto com as vestes salpicadas de sangue. Isto representa assumir todas as atitudes que tomar contra os homens. Comentaristas afirmam que a área que ficará cheia de mortos e sangue será de aproximadamente trezentos quilômetros quadrados 300 Km2. Mas Suas Vestes para a Sua Esposa estará sempre Puras e Brancas como nenhum lavandeiro a poderia branquear. Ap.19;11-15.

065 – O LAGO DE FOGO:

 

Lançados no Lago de Fogo: A Besta e o Falso Profeta são lançados vivos no Lago de Fogo. Lançados no Lago De Fogo: E a Besta e o Falso Profeta serão os primeiros a serem lançados no lago de Fogo que arde com enxofre. Quanto os demais mortos, ficaram para comida dos chacais e aves de rapina as quais foram convidadas para comerem as carnes dos homens. A chamada “Ceia do Grande Dia”. Toda a ave de rapina será convocada. E o Diabo foi lançado no lago de fogo e enxofre onde e será atormentado dia e noite para todo o sempre; aonde está também a besta e o falso profeta. Ap.19;17-18 Ap.20.17-21.

066 – O ASSOPRO DA BOCA DE DEUS:

 

Jesus Cristo matará o ímpio: A Espada da Boca de Deus lançará o inimigo no lago de fogo. Pois o mistério da iniqüidade já opera; somente há um que agora o detém até que seja posto fora; e então será revelado esse iníquo, a quem o Senhor Jesus matará como o sopro de sua boca e destruirá com a manifestação da sua vinda. 1ºTs.5;1-8 Ap.20;9-10.

067 – A ESPADA DA BOCA DE DEUS:

 

Guerra contra O Anti-Cristo: Naquele tempo se levantará Miguel, o grande príncipe, que se levanta a favor dos filhos do teu povo; e haverá um tempo de tribulação, qual nunca houve, desde que existiu nação até aquele tempo; mas naquele tempo livrar-se-á o teu povo, todo aquele que for achado escrito no livro. E vi a besta, e os reis da terra, e os seus exércitos reunidos para fazerem guerra Àquele que estava montado no cavalo, e ao seu Exército.

 

E a besta foi presa, e com ela o falso profeta que fizera diante dela os sinais com que enganou os que receberam o sinal da besta e os que adoraram a sua imagem. Estes dois foram lançados vivos no lago de fogo que arde com enxofre. E, os demais foram mortos pela espada que saía da boca daquele que estava montado no cavalo; e todas as aves se fartaram das carnes deles. Zc.14;5-9

 

E fugireis pelo vale dos meus montes: Naquele dia também acontecerá que correrão de Jerusalém águas vivas, metade delas para o Mar Oriental, e metade delas para o Mar Ocidental; no verão e no inverno sucederá isso. E O Senhor será Rei sobre toda a terra; naquele dia “Um” será o Senhor, e “Um” será o seu Nome.

 

068 – O TRONO BRANCO:

 

A terra e o céu fogem da Face do Senhor; da presença de Deus. O Trono Branco: Tendo exterminado a todos os homens do diabo e destruído o Anti-Cristo para sempre, com um assopro, Jesus Cristo aparecerá num Trono Branco, que significa a justiça sem manchas, sem máculas e sem ranhuras. Por causa da maldição já recebida desde o Éden, a terra fugirá da presença de Deus e do JUIZ DOS VIVOS E DOS MORTOS. Retira-se a terra e os mortos, tanto grandes como pequenos estarão diante do Cordeiro e serão apartados, assim como um pastor separa os bodes das ovelhas. E abre-se o Livro da Vida. Cumpre-se o juízo segundo as obras de cada um. E Viu-se O Trono Branco Até que veio “O Ancião de Dias”, e foi executado o juízo a favor dos Santos do Altíssimo; e chegou o tempo em que os santos possuíram o reino. Dn.7;22 Mt.25;31-46 Ap.20.11-15.

069 – O JUÍZO FINAL:

Os que ressuscitarem, à Direita de Cristo ouvirão palavras de boas vindas. Os que aparecerem à Esquerda do Trono do Juízo e de Cristo, receberão permissão para afastar-se. Os mortos foram julgados pelas coisas que estavam escritas nos livros, segundo as suas obras. Retornarão do mar; na terra, da morte, e do inferno ou hades e sepultura, e serão lançados no lago de fogo que arde com enxofre. Isto é a segunda morte.

[Vê parábolas e figuras].

 

070 – “VINDE, BENDITOS!”

Os que são de Cristo ouvirão:

Vinde, benditos de meu Pai, Possuí por herança o reino que vos está preparado desde a fundação do mundo.

Os justos resplandecerão como o sol no reino de Meu Pai.

Assim como Ele É, O veremos.

Os que dantes conheceu também predestinou e glorificou.

E verão a Deus na sua Glória.

Deus enxugará dos seus olhos toda a lágrima.

Muitos virão do Oriente e do Ocidente e assentar-se-ão à mesa

No Reno dos Céus com Isaque e Jacó.

Os que forem sábios, pois, resplandecerão como o fulgor do firmamento; e

Os que converterem a muitos para a justiça, como as estrelas sempre e eternamente.

O mesmo Senhor os guiará às Águas Tranquilas,

E não haverá mais lágrimas nem pranto, nem clamor e nem dor.

Ap.7;17 Ap.20.12-15.

Separação Final: E muitos dos que dormem no pó da terra ressuscitarão, uns para a vida eterna, e outros para vergonha e desprezo eterno. O que não foi achado no Livro da Vida fora lançado no lago de fogo.

 

071 – A VISÃO DOS SALVOS:

Uma multidão que ninguém poderia contar: Os justos resplandecerão como o sol no fulgor do firmamento. E vi o número dos assinalados que era de 144.000 de todas as Tribos dos Filhos de Israel; e depois vi uma multidão que ninguém poderia contar, de todas as Tribos e Nações e Povos da terra, e davam glórias ao Cordeiro, porque é digno de receber: Poder, Riquezas, Sabedoria, e Força e Honra, Ações de Graças, porque Ele venceu. Porque dele e por Ele a para ele são todas as coisas.

072 – O NOVO CÉU E A NOVA TERRA:

O primeiro céu e primeira terra passaram: E vi um Novo Céu e uma Nova terra, porque já o primeiro céu e primeira terra passaram. Novos Céus e Nova Terra: E vi um novo céu e uma nova terra, porque já o primeiro céu e a primeira terra já passaram e o mar já não existe. Necessário se faz reforçar que, onde há segundo há primeiro; onde há primeiro haverá segundo. Deus prometeu fazer novas todas as coisas. Fazer novamente as mesmas coisas não é fazer coisas novas. Mas esta diferença somente é notada por quem tem ouvidos para ouvir. Ap.21;1-27.

 

Novos Céus e Nova Terra: O reino, e o domínio, e a grandeza dos reinos debaixo de todo o céu serão dados ao povo dos Santos do Altíssimo. O seu reino será um reino eterno, e todos os domínios o servirão, e lhe obedecerão. Aqui é o fim do assunto. Quanto a mim, Daniel, os meus pensamentos muito me perturbaram e o meu semblante se mudou; mas guardei estas coisas no coração. Dn.7;27-29

073 – A NOVA JERUSALÉM:

Haverá uma Jerusalém Celestial, que será feita pelo poder de Deus, e não por mãos humanas. Esta Cidade de Deus é a mesma Esposa do Cordeiro, é uma Cidade Viva, tão preciosa como se fosse, aos olhos do homem de hoje, uma cidade toda de ouro e de cristal e pedras preciosas. Assim como for a beleza da Cidade assim será espiritualmente a beleza da Esposa do Cordeiro. Quem lê, atenda. Mostrar-te-ei a Esposa.

074 – A FELICIDADE ETERNA:

Desce a Nova Cidade para a Nova Terra: Não será propriamente o fim de tudo, como fica transparecente quando se chaga ao final desta revelação escrita; mas na Eternidade todo e qualquer Tempo é o Princípio; Deus está nele. O completo início de tudo quanto é eterno entre Deus e os homens será palpável e compreensível a todas as mentes existentes na luz do Pai.

 

Deus habitará nos homens porque serão como um Grande Santuário; uma Grande Casa, uma Grande Cidade. Será como um Santuário Central no coração da Esposa. Deus descerá para este Tabernáculo e Esposa para Sempre. Esse descer da Nova Cidade para a Nova Terra, é apenas uma forma de dizer que o propósito de Deus com o homem não sofreu alterações apesar da existência da Terra, agora amaldiçoada e esquecida para sempre. Não haverá mais lembrança das coisas passadas, nem mais se recordarão diz O Senhor. Sim e Amém.

 

A Vida Eterna: Mas os santos do Altíssimo receberão o reino e o possuirão para todo o sempre, sim, para todo o sempre. Dn.7;18

075 – EIS QUE CEDO VENHO:

 

Certamente Cedo venho. Maranata! Ora vem Senhor Jesus. Eu, Jesus, enviei o meu anjo para vos testificar estas coisas a favor das igrejas. Eu Sou a Raiz e a Geração de Davi, a Resplandecente Estrela da Manhã. E o Espírito e a Noiva dizem: Vem. E quem ouve, diga: Vem. E quem tem sede, venha; e quem quiser, receba de graça a água da vida. Eu testifico a todo aquele que ouvir as palavras da profecia deste livro: Se alguém lhes acrescentar alguma coisa, Deus lhe acrescentará as pragas que estão escritas neste livro; e se alguém tirar qualquer coisa das palavras do livro desta profecia, Deus lhe tirará a sua parte da árvore da vida, e da cidade santa, que estão descritas neste livro.

 

Aquele que testifica estas coisas diz: Certamente cedo venho. Amém; Ora vem, Senhor Jesus. A graça do Nosso Senhor Jesus Cristo seja com todos vós. Amém.  Ap.22;1-21.

 

076 – MARANATA:

 

A maravilhosa promessa de “voltar” tem figuras excelentes desde Abraão o pai das nações que viveram pela fé. Se nos compreenderemos bem a preciosidade da volta de Cristo Jesus, se entendermos desde os dias de Abraão o verdadeiro MARANATA de Deus, com isto amaremos a sua “Volta”. Amar a volta de Jesus Cristo é o alvo espiritual de todo este trabalho. Que Deus nos conceda o Maranata e nos aperfeiçoe nisto mesmo.

 

Levantou-se, pois, Abraão de manhã cedo, albardou o seu jumento, e tomou consigo dois de seus moços e Isaque, seu filho; e, tendo cortado lenha para o holocausto, partiu para ir ao lugar que Deus lhe dissera. Ao terceiro dia levantou Abraão os olhos, e viu o lugar de longe. E disse Abraão a seus moços: Ficai-vos aqui com o jumento, e eu e o mancebo iremos até lá; depois de adorarmos, voltaremos a vós. Gn.22;3-5

 

Quando o buscares de todo o teu coração: Mas de lá buscarás ao Senhor teu Deus, e o acharás, quando o buscares de todo o teu coração e de toda a tua alma. Quando estiveres em angústia, e todas estas coisas te alcançarem, então nos últimos dias voltarás para o Senhor teu Deus, e ouvirás a sua voz; porquanto o Senhor teu Deus é Deus misericordioso, e não te desamparará, nem te destruirá, nem se esquecerá do pacto que jurou a teus pais. Dt.4;29-31.

 

Ao sétimo dia voltará o sacerdote e a examinará; se a praga se tiver estendido nas paredes da casa. Como verdadeira figura Cristo, de manhã, ao voltar à cidade, teve fome; e, avistando uma figueira à beira do caminho, dela se aproximou, e não achou nela senão folhas somente; e disse-lhe: Nunca mais nasça fruto de ti. E a figueira secou imediatamente. Lv.14;39 Mt.21;18-19.

 

Voltando a terceira vez, ordenou repousar: E disse-lhes: A minha alma está triste até a morte; ficai aqui e vigiai. E adiantando-se um pouco, prostrou-se em terra; e orava para que, se fosse possível, passasse dele aquela hora. E dizia: Aba, Pai, tudo te é possível; afasta de mim este cálice; todavia não seja o que eu quero, mas o que tu queres. Voltando, achou-os dormindo; e disse a Pedro: Simão, dormes? Não pudeste vigiar uma hora? Vigiai e orai, para que não entreis em tentação; o espírito, na verdade, está pronto, mas a carne é fraca. Retirou-se de novo e orou, dizendo as mesmas palavras. E voltando outra vez, achou-os dormindo, porque seus olhos estavam carregados; e não sabiam o que lhe responder. Ao voltar pela terceira vez, disse-lhes: Dormi agora e descansai; Basta; é chegada a hora. Eis que o Filho do homem está sendo entregue nas mãos dos pecadores. Mc.14;34-41.

 

Assim que cumpriram tudo segundo a lei do Senhor, voltaram à Galiléia, para sua cidade de Nazaré. Em qualquer casa em que entrardes, dizei primeiro: Paz seja com esta casa. E se ali houver um filho da paz, repousará sobre ele a vossa paz; e se não, voltará para vós. Lc.2;39 Lc.10;6

 

O que gastares a mais, eu to pagarei quando voltar: Mas um Samaritano, que ia de viagem, chegou perto dele e, vendo-o, encheu-se de compaixão; e aproximando-se, atou-lhe as feridas, deitando nelas azeite e vinho; e pondo-o sobre a sua cavalgadura, levou-o para uma estalagem e cuidou dele. No dia seguinte tirou dois denários, deu-os ao hospedeiro e disse-lhe: Cuida dele; e tudo o que gastares a mais, eu to pagarei quando voltar. Lc.10;33-35.

 

Estejam cingidos os vossos lombos e acesas as vossas candeias; e sede semelhantes a homens que esperam a seu senhor quando houver de “voltar das bodas”, para que, quando vier e bater, logo possam abrir-lhe. Bem-aventurados aqueles servos, aos quais o Senhor, quando vier, achar vigiando! Em verdade vos digo que se cingirá, e os fará reclinar-se à mesa e, chegando-se, os servirá. Quer venha na segunda vigília, quer na terceira, bem-aventurados serão eles, se assim os achar. Sabei, porém, isto: se o dono da casa soubesse a que hora havia de vir o ladrão, vigiaria e não deixaria minar a sua casa. Estai vós também apercebidos; porque, numa hora em que não penseis, virá o Filho do homem. Lc.12;35-40.

 

Lhe dirá, ao voltar ele do campo: chega-te já? Qual de vós, tendo um servo a lavrar ou a apascentar gado, lhe dirá, ao voltar ele do campo: chega-te já, e reclina-te à mesa? Não lhe dirá antes: Prepara-me a ceia, e cinge-te, e serve-me, até que eu tenha comido e bebido, e depois comerás tu e beberás? Porventura agradecerá ao servo, porque este fez o que lhe foi mandado? Assim também vós, quando fizerdes tudo o que vos for mandado, dizei: Somos servos inúteis; fizemos somente o que devíamos fazer. Disse pois: Certo homem nobre partiu para uma terra longínqua, a fim de tomar posse de um reino e depois voltar. E chamando dez servos seus, deu-lhes dez minas, e disse-lhes: Negociai até que eu venha. Mas os seus concidadãos odiavam-no, e enviaram após ele uma embaixada, dizendo: Não queremos que este homem reine sobre nós. E sucedeu que, ao voltar ele, depois de ter tomado posse do reino, mandou chamar aqueles servos a quem entregara o dinheiro, a fim de saber como cada um havia negociado. Lc.17;7-10 Lc.19;12-15.

 

Não vos deixarei órfãos; voltarei a vós. Ainda um pouco, e o mundo não me verá mais; mas vós me vereis, porque eu vivo, e vós vivereis. Ouvistes que eu vos disse: Vou, e voltarei a vós. Se me amásseis, alegrar-vos-íeis de que eu vá para o Pai; porque o Pai é maior do que eu. Jõ.14;18-19 Jõ.14;28.

077 – SIM, E AMÉM:

O Pai e Deus o Selou: Pois, tantas quantas forem as promessas de Deus, nele está o “Sim”; portanto é por ele o “Amém”, para glória de Deus por nosso intermédio. Mas aquele que nos confirma convosco em Cristo, é Deus, quem nos ungiu é Deus. Está escrito para bem de todos os homens: “Seja o vosso falar sim, sim; não, não; porque o que passa disto é procedência maligna”. Esta é uma lei de Deus, uma lei do Amor que domina o Universo, cria o espírito do homem dentro dele e glorifica A Verdade que Fala. Ele torna a todo “sim” seguido de outro sim, um “Sim” definitivo, infinitivo e irreversível.

 

O Amém, quando nos foi apresentado, disse-nos que todas quantas forem as promessas de Deus, são em Jesus Cristo o “Amém” para também haver cumprimento da glória do que disse a verdade falada. Assim, cada promessa que for condicionada à obediência humana, são um Amém às promessas de Deus feitas a seus fiéis seguidores e também a seus oponentes. Assim sendo, a colheita do mal plantado, também faz parte do Amém de Deus sobre toda a sorte do homem.

 

Quando o Amém vem após a liberdade de escolha do homem, facultando a Deus o agir segundo sua mão direita ou esquerda, “Sim”, é maior que “Amém”; porquanto não voltará atrás, ainda que o homem se arrependa clamando por sua primogenitura de volta. Este “Sim” é imutável porque dá de mão ao “Não”, “não” ; que permanece irredutível, ainda que um “Amigo” clame pelo direito de entrar numa terra prometida que mane leite e mel. Será um “Sim” já conhecido antes, o qual gerou o “Não me fales mais neste negócio” e “Nunca vos conheci!”.

 

Quando o homem interpreta mal o sentido do “Amém” e a mensagem não se completa em seu coração, e para que seu questionamento seja rendido à Verdade de Deus, aparece um “Sim” ou um “Não” superior ao “Amém” falado, e contribui para melhor proveito do homem; porquanto o “Amém” de Deus confirmará o seu “Sim” ou o seu “Não”. Neste caso o “Sim” perece ser maior que o “Amém”.

 

Segundo Deus, não há acepção de palavras ou idioma. O Sim, é um Amém Divino; tão poderoso quanto um Verbo. Quando se diz “Amém!”, estar-se dando vida ao “sim”; ao se dizer “Sim!”, sobre um Amém, estar-se perpetuando-o, e tornando-o irremovível e inquebrantável, não importa a liberdade de escolha, quer dos homens ou dos anjos.

 

Se no hebraico o confirmar e selar sobre a palavra falada é o “Sim”, e no grego é “Amém”, ambas as palavras, termos ou sentidos serão “Sim”; e serão “Amém”. Mas, se noutros idiomas  há diferença entre “sim” e “Amém”, Deus usará esta diferença à proporção do grau espiritual de cada um, para melhor proveito do Evangelho.

 

Escolhendo-se o que for mais inviolável, escolherá certamente a verdade de Deus em Cristo Jesus. Este é o “Verdadeiro Sim”, o “Verdadeiro Amém de Deus”, e A Vida Eterna.

XI – REFLEXÕES:

Novidade nenhuma nos assuste: Os ensinamentos do Anti-Cristo e seus falsos profetas e mestres não trarão novidade nenhuma que nos abale a fé ou nos turbe o coração e a mente. Não estamos à cata de sinais; temos entendido o sinal do Profeta Jonas, e isto nos basta. Se for necessário que tudo isto aconteça, é também necessário que aconteçam as heresias e inevitável que venham os escândalos, já temos caminho, escape, saída, e vida em Cristo Jesus Nosso Senhor, para continuarmos de pés.

 

Já está escrito que maldita é a terra por causa do homem e que todo o mudo jaz no maligno; jamais nos faríamos amigos do mundo tornando-nos inimigos de Deus. Se um fogo já está acesso, temos que nos alegrar assim como Jesus: Que mais importa se já está aceso? Se o machado já está posto à raiz das árvores, e toda a planta que o Meu Pai Celestial não plantou será arrancada, que outro Evangelho nos pregariam que anunciasse o fim do mundo melhor que o já anunciado nos dias de Ezequiel e de Jesus Cristo?

 

A vereda dos justos é como a luz da aurora que vai brilhando mais e mais até ser dia perfeito; Em todas estas coisas somos mais do que vencedores por Aquele que nos amou. Os Verdadeiros adoradores adorarão ao Pai em Espírito e em Verdade. Não nos deixaremos dirigir pela luxúria nem pelo estômago. Aquele que habita nos Céus zombará deles. O Bom Pastor disse: As minhas ovelhas ouvem a minha voz; eu conheço-as e eles me seguem; dou-lhes a Vida Eterna e nunca hão de perecer e ninguém as arrebatará da minha mão. O Meu Pai que mas deu é maior do que todos e ninguém as arrebatará da mão de Meu Pai. “Eu e O Pai Somos Um”.

 

Nosso Senhor Jesus Cristo nos preveniu antes, que nos últimos tempos haveria o esfriamento do amor de muitos, por se aumentar a iniquidade. E falando-nos sobre as doutrinas que surgiriam nos últimos dias, nos alertou nas seguintes palavras: Acautelai-vos para que ninguém vos engane; porque muito virão em meu nome dizendo eu sou o Cristo e enganarão a muitos; e ouvireis de guerra e de rumores de guerra, mas não vos assusteis porque ainda não é o fim; todas estas coisas são princípio de dores.

 

Preveniu-nos também que seríamos odiados de todas as gentes por causa do meu Nome e que muitos se escandalizariam e trair-se-iam uns aos outros, e uns aos outros se aborreceriam; também disse que surgiriam muitos falsos cristos e falsos profetas, mas que a sua palavra permaneceria, ainda que o céu e a terra passassem. Não teríamos por que aceitar, temer, considerar proveitosa em qualquer de seus ensinos tais doutrinas ou nos submetermos às suas heresias. Temos, conforme as escritura, Uma Luz da Aurora que já se aproxima do seu dia perfeito. Já temos a quem temer.

 

Quanto à abominação da desolação no Lugar Santo, já temos sido prevenidos que o Anti-Cristo se assentará na cadeira de Moisés, ou seja; ocupará lugar de honra entre os Judeus; mas os olhos dos judeus  deixarão suas escamas, e pelo Poder do Espírito de Deus, lutando contra o Anti-Cristo, o vencerá; e o tal Homem Ímpio será preso por mil anos para que mas não atormente a terra. Não temos por que ficar admirados de seus sinais nem deixarmos a nossa alma se influenciar nem se alimentar de nenhum dos seus anúncios prematuros, por mais atraentes. Já não somos do mundo; o mundo nos aborrece e todos os reinos do mundo e a glória deles já foram rejeitados pelo Nosso Senhor Jesus Cristo “HOMEM” mesmo num deserto, em jejum, e sendo tentado.

 

Não temos por que ir para os desertos, interiores de casa, lugares ocultos e montanhas atrás de um cristo que retorna, uma vez que o nosso Cristo está em nós e conosco, morando dentro de nosso templo fazendo-nos Edifício para morada de Deus em Espírito Santo para sempre. Todas estas coisas nos estimulam a nos apegarmos mais à “Âncora da Fé” a “Coluna e Firmeza da Verdade” e a “Jesus Cristo Senhor dos Vivos e dos Mortos”. Somente Ele tem a preeminência. Não nos abala a vigília da noite em que há de vir o espírito do engano já temos uma ocupação para a nossa vigilância; e esta nos dar somente prazer. Já temos esperado Aquele que virá como um ladrão de noite e nos arrebatará a Si. Não temos hora marcada com mercenários e salteadores.

 

O Nosso Senhor não voltará tarde, ainda que alguns O tenham por tardio; temos aonde buscar óleo para as nossas candeias, e um Casamento Inadiável marcado com o Todo Poderoso. “Jesus Cristo o Filho do Deus Vivo”. Quanto às perseguições que nos forem necessárias por causa do amor do Nome que está acima de todos os nomes, está escrito que não perecerá nem um fio de cabelo da nossa cabeça e que mil cairão ao nosso lado e dez mil à nossa direita. Aquele que crê na Pedra Fundamental e Rocha de Escândalo não se apressará após outros deuses e outras vozes. Temos já escutado “A Voz do Bom Pastor”, não temos porque seguir a estranhos.

 

As obras espantosas que o Anti-Cristo fará, jamais serão mais espantosas do que: perdoar, amar a quem nos ama ou nos odeia, dar a vida em favor e amigos e inimigos, suportar com paciência as fraquezas humana e guardar a palavra da paciência da Deus. Não temos por que temer ameaças loucas porque maior é O que está em nós do que o que está no mundo. O Nosso Mestre que nos ensinou a, na paciência, possuir as nossas almas, nos disse que, quando acontecessem os dias de sua vingança, da angústia das nações, do bramido do mar e das ondas, da perplexidade dois homens pela expectação das coisas que aconteceriam contra o mundo, também quando os homens desmaiassem de terror por verem as virtudes do céu abaladas, este mesmo Senhor e Deus sobre todas as coisas nos recomendou a que levantássemos os nossos olhos e olhássemos par cima.

 

O Senhor nos ordenou a estabelecer, anunciar, e concertar a paz em qualquer casa aonde entrarmos ou em qualquer nação onde pusermos os pés, e ainda antes de declarar guerra contra qualquer nação ou país. Mas não temos por que procurar a vida e a paz para um mundo que jaz no maligno e cujo destino é o lago de fogo que arde com enxofre. Não temos por que desejar e acreditar numa paz que está já profetizado contra ele que: “Quando os homens disserem paz e segurança, haverá repentina destruição”. Se a figueira está tenra e todas as árvores do campo falam de um fim, será para nós apenas o melhor de todos os assuntos, e o mais importante deles. MARAN ATA! Ora vem Senhor Jesus!. Aquele dia virá como um laço sobre todos os moradores da terra; mais para aqueles que têm por seu alimento e felicidade, descansar, comer, beber e folgar de bem com a vida secular.

 

Mas para os que temem ao Nome do Senhor brilhará o Sol da Justiça. Não temos por que dar a menor atenção aos detalhes de suas doutrinas. Temos a mente de Cristo e nosso prazer maior em meditar na lei do Senhor de dia de noite. Estamos prontos, não somente a ser atado, mas até mesmo morrer pelo Nome do Senhor. Não nos será pesado se perseguidos numa cidade precisarmos fugir para outra; não temeremos pregar de cima do telhado o que temos ouvido secretamente do Senhor Nosso Mestre; não tememos aos que podem matar o nosso corpo, porque deixando este tabernáculo aqui encontraremos com o Senhor na Glória; cair e morrer na terra, para nós, é ser semeado para dar maior fruto; perder a vida é achá-la; e ser como ovelhas no meio de lobos será somente o prazer de ver o cumprimento da lei do Senhor em nossas vidas.

 

Qualquer que vos matar: Já temos sido prevenidos que alguns lançarão mão de nós e nos matarão, presumindo estarem fazendo a vontade de Deus. Ainda que choremos e nos lamentemos e o mundo se alegre, haveremos de ter uma alegria eterna, a qual ninguém nos tirará. Não  nos assusta que o joio seja participante do mesmo campo; logo serão ajuntados em feixes para ser queimado. Aquele que nos disse que no mundo teríamos aflições e que estariam cinco divididos numa casa, é “O Senhor dos Exércitos” e o “Consolo de Israel” sendo “O Consolador de Israel” e o “Consolador da Igreja”. Este é o mesmo Senhor que nos ensinou palavras que são Espírito e Vida. Não ficaremos entristecidos se A Verdade foi revelada por portas e caminhos estreitos. Vielas e agulhas não nos deterão os passos em direção a Deus. Deus escolheu as coisas que não são para confundir as que são, e as coisas pequenas para confundir as grandes.

 

Temos o Espírito de Verdade que o mundo não pode receber, porque não O vê nem o conhece. Não temos porque nos entristecer como os demais que não têm esperanças, nem como os inimigos da Cruz de Cristo, cujo Deus é o ventre e somente pensam nas coisas terrenas. Temos a unção dos Santos; sabemos em quem temos crido; e também dizemos com alegria, porque: não me envergonho do Evangelho porque é o Poder de Deus para a salvação de todo aquele que crê.

 

Ensinos Contrários à Sã Doutrina: Assim refutamos completamente todos os ditos heréticos, ensinos contrários a sã doutrina, os quais são tão insignificantes que não merecem menção enquanto nos declararmos Cristãos, Servos do Deus Altíssimo, Legítimos Sal da Terra e Luz do Mundo n’ Aquele que nos fortalece. A nossa posição diante de tudo quanto o Anti-Cristo oferece, propõe ou sugere, é muito simples. Já temos um Deus, e Senhor que é tudo quanto amamos, procuramos e seguimos. Somos contrários a tudo quanto não for para honra e glória do Único Deus de Toda a Terra. Jesus Cristo o Filho do Deus Vivo. Ez.7.1-10 Mt.24.1-10.

 

 

 

Sátiro

098 – CHAVE BÍBLICA:

1º Coríntios: 1ºCo.15:51-54 1ºCo.15:51-54. 1ºCo.15;51-54;

 

1º Tessalonicenses: 1ºTs.5;1-8

 

1º Timóteo: 1ºTm.4;1-3

 

1ºSamuel: 1ºSm.14:37 1ºSm.28:6-7 1ºSm.14:37 1ºSm.28:6-7 1ºSm.14;37 1ºSm.28;6-7

 

1ºTessalonicenses: 1ºTs.5:1-8 1ºTs.5:1-8

 

1ºTimóteo: 1ºTm.4:1-3

 

2º Coríntios: 2ºCo.1:20-22 2ºCo.1:20-22 2ºCo.1;20-22

 

2º Pedro: 2ºPe.2:1-5 2ºPe.3:10 2ºPe.2:1-5 2ºPe.3:10. 2ºPe.2;1-5 2ºPe.3;10.

 

2º Tessalonicenses: 2ºTs.2;1-12

 

2º Timóteo: 2ºTm.2:19-21

 

2ºTessalonicenses: 2ºTs.2:1-12

 

Apocalipse: Ap.10:1-7 Ap.11:1-15 Ap.12:7-9 Ap.12:14-19 Ap.13:1-18 Ap.11:1-15 Ap.12:7-9 Ap.12:14-19 Ap.13:1-18 Ap.14:1-5 Ap.14:9-20 Ap.15:1-8 Ap.15:14-20 Ap.14:1-5 Ap.14:9-20 Ap.15:1-8 Ap.15:14-20 Ap.16:1-21 Ap.16:1-21 Ap.17:3-6 Ap.17:13-18 Ap.18:1-41 Ap.17:3-6 Ap.17:13-18 Ap.18:1-41 Ap.19:1-21 Ap.20:1-27 Ap.19:1-21 Ap.20:1-27 Ap.21;1-8;21;9-27; Ap.22;1-27 Ap.2:7 Ap.22:1-21 Ap.22:1-21 Ap.22;1-5; Ap.7;9-12 Ap.21;1-8-21;9-27 Ap.22;1-5 Ap.5:1-10 Ap.6:1-6 Ap.6:9-17 Ap.7:1-12 Ap.6:1-6 Ap.6:9-17 Ap.7:1-12 Ap.7:17 Ap.8:1 13 Ap.9:4-21 Ap.7:17 Ap.8:1 13 Ap.9:4-21 Ap.10:1-7 Ap.1:1-8 Ap.1:16-18 Ap.2:7-8 Ap.3:17 Ap.1:1-8 Ap.1:16-18 Ap.2:7-8 Ap.3:17 Ap.5:1-10 Ap.1;1-8 Ap.1;16-18 Ap.2;7-8 Ap.3;17 Ap.5;1-10 Ap.6;1-6 Ap.6;9-17 Ap.7;1-12 Ap.7;17  Ap.8;1-13 Ap.9;4-21 Ap.10;1-7 Ap.11;1-15 Ap.12;7-9 Ap.12;14-19 Ap.13;1-18 Ap.14;1-5 Ap.14.9-20 Ap.15;1-8 Ap.15;14-20 Ap.16;1-21 Ap.17;3-6 Ap.17;13-18 Ap.18;1-41 Ap.19;1-21 Ap.20;1-27 Ap.22;1-21

 

Atos: At.1:7 At.2:19-21

 

Cantares: Ct.8:5-7

 

Daniel: Dn.11:40-45 Dn-12;2-3; Dn.12:10-12; Dn.12:7-13 Dn.9:21-27 Dn.10:4-19 Dn.11:16-20 Dn.12:4-13 Dn.11;3;6;11;7; Dn12:11-13;20; Dn.11:21;30;’’31;35 Dn.11:36-39 Dn.2:30-45 Dn.7:1-22 Dn.7:27-29 Dn.8:1-19 Dn.2:30-45 Dn.7:1-22 Dn.7:27-29 Dn.8:1-19 Dn.9;21-27 Dn.10:4-19 Dn.11:16-20 Dn.12:4-13 Dn.2;30-45 Dn.7;1-10 Dn.7;13-14 Dn.7;18 -22 Dn.7;27-29 Dn.8;1-12 Dn.8;15-19 Dn.9;21-27 Dn.10;4-12 Dn.10;14-19 Dn.11;16-20 Dn.12;4-13

 

Deuteronômio: Dt.4;29-31 Dt.4:29-31 Dt.4:29-31.

 

Efésios: Ef.1:8-14

 

Êxodo: Ex.28:10-12 Ex.33:14-23

 

Ezequiel: Ez.7:1-27 Ez.36:33-38 Ez.37:1-14 Ez.39:1-29

 

Gênesis: Gn.3;8-12 Gn.3;17e21 Gn.18;17-25 Gn.19;15-19 Gn.22;3-5 Gn.32:24-29

 

Habacuque: Ha.2:1-3

 

Hebreus: He.1:10-12 He.11:1-2 He.11:7e14.

 

Isaías: Is.19:21-25 Is.28:22-23 Is.34:4-5 Is.35:9-10 Is.40:9-11 Is.41:4 Is.44:2-8 Is.48:12-13 Is.59:20-21 Is.60:1-3 Is.65:8-9 Is.66:15-16 Is.2:1-5 Is.6:8-12 Is.10:19-22 Is.13:6-10 Is.2:1-5 Is.6:8-12 Is.10:19-22 Is.13:6-10 Is.19:21-25 Is.28:22-23 Is.34:4-5 Is.35:9-10 Is.40:9-11 Is.41:4 Is.44:2-8 Is.48:12-13 Is.59:20-21 Is.60:1-3 Is.65:8-9 Is.66:15-16 Is.2;1-5 Is.6;8-12 Is.10;19-22 Is.13;6-10 Is.19;21-25 Is.28;22-23 Is.34;4-5 Is.35;9-10 Is.40;9-11 Is.41;4 Is.44;2-8 Is.48;12-13 Is.59;20-21 Is.60;1-3 Is.65;8-9 Is.66;15-16.

 

Jeremias: Jr.4:23-28 Jr.22:24-26   Jr.23:3-8 Jr.24:6 7 Jr.29:13-14 Jr.30:1-3 Jr.30:10-11 Jr.31:7-10

 

Jó: Jó.38:12-14 Jó.41:13-15.

 

João: Jõ.1:1-14 Jõ.6:25-27 Jõ.11:25-26 Jõ.14:18-19 Jõ.1:1-14 Jõ.6:25-27 Jõ.11:25-26 Jõ.14:18-19 Jõ.14:28 Jõ.1;1-14 Jõ.6;25-27 Jõ.11;25-26 Jõ.14;18-19 Jõ.14;28 Jõ.16;16-20 Jõ.14:28 Jõ.16:16-20.

 

Joel: Jl.2:1-3 Jl.2:10-13 Jl.3:13-16.

 

Judas: Jd.1:5-7

 

Levíticos: Lv.14:39

 

Lucas: Lc.13:4-5 Lc.17:7-10 Lc.19:12-15 Lc.21:22-26 Lc.17:7-10 Lc.19:12-15 Lc.21:22-26 Lc.21:30-36 Lc.21:30-36 Lc.2:39 Lc.10:6 Lc.10:33-35 Lc.12:35 40 Lc.17;7-10 Lc.19;12-15 Lc.21;22-26 Lc.21;30-36.

 

Malaquias: Ml.4:5-6.

 

Marcos: Mc.13;35-36 Mc.14;34-41.

 

Mateus: Mt.7:15-23 Mt.10:17-18 Mt.10:27-28 Mt.10:37-39 Mt.11:23-24 Mt.13:30 Mt.13:47-50 Mt.15:13 Mt.7:15-23 Mt.10:17-18 Mt.10:27-28 Mt.10:37-39 Mt.24;7-8 Mt.24;9-12 Mt.24;14-24 Mt.14;16-22 23 Mt.10;17-18 Mt.10;27-28 Mt.10;37-39 Mt.11;23-24 Mt.13;30 Mt.13;47-50 Mt.15;13 Mt.17;1-2 Mt.21;18-20 Mt.21;44 Mt.23;37-39 Mt.24.1-31 Mt.24;38-41 Mt.24;39e44 Mt.24:50-51 Mt.25;1-13 Mt.25;31-46 Mt.11:23-24 Mt.13:30 Mt.13:47-50 Mt.15:13 Mt.17:1-2 Mt.17:1-2 Mt.21:18-20 Mt.21:44 Mt.23:37-39 Mt.24:1-31 Mt.24:38-41 Mt.24:39e44 Mt.24:50-51 Mt.25:1-13 Mt.25:31-46 Mt.24;36 Mt.24-1-6 Mt.21:18-20 Mt.21:44 Mt.23:37-39 Mt.24:1-31 Mt.24:38-41 Mt.221-14 Mt.23;47-30 Mt.24:23-24 Mt.24:29 Mt.24:36-41 Mt.24:42-44 Mt.24:39e44 Mt.24:50-51 Mt.25:1-13 Mt.25:31-46 Mt.25;11-13 Mt.24;48-51 Mt.25;31-56 Mt.13-43.

 

Provérbios: Pv.1:24-28

 

Romanos: Rm.9:22-29 Rm.9:22-29             Rm.4:7-11 Rm.8:31-39 Rm.11:1-32 Rm.12:19 Rm.4:7-11 Rm.8:31-39 Rm.11:1-32 Rm.12:19                 Rm.4;7-11 Rm.8;31-39 Rm.11;1-32 Rm.12;19 Rm.9;22-29.

 

Salmos: Sl.16:12-14 Sl.102:25-28 Sl.133:1-3 16;12-14 Sl.102;25-28 Sl.133;1-3.

 

Zacarias: Zc.13:1-6 Zc.13:8-9 Zc.14:1-7 Zc.4:1-14 Zc.6:1-7 Zc.8:1-8 Zc.10:8-12 Zc.4;1-14 Zc.6;1-7 Zc.8;1-8 Zc.10;8-12 Zc.13;1-6 Zc.13;8-9 Zc.14;1-7

Sátiro.

Publicado por: roquesatiro | Setembro 1, 2014

O Nascimento da Sabedoria

http://www.4shared.com/mp3/TjANIOP9ba/739_O_Nascimento_da_Sabedoria.html 

O NASCIMENTO DA SABEDORIA: O SENHOR me possuiu no princípio de seus caminhos e antes de suas obras mais antigas. Desde a eternidade, fui ungida; desde o princípio, antes do começo da terra. Antes de haver abismos, fui gerada; e antes ainda de haver fontes carregadas de águas. Antes que os montes fossem firmados, antes dos outeiros, eu fui gerada. Ainda ele não tinha feito a terra, nem os campos, nem sequer o princípio do pó do mundo. Quando ele preparava os céus, aí estava eu; quando compassava ao redor a face do abismo; quando firmava as nuvens de cima, quando fortificava as fontes do abismo; quando punha ao mar o seu termo, para que as águas não trespassassem o seu mando; quando compunha os fundamentos da terra, então, eu estava com ele e era seu aluno; e era cada dia as suas delícias, folgando perante ele em todo o tempo, folgando no seu mundo habitável e achando as minhas delícias com os filhos dos homens. Agora, pois, filhos, ouvi-me, porque bem-aventurados serão os que guardarem os meus caminhos. Ouvi a correção, não a rejeiteis e sede sábios. Bem-aventurado o homem que me dá ouvidos, velando às minhas portas cada dia, esperando às ombreiras da minha entrada. Porque o que me achar achará a vida e alcançará favor do SENHOR. Mas o que pecar contra mim violentará a sua própria alma; todos os que me aborrecem amam a morte. Pr.8:22-36.

Publicado por: roquesatiro | Agosto 10, 2014

PAI, AINDA EXISTE!

PAI! APROVEITE ENQUANTO EXISTE!
A mídia está anulando o macho por causa do machismo; está estabelecendo o fêmeo, afirmando que todos os esqueletos são iguais;
Está anulando o Pai, porque o gerador de semente pode ser homo; e está estabelecendo a madre emocional sem colo e sem mama, porque tem mãe que coloca o filho na lata do lixo, e os “Cuidadores” o adotam;

PAI!  APROVEITE ENQUANTO EXISTE!

Está anulado o Chefe de Família porque chefe ou presidente deixou de ser comum de dois gêneros, e o Chefe Genérico é o que ganha mais ou que tem mais amparo na impunidade;
Está anulando o hétero generalizando-o como homófobo e por isto não pode divulgar nem orientar sua opção sexual; mas estabelecendo a obrigatoriedade de se ensinar o homossexualismo desde o berço e a escola fundamental é holístico;
Estão anulando a importância do nome do homem que honrava a mulher, e estabelecendo a troca do nome que o homem perde de sua linhagem familiar, herda de outra família ou perde da sua mulher quando se separam; e estabelecendo o nome da mulher que bem pode estar na herança de seu terceiro nome.
Estão anulando o banheiro dos homens, porque há um ser intermediário que afirma ser fêmeo, mas não pode entrar no banheiro das fêmeas; afirmam ser parte do gênero humano, mas não luta pelo direito de identificação civil e acessibilidade não constrangida.
Então, aproveite enquanto você tem Pai, Macho, Chefe e Cabeça da Família que ama, supre, protege e produz um gênero plenamente identificável. Pai legítimo está ficando em extinção! Antes que ser pai signifique homofobia e a sublimidade da palavra “Pai” seja proibido na terra. As árvores já estão tenras e brotando folhas! Os meus avôs diriam: Isto é o fim do mundo! Contudo, Feliz Dia dos Pais!
PAI! APROVEITE ENQUANTO EXISTE!

                                             Sátiro.

Publicado por: roquesatiro | Fevereiro 22, 2014

RESPOSTAS 0001 A 1000

O Som das Águas

Anúncio:

RESPOSTAS – 0001 a 1000 Quando O Senhor disse que não somente de pão viveria o homem, mas de toda a palavra que saísse da Boca de Deus, não queria nos obrigar a decorar todas as palavras das Escrituras Sagradas, nem escrever com pena e tinta sobre nossas vestes, paredes, portas, janelas e lençóis. Por mais que tenham sido necessárias as palavras escritas nas vestes sacerdotais, e até placas indicativas fossem postas nas estradas para que pudessem ler quem passassem correndo, o meditar na Lei de Deus consiste na simplicidade da leitura que começa por contemplar as estrelas, desistir de contar os grãos de areia, as gotas de orvalho e os cabelos da própria cabeça. Ler a Lei de Deus e meditar nela de dia e de noite começa desde a mensagem dos próprios olhos fechados, do contemplar das mãos, desde o tato, e ler a imagem do rosto num espelho. Amados! A grandiosidade do Universo, e a imensidão de seres, vozes, formas, vidas, e formas em nossa volta não são interrogações propositais de Deus, não; são as suas abundantes respostas além do que pedimos e pensamos. São as múltiplas faces da Sabedoria que em se fazendo tudo para com todos se posta como para por todos os meios fazer respostas acessíveis a todos os homens. Deus sempre nos responde, quer estejamos de olhos fechados ou abertos, por meios aparentes ou invisíveis, como um “Grande Guerreiro” ou como uma “Criança Desmamada”. Deus sempre nos respondeu por tudo quanto nos cercou em volta, em redor ou em derredor. Certamente Ele entrará por estas palavras para te alcançar e te responder. Hoje.

APRESENTAÇÃO: Estes mil aconselhamentos foram presenteados pela fidelidade de Deus, o que nos deixa confiantes e estimulados a apresentar aos nossos irmãos esta nova série de aconselhamentos espirituais. Certamente, assim como Deus fora conosco completando os seus ensinos através das verdades passadas nos trabalhos anteriores, pelo mesmo amor será fiel em nos orientar no uso das palavras corretas a fim de mostrar verdades que confortarão a muitos. Espero em Deus poder completar mais uma série de aconselhamentos e pensamentos edificantes sobre a vida espiritual; mas em não se completando, aonde quer que pare, terei a certeza de foi como determinado por Deus. Que estes sejam para refrigério de nossas almas, edificação do nosso espírito, saúde para os nossos ossos, e Glória para o Deus Fiel, o Qual não nos deixará sozinhos. A Ele, Honra, Glória, e Louvor, nestas palavras de Aconselhamento.

RESPOSTAS: O Meu Deus que procura brechas no telhado para mostrar a lua, abre goteiras no teto para mostrar uma estrela, que sopra sobre a árvore frondosa para que a luz do sol alcance o chão, usa a água do mar como um espelho para duplicar a luz do sol por entre as sombras, que na mais densa sombra coloca luz no pó, e faz brotar a luz do chão, te abençoe apesar do fogo e da água, a despeito do vento e da tempestade, e te sendo Maior que a intensa luz do sol e a negrura da mais profunda noite, cante-te uma silenciosa canção de ninar e te diga: És Preciosidade Minha.. Is.43:1-2. [Páginas 04, 05, e 07 do Livro RESPOSTAS] À VENDA NA RODOVIÁRIA – SV.

Publicado por: roquesatiro | Fevereiro 22, 2014

TESTEMUNHO CRISTÃO (c)

CLICK – Lembrando A Irmã Joselita: Amados! Qualquer pessoa que quiser falar sobre a Irmã Joselita tem que reverenciar profundamente seu testemunho de comunhão com Deus e a memória de sua vida. É lógico que sempre procuraremos adjetivos superlativos para reconhecer sua capacidade de ser Cristã, Crente, e Protestante no tempo em que o nosso Pastor Terreno bradava continuamente em todas nossas reuniões: Santificação, santificação, santificação! Era esse o tema principal na Oração na Escola Dominical e nas Pregações. Nesta lembrança da Irmã Joselita, queremos ressaltar o que me foi mais marcante, tentando resumir ao máximo para não escrever mais um livro, ou tornar-se uma biografia não autorizada. Mas o testemunho dela passou a pertencer a todos nós que a conhecemos de perto e aos que são membro da Igreja Batista em Cachoeira, que somente estão conhecendo seus filhos e netos. Mas não esqueço que todos nós somos fundamentalmente feitos de barro e pó; e ela não menos. Contudo tenho uma alegria e uma gratidão muito grande por aquela que soube ser minha Mãe também. Porque para mim ela era Mãe, Irmã, Conselheira, Pastora, Diretora, Amiga, e Madrinha quando alguém queria me pisar! Excelente Mãe de Família, reconhecida e toda cidade, Avó carinhosa, Costureira, Bordadeira e Ajudadora, pois também trabalhava no fabrico de seu esposo o Irmão Manoel do Ladrilho no desempenho geral de sua fábrica de derivado de cerâmica e mármore. E cada um de seus Filhos era um elogio à sua pessoa. Desde a fisionomia de cada um até as atitudes de comportamento era uma lembrança agradável da irmã Zelita; e conheci de vista a cada um desses corações de manteiga somente falava bem da Irmã Joselita. Ser “Filho de Zelita” era um título de valor extraordinário; e estou em linguagem modesta. Dentre seus filhos apenas me escapou dos olhos um que morava em são Paulo provavelmente o mais velho deles; mas por causa dele a Irmã Joselita deu um testemunho que geraria outro lindo capítulo à parte. Falo desta forma somente tendo conhecido eles depois da minha conversão ao Evangelho! Ainda me é gratificante ter conhecido tão maravilhosa família. Fica difícil lembrar-se de qualquer evento espiritual acontecido na igreja Batista de Cachoeira desde quando era Congregação da Igreja Batista Betel em Conceição da Feira, sem que a lembrança da Liderança da Irmã Joselita não seja mencionada com gratidão. São tantos os fatos neste testemunho bendito que ficamos embaraçados por priorizar ou formar uma sequência que forme uma mensagem geral, que além de produzir alegria pelas gratas lembranças dos seus cuidados fale dos lamentos ainda presentes por novamente sentirmos a sua falta.

Publicado por: roquesatiro | Fevereiro 22, 2014

TESTEMUNHO CRISTÃO (B)

CLICK Lembrando O Irmão AbílioO Senhor disse que o homem bom do seu bom tesouro tira coisas novas e velhas; e deixou escrever no seu testemunho que, Os que esperam no Senhor renovarão as suas forças, subirão com asas como águias e que, Na velhice ainda darão frutos e serão viçosos e florescentes; também ficou escrito que, Um tronco cortado na beira do riacho será renovado ao cheiro das águas; que A fé chama as coisas que ainda não são como se já fossem; porque Deus não é Deus dos mortos, mas Deus dos Vivos, porque para Ele vivem todos. Porque Ele é, Era e Há de Manifestar-se. É por causa destas cartas abertas de Deus ao mundo que somos nós, que cada um dos Servos de Deus, cuja história permanece para sempre, e que depois de selada como que sob ciúmes duma sepultura, permanece inalterável que comemoramos a casa onde há luto como melhor lugar do que a casa onde há festas. Porquanto não é o luto de uma perda total é O Poder de Deus transformando o luto em um selo inviolável do testemunho de seus filhos. Então, se pudéssemos levantar o testemunho de todos os Filhos de Deus que na verdade foram uma forma de manifestação de Cristo Jesus, cada um na sua glória e forma, teríamos riquezas maiores na nossa sabedoria e motivos maiores para nunca nos desviarmos do Senhor nem emornecer no seu caminho. Quando nós lembramos do testemunho de um Irmão estamos avisando aos seres terrenos que ele ainda está vivo e intocável; e que as palavras com as quais se falaram deles são palavras deles, Escritas de Deus para o nosso bem enquanto durarem o sol e a lua. É por causa destas verdades que lhes apresentamos estes testemunhos. Ter um bom enterro não é somente formalizá-lo pela quantidade de gente que acompanha um cortejo ou que levam até ao pó uma pessoa querida ou famosa cujo existir termina num cemitério; é o que acontece após a sua morte ainda na terra, como sombras, raios, ecos, renovos de suas obras e virtudes em Deus. Temos A Vida Eterna e é desta eternidade que fazemos memória com este testemunho. Que sirva para a edificação de nossas almas e Deus em Cristo nos faça compreender o que significa Senhor dos Vivos e dos Mortos; Deus dos Vivos não dos Mortos.

Publicado por: roquesatiro | Fevereiro 22, 2014

TESTEMUNHO CRISTÃO (A)

CLICK – Lembrando O Irmão Morto: Amados, nós somos tão ansiosos pelo futuro adiante de nossos dias, tão anelantes pelas realizações dos nossos planos e sonhos para o por vir que chegamos a viver somente parcialmente o hoje; vemos-nos tão antecipadamente ocupados com o dia de amanhã que negligenciamos o hoje, desprezamos o ontem, e furtamos do amanhã a beleza das descobertas quando se descobrissem e a inocência antecipada que dá sabor à surpresa que receberíamos na graça de viver mais um dia que O Senhor Fez quando viesse a fazê-lo. Assim, no lugar de nos prepararmos hoje para o hoje e o amanhã, atropelamos o amanhã ainda hoje, por causa de nossa desconfiança, da nossa pressa, e o nosso medo de morrer hoje. Então, quando raramente pensamos na Eternidade focalizamos somente um tempo futuro; nem sequer cogitamos que o passado nosso está ainda presente no Hoje Eterno de Deus. É por causa disto que, ou recorremos ao sincronismo macabro para perdermos o medo da morte, ou escolhemos acreditar que morreu, acabou! É refrão bastante conhecido no mundo, que a vida começa no túmulo; mas colocamos tudo quanto se segue para fora daqui, temendo ser sectarista e por causa da mente espírita, ou então tudo fica macabro e assombroso desde os nossos velórios cortejos fúnebres e enterros, até a aparência do cemitério das covas e das caveiras. E quando lembramos que depois da morte segue-se O Juízo, ainda mais separamos a vida do homem enquanto de pé e laborioso, da vida do homem fora do seu corpo horizontalizado na cova da terra, frio e em decomposição. Mas o homem morre e o seu testemunho fica. Apesar de que para nós retornar ao pó nunca é ser pó novamente nem um pó novo; somos assim; e assim nos é mais leve pensar: Morreu, acabou!

Publicado por: roquesatiro | Dezembro 19, 2013

ENSINA-NOS A ORAR

GEDSC DIGITAL CAMERA

“O Meu Deus que profetiza o teu dia nas palavras de tua primeira oração matinal esteja contigo até ao anoitecer, quando atravessando por mandadas misericórdias durante todo o dia, possas cantar a Sua Canção contigo no cumprimento de tudo quanto profetizou dia e noite por tua própria boca”. Sl.42:8. 

“Damos graças a Deus pelo privilégio de estarmos colocando no Campo Missionário a Segunda Edição do Livro ENSINA-NOS A ORAR; e agradecemos também às pessoas que lendo este livro em sua Primeira Edição souberam examinar tudo e reter o bem, e que por francas generosidades puderam atravessar por nossas limitações, colherem o melhor bem para si e nos incentivaram a continuar, mesmo sabendo de que se alguém não tropeça em palavras e perfeito varão. Contudo, é por causa desta anelante busca pela perfeição em Cristo Jesus, que recorremos pressurosos à Lâmpada para os nossos pés e Luz para o nosso caminho que lhes propomos este trabalho. Certo é que O Senhor nos abençoou, e estamos nesta Segunda Edição tentando alcançar mais pessoas que amam ao Senhor e que queiram mais motivos para pensar em Deus e meditar na sua Lei de Dia de Noite”.

Do Livro: Ensina-nos a Orar – Sátiro. [À VENDA NA ESTAÇÃO RODOVIÁRIA – SV]

Publicado por: roquesatiro | Dezembro 19, 2013

AGRADÁVEIS NO AMADO

T Imagem

AGRADÁVEIS NO AMADO
O Meu Deus que tomou para Si aos pobres, aleijados, mancos e cegos; irmanou-se de presos, enfermos, encarcerados estrangeiros, sedentos, nus e famintos; fez-se Pai de órfãos, loucos, fracos, vis, desprezíveis e pequeninos; conjugou-se Marido da Casada, da Estéril, da Igreja, das viúvas; chamando-vos “Amigos” e vos declarando “Inocentes” por não saberes o que fazeis, não se envergonhe de vos chamar “Irmãos”, acreditando em tudo quanto for vosso, e vós de Cristo, e Cristo de Deus, O Pai que vos transforma em “Agradáveis no Amado”. Mt.34:34-40. [ À VENDA NA ESTAÇÃO RODOVIÁRIA – SV]

Publicado por: roquesatiro | Dezembro 19, 2013

DISCERNIR O CORPO DE CRISTO – Livro


Sátiro Discernindo

Sem conhecermos bem as diferenças entre estes termos não compreenderemos bem as Escrituras. O sentido de julgar nem sempre é condenar. Examinar não pode confundir-se com o conhecer. Não podemos fazer confusão entre o discernir e o suspeitar. Se pudermos sabiamente examinar a nós mesmos sem exercermos juízos e condenações na divisão de nossa própria casa; nos nossos erros seremos julgados e repreendidos pelo Senhor, para não sermos condenados com o mundo. Bem aventurado aquele que não se condena naquilo que aprova para si mesmo. Examinar é provar, verificar, tirar conclusões corretas, medir, observar, escutar, ponderar, considerar, investigar, refletir e focalizar a si mesmo; e conhecendo a sua própria verdade, tomar a decisão que possa responsabilizar-se por ela. Conhecer é ser completamente informado sobre um assunto ou elemento, não ignorando nenhuma parte ou partícula de seu todo. Discernir é estabelecer diferenças, separar as coisas, diferençar dentre outros elementos, identificar por elementos concretos e seguros, perceber com segurança um entre muitos augúrios. Julgar é saber lidar com os mandamentos e prescrições de uma lei ou preceitos, para saber se um procedimento está correto ou não, uma atitude é ou não compatível com a verdade de cada elemento; compreender diferenças, escolher caminhos, decidir sabiamente, aprovar ou reprovar o que se oferece ou manifesta, saber escolher em todo o tempo entre o bem e o mal. É impossível viver sem o poder de julgar a tudo quando nos rodeia. Condenar é sentenciar, castigar, repreender, aniquilar derribar e matar. Precisamos, e urgentemente, compreendermos a diferença entre julgar e condenar, para que o momento e Dia de Ceia sejam um dia grave, sério, e que produza vida para nós mesmos. Eis que O Juiz está às portas. Quem intentará acusações contra os escolhidos de Deus? É Deus quem os justifica; para seu próprio Senhor está de pé ou caído; é fraco ou forte; come ou não come; está vivo ou morto. Nenhum de nós vive para si ou morre para si. Sendo assim, se vivemos, para O Senhor vivemos, se morremos, para O Senhor morremos. De sorte que, ou vivamos ou morramos, somos do Senhor.

Do Livro: DISCERNIR O CORPO DE CRISTO.       [À VENDA NA ESTAÇÃO RODOVIÁRIA – SV]                 Sátiro.

Older Posts »

Categorias

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.